A Polêmica do Lobão e Loolapalooza

23 de novembro de 2011

Lobão recusa convite para tocar no Lollapalooza Brasil e explica motivos em vídeo no YouTube

O músico Lobão postou um vídeo em seu canal no YouTube neste sábado (dia 19) explicando as razões de ter recusado um convite para se apresentar no Lollapalooza Brasil. De acordo com o vídeo, o motivo teria sido a escalação do show do músico no período da tarde.

Eu não aguento este mimimi de brasileiro se passando por coitado. Aonde está escrito no festival Loolapalooza que é uma comemoração com artistas nacionais??

Eu não vou no Loolapalooza, assim como o Lobão também não vai, mas fazer vídeo convocando boicote de bandas brasileiras?? Fala sério. O que ele tá pedindo seria o mesmo que obrigar o McDonalds a servir arroz com feijão (?).

Onde já se viu… O Lobão considera motivo de humilhação que bandas estrangeiras venham tocar no brasil depois de bandas brasileiras. Mas se o festival é gringo, com bandas estrangeiras, isso não era o óbvio e esperado? Quem compra o ingresso pro Loolapalooza quer ver atração brasileira ou internacional?? Aí está a grande questão.

Durmam com este barulho!

139 pessoas já comentaram

  • Tarcísio disse em 23/11/2011 | 03:16.

    Sério, Flávio?

    Responder

    • gustavo disse em 23/11/2011 | 10:10.

      nao é mimimi de coitadinho nao.
      é que a gente ta acostumado a baixar a cabeça e aceitar migalha. se quer vir aqui só pra ganhar dinheiro e sem dar nada em troca para o país entao tome no cu.
      gosto pra caraho de foo fighters, mas nao me faz mal nenhum nao ver um show deles.
      cultura e arte nao podem ser simplesmente comercializadas como se o unico proposito delas fosse a diversao momentanea dos expectadores.

      Responder

      • juca disse em 24/11/2011 | 02:59.

        cultura e arte nao podem ser simplesmente comercializadas como se o unico proposito delas fosse a diversao momentanea dos expectadores.

        ????
        Quando um festival, em qq país que seja, dá algo em troca? Vivemos no capitalismo, acorda cara.

        Responder

      • Nilo Cunha disse em 25/11/2011 | 03:21.

        O Lobão ou qualquer outro artista brasileiro, tenho oportunidade de assistir show dele aqui no Brasil umas 100 vezes no ano. Enquanto de uma banda estrangeira talvez seja a única chance.

        Não tem nada haver esse complexo de vira-lata que o Lobão mostrou no vídeo. É tudo uma questão de interesse musical e oportunidade. Só isso.

        Responder

      • Gabriel disse em 25/11/2011 | 05:19.

        A maioria dos brasileiros não tem a oportunidade de ver qualquer show internacional que seja (ainda mais um festival de música envolvendo VÁRIAS bandas internacionais), essa mesma maioria tem a oportunidade ao longo do ano todo de ver a banda nacional que queira ver (sendo que a mesma se promova, o que não vejo acontecer muito). 90% vai a esses show/festivais é pra ver as atrações internacionais que NUNCA viu na vida! Lobão, que já deve ter visto as bandas prediletas dele, deve ter se esquecido como é saber que uma banda que você gosta MUITO vai tocar em seu país. Essa sensação ignora qualquer mimimi de valorização de bandas nacionais.

        Responder

    • NOME* disse em 30/11/2011 | 03:14.

      O Lollapalooza aqui só vai ter público por causa do Foo Fighters. Nem sei quais as outras bandas que vão tocar.
      O Perry Farrel é o tipico gringo idiota que vem pro Brasil achando que vai encontrar uma selva com macacos pulando por todos os lados.
      Ele devia ser informar melhor sobre os países em que vai tocar antes de sair falando bobagem ou então simplesmente ficar calado e o Lobão tem de se conformar com o fato que ninguém quer ver ele.

      Responder

  • Diegão disse em 23/11/2011 | 03:25.

    Flavião, concordo em partes.

    Se os caras vêm ao Brasil trazer um festival, é legal que seja prestigiada a cultura local.

    O Lobão tem certa razão, pois, como vc mesmo conhece, os períodos da tarde nos festivais são parados demais, e quer goste ou não, os artistas brasileiros tem de estar envolvidos e bem posicionados no festival, não só cobrindo buracos.

    Não sou conhecedor do Lollapalooza, mas acredito que tenha uma proposta mais eclética que a do Rock’n Rio, por exemplo.

    Agora, Lobão, propor um boicote foge do limite de bom senso. Não adianta colocá-lo (que sinceramente, fãs, nunca ouvi) pra abrir show de mega banda estrangeira como Foo Fighters.

    Responder

    • Dondiego disse em 23/11/2011 | 06:28.

      O que os artistas brasileiros ficam P%#@ é que os gringos são mais esperados do que eles e, em qualquer festival, eles sempre ocupam papéis secundários, nestes casos com horários “alternativos”.

      Os brasileiros se apresentam durante o “vale a pena ver de novo” enquanto os gringos pegam o “Horário Nobre”;.

      Responder

      • @didi_fonseca disse em 23/11/2011 | 09:46.

        o Lobão é um idiota, e mais idiota é quem o defende…

        Responder

  • Jack disse em 23/11/2011 | 03:27.

