Guerra na Síria: Terror na Cidade de Homs

24 de fevereiro de 2012

A Síria vive, há quase 1 ano num climão de revolta popular contra o regime, mais uma vez ditador, de Bashar al Assad. Segundo as Organizações Humanitárias, já morreram mais de 7.600 pessoas.

O povo quer que o governo aceite a idéia de ter outros partidos concorrendo, já que partidos de oposição são proibidos (assim é fácil!) desde 1963. Daí então foi criado o Exército pela Libertação da Síria, que diz estrar trabalhando para dar liberdade, dignidade, derrubar o regime e proteger o povo.

Enfim, está um pegapacapá brabo. O incrível nesta história é que existe um repórter francês, que estava no meio, NO MEIO, do conflito para captar imagens e mostrar o terror que está na cidade de Homs. O repórter, desprovido de medo, se chama Mani. Aqui as imagens:

31 pessoas já comentaram

  • H.O. disse em 24/02/2012 | 06:26.

    Cara, é muita coragem pra tá ali (ou não)

    Responder

    • Paulo disse em 27/09/2013 | 08:25.

      Sim tem ki ter muita coragem e principalmente ter fé em deus,a unica coisa ki devemos fazer eh orar por aquele povo ki tanto sofre.

      Responder

  • Conan disse em 24/02/2012 | 06:56.

    Isso sim é amar a profissão.

    Responder

  • Elcio disse em 24/02/2012 | 07:33.

    Boisé. A cobra tá fumando mentolado por aquelas bandas do Oriente Médio. Mas tem um detalhe que precisa ser dito. Os governos são mesmo bastante repressores, mas os organizadores das revoltas também não são lá muuuuuito democráticos. Tem uma tal de “Irmandade Muçulmana” que articula os barulhos.

    Responder

  • Eli disse em 24/02/2012 | 08:00.

    Cara, na boa…fortes interesses por trás dessa revolta. Interesses israelenses plus USA.

    Responder

  • Nélida disse em 24/02/2012 | 08:44.

    Muito triste.
    Difícil imaginar a vida dessas pessoas, das crianças…

    Responder

  • Sean disse em 24/02/2012 | 09:11.

    Essa questão da Siria e ultra complicado. Por esse motivo nao houve nenhuma ação de nenhuma pais ou organização. Ao mesmo tempo que a Siria esta numa ditadura ela inibe uma outra. O governo da Siria mesmo sendo um pais arabe e secular, coisa que a oposição nao quer. Uma mas “minorias”(q e a maioria das minorias) deseja que o estado seja Islamico e siga as Sharia Law. Ficar desse jeito nao da. Mas qual e a solução?

    Responder

  • Davi disse em 24/02/2012 | 09:51.

    Flávio, esse ja é um dos posts do “modelo inovador” do Chongas pra agora né? Baseado em notícias e informações. Acho muito boa a iniciativa e concordo plenamente. Acesso o blog todos os dias e o padrão só está melhorando. Abraços.

    Responder

  • Liz disse em 24/02/2012 | 10:11.

    Que lugar … ali ninguém vive.

    Responder

  • Breno disse em 24/02/2012 | 10:58.

    é uma pena ver isso. Tive a opotunidade de passar alguns dias na Síria em 2010, até dumi uma noite em Homs. Os sírios, e os árabes em geral, são muito hospitaleiros e me parte o coração ver tanta gente inocente sofrendo.

    Responder

  • Robson Kvalo disse em 24/02/2012 | 11:09.

    Muçulmanos adoram matar as mulheres, os filhos, eles mesmos e principalmente toda e qualquer pessoa que não acredite no deus estuprador de camelos…Que se matem até não sobre nenhum !!!!!!!!!!!!

    Responder

    • beto disse em 24/02/2012 | 11:58.

      Tão tolerantes quanto você…

      Responder

    • gesser disse em 13/08/2012 | 03:48.

      Seu nome já diz tudo, vc é mesmo um kvalo, aliás, um cavalo tem mais utilidades do que vc! vai estudar seu ignorante!!!

      Responder

  • Toad disse em 25/02/2012 | 12:33.

    e no fim essa revolução só vai servir pra substituir o governo totalitário anti-ocidente por uma teocracia mais ou menos pró-USA que vai submeter o povo as leis medievais do islamismo, onde direitos humanos básicos são violados, mulheres são tratadas como propriedade e consideradas cidadãs de segunda classe e liberdades de expressão, de imprensa e de religião não existem.

    Responder

    • Wulf disse em 26/02/2012 | 12:15.

      O governo será da Irmandade Mulçumana que é abertamente anti-ocidente, intolerante, radicalmente contra USA. Interessante notar que todas estas revoltas estão acontecendo em países que tem boas relações com o ocidente e os próximos da lista serão Jordânia, Arábia Saudita, Kuwait, e Emirados. É um novo pan-arabismo, e para falar a verdade, nada disso tem a ver com democracia, mas apenas uma troca de ditadores, como é comum nesses países de 5º mundo. Eu não concordo que cada povo tem o líder que merece, mas se tratando destes bárbaros…

      Responder

  • Henrique Pina disse em 25/02/2012 | 05:20.

    Me emocionei aos 06:00. É incrível como é necessário chegarem ao extremo de arriscar a vida, família e tudo que eles tem por um direito que é tão simples e ÓBVIO: Liberdade!

    Valeu pelo video Flavio, muito bom!

    Responder

  • Striker disse em 25/02/2012 | 07:03.

    boa sr Lamenza

    Responder

  • alex disse em 25/02/2012 | 11:38.

    é a cara do nosso jornalismo. somente traduzem noticias da bbc e da cnn, pegam o primeiro video e querem levantar uma bandeira que nem ao menos entende.. o tal do reporter entrou sem autorizacao no país, entrou numa area controlado por grupos terroristas. ( mesmo terroristas que explodiram 3 carros bombas, terroristas da al qaida. o governo americano e paises como arabia saudita ( onde uma mulher nem pode dirigir ou votar) que ainda tem reis. estou financiando e querem servir de modelo de democracia. me poupem…
    o Governo sirio esta certo na luta contra o terror e de nao abaixar a cabeca. o que a otan matou na libia em 3 meses o Gadafi iria precisar de 10 anos no mesmo ritmo.. como esta o egito a libia e o iraque agora… A Siria deve se manter firme e o mundo vai continuar chupando o dedo. ja tem um ano e eles nao conseguem fazer nada…

    Responder

  • alex disse em 25/02/2012 | 11:49.

    Essa luta por “democracia” de uma país se restringe a uma cidade, onde fundamentalistas islamicos que so gritam ala e grande e estao pegando em armas…. vamo abri o olho e parar de acreditar em tudo que a gente le… na nigeria e no quenia estao em conflito armado ha mais de dois anos ja morreram mais de 20 mil e ninguem fala disso.. a onu pela primeira vez na historia fez duas votacoes exttraordinarias pela siria e as duas foram vetadas .. eu vejo eua. turquia e outros falando em democracia.. eua invadiu por uma mentira o iraque acabou com o pais e nada … a turquia cometeu um genocideo de 1.5 milhoes de armenios e nada… agora pegar video do youtube e financiar rebeldes como os eua ja assumiram que estao fazendo pode

    Responder

    • Elcio disse em 26/02/2012 | 07:08.

      Seu argumento é válido, mas procure fazer os comentários sem trollar. Se o Flavião Tchongolino não tivesse levantado a “bandeira” vc. não teria a oportunidade da manifestação.

      Responder

  • Alex disse em 26/02/2012 | 11:11.

    Desculpa se pareceu que estava trollando.. Nao era Mina intencao nem ficar indignado com o site nem com o FLaviao até pé acesso o site diariamente e gosto do site minha preocupação era com outras mídias e a volatilidade da opinião publica

    Responder

  • Pedro disse em 26/02/2012 | 02:05.

    War… war never changes.

    Responder

  • MAGO disse em 27/02/2012 | 06:29.

    Mulher segurando foto do Danillo Gentili aos 06:08.

    Responder

  • Toru disse em 28/02/2012 | 05:08.

    Que guerra mais sem noção!
    É certo que todos merecem o direito a votar e a escolherem os seus líderes, mas a que preço?
    Onde acaba a necessidade de novos líderes e começa o fanatismo religioso?
    Pra quê? O pior de tudo é assistir tantas crianças, inocentes, que deveriam estar correndo, divertindo, estudando, desenvolvendo, brincando, tentando se tornar pessoas melhores que os adultos atuais, e ter a plena certeza que, se não morrerem em breve, estarão daqui há alguns anos pegando em armas, seja para lutar contra o regime ou seja para defender o regime. E o resto do mundo, apenas assistir e não poder fazer nada!

    Responder

  • lucas disse em 17/03/2012 | 02:15.

    essa guerra é sem noção,sem motivo.

    Responder

  • luis disse em 17/04/2012 | 07:39.

    parem de citar a religiao deles, cada um tem sua cultura, a maiosria das mulheres que nasceram la nao se importam com o jeito que sao tratadas, pos a cultura deles e assim, a outros videos na internet mostrando massacres de civis pelo governo, isso tem que parar, deve haver uma intervencao internacional urgentemente

    Responder

  • indignado disse em 27/04/2012 | 11:14.

    Pelo amor de deus, até quando este governo sanguinario vai matar pessoas?. ô pessoal do governo da siria passa o bastão para outras pessoas, voces já estão todos ricos e a mais de 50 anos de poder. E o incrivel é que esta onu comunista e no bolso do governo da siria, faz vista grossa e adoRa ver um rebelde morto. FECHEM ESTA ONU.

    Responder

  • carlos disse em 21/06/2012 | 09:12.

    Devemos combater essas guerras, levar a bandeira da paz em todos os lugares principalmente aonde ela mais precisa,vamos passar mensagens pela internet ,aonde voces forem levem a mensagem da paz.

    Responder

  • gesser disse em 13/08/2012 | 03:58.

    TÃO TRISTE QUANTO A GUERRA QUE ACONTECE NA SIRIA, É SABER QUE A MAIORIA DAS PESSOAS DESCONHECEM A VERDADEIRA CAUSO DE TAL TERROR, A MAIORIA DOS COMENTARIOS SÃO DE PESSOAS QUE NÃO TEM O MENOR CONHECIMENTO DA CAUSA, POR FAVOR, ANTES DE COMENTAR O QUE VOCE DESCONHECE, PESQUISE, MAS PESQUISE MAIS DE UMA FONTE, OUÇA TODOS OS LADOS. NÃO OPINE SOBRE O QUE VOCê NÃO CONHECE!

    Responder

  • REGINALDO disse em 17/08/2012 | 03:48.

    EM PLENO SECULO 21 AINDA TEM DITADOR ,ESTA GUERRA NAO EMTEREÇA AOS PAISEIS RICO,PESSOAS ESTÃO MORRENDO ,PORQUE A OTAN NÃO MANDA TROPA PARA TIRA ESTE DITADOR, SE EU NÃO FORCE MILITAR APOSENTADO, EU IRIA SE MERSSENARIO PARA LUTAR A FAVOR DO POVO, QUE DEUS PROTEJA O POVO SIRIO.

    Responder

  • José Ndunduma Muteca disse em 19/05/2013 | 03:35.

    Síri é um país q tem um historial muito diferente dos outros mais quando deparo-me com as imagens actuais comparo-o com a Líbia, so q nós humanos somos revoltosos atrvéz das condiçõs de hoje, materialista são condições que não é possivel satisfazer em toda população é claro q o governante com a autonomia q lhe concede, diz uma coiza e o povo diz outra, isto frustra a mente do mesmo causando grandes mortalidades, so q estas revoltas acontece mais nos paises hárabes q não querem saber de Deus.

    Responder

Comentar

Mas leia antes estas três regras:
  1. O Flavio Lamenza tem sempre razão
  2. Os campos marcados com * são obrigatórios
  3. Em caso de dúvida, ler a regra no 1