    Acho que você não entendeu a reclamação do Lobão! E está bem atrasado nesse post…isso já nem é mais notícia!

    Responder

    • Glauber disse em 23/11/2011 | 05:03.

      Jack, meu filho, não vá se atrasar pra sua aula de bateria, seu minino revoltadjinho…

      Responder

  • Boza disse em 23/11/2011 | 03:28.

    Querem q a gente prestigie musica brasileira? ENTÃO FAÇAM MUSICA BOA, PORRA!

    Responder

    • carol disse em 23/11/2011 | 05:17.

      to com vc,tipo eles querem q tenham bandas brasileiras mas a unica banda brasileira q todo mundo conhece é restart…e fala serio akilo nem musica é ….so dizendo

      Responder

      • Matheus disse em 23/11/2011 | 11:39.

        Que burrice, Carol. Seguindo o seu raciocínio, artista estrangeiro que todo mundo conhece é o Justin Bieber. Ser popular não significa ser bom.

        Falar que não existe boa música no Brasil é, no mínimo, ignorância. Perguntem para o Julian Lennon quais suas maiores inspirações? O cara é filho de um dos maiores compositores da história da música e cita o Mutantes e o Arnaldo Batista como ídolos. Vejam o Rafael Bittencourt, também, que ganhou prêmio de melhor solista de Jazz, na terra do Jazz.

        Enfim… concordo com o Lobão. Separar os brasileiros dos gringos deste jeito, soa como colocar banda amadora para ocupar o palco antes do artista famoso chegar.

        Responder

      • B.Ne-M disse em 24/11/2011 | 01:17.

        Tô com o Matheus. Existem sim ótimos artistas brasileiros com material muito bom! A questão é que o que tem mais conotação é o que a massa apóia, como o exemplo da Carol. Aí que tá… tem muito cara fazendo CD bom, Boza, não tem mercado suficiente pra fazer sucesso, nem vende por falta de interesse cultural do povo. O que é lamentável.

        Responder

    • Gabriel disse em 23/11/2011 | 05:34.

      Acho que tem muita música boa sim, só tem que ir atrás. Rádio e TV em geral só querem dinheiro, vão atrás do maior jabá ou audiência.

      Responder

  • marcelo disse em 23/11/2011 | 03:39.

    cara namoral voce que postou esse texo, voce defecou pela boca só isso! pensa melhor nisso que ele esta falando

    Responder

  • Maria Fernanda disse em 23/11/2011 | 03:42.

    Gosto muito do Chongas!!! Mas acho que o Lobão está correto em partes…. É só a gente ver o que aconteceu com o Ultraje no SWU…

    Responder

      • Rodrigo disse em 23/11/2011 | 03:56.

        Assim como do Janes Addiction Flávio, e muitas das bandinhas Hype coloridas que estão lá são infinitamente piores que o álbum de 25 anos atrás do Ultraje…. Partir desse ponto de pensamento acho que você vai sair perdendo porque salvo por uma ou outra banda, o festival é péssimo.

        Responder

      • Seri Volk disse em 23/11/2011 | 08:32.

        Cara, que vergonha aquele lance do Ultraje! Pior que só foram atrás de divulgar a versão do Roger, sendo que o Peter Gabriel entrou no palco anunciando que naquela noite estava tocando com um grupo de músicos metade britânico, metade… BRASILEIRO!

        Caramba! Como somos matutos e bairristas! Chamamos os americanos de gringos insuportavelmente convencidos, deploramos a arrogância dos argentinos, mas, olha só: somos os maiorais no futebol, nossas mulheres são as mais bonitas do mundo, somos os mais criativos do planeta, e, se algo vai mal aqui, é porque tem gringo nos sacaneando, claro! Só pode ser por isso que algumas coisas não funcionam no Brasil, né? Afinal, até Deus é daqui da terrinha.

        Puáááá!

        Responder

      • B.Ne-M disse em 24/11/2011 | 01:21.

        Seri Volk, isso não justifica o desrespeito da equipe do Peter Gabriel com o Ultraje.

        Responder

      • Maria Fernanda disse em 24/11/2011 | 12:12.

        Tá, podia ser qualquer um… até aquelas bandinhas coloridas, cantoras de axé, pagodeiros, etc… Ainda assim serve como exemplo…. Não?

        Responder

      • Bob Esponja disse em 24/11/2011 | 11:58.

        Entendi Flávio… Quer dizer que quando o CD da banda é antigo a banda principal pode desligar o som, reduzir o tempo do show da outra banda. Considerando que o Peter Gabriel fundou o Genesys em 67 e a situação fosse invertida, o Ultraje teria o direito de tocar fogo no palco…

        O brasileiro é acostumado a aceitar ofensas e ainda bater palmas! Tudo que é de fora é melhor! Vida de gado mesmo…

        Estou com o Lobão!

        Responder

  • Renato Freire disse em 23/11/2011 | 03:44.

    pela primeira vez na vida, concordo com uma coisa que o Lobão falou.

    Responder

    • lobao disse em 23/11/2011 | 08:28.

      Obrigado.

      Responder

  • B.Ne-M disse em 23/11/2011 | 03:48.

    É… não sei se seria uma solução boicotar o festival, tem muito envolvido aí, né, mas seria interessante um grito brasileiro na orelha do gringo.
    Eu concordo que grande parte das atrações principais sejam gringas, mas botaria uns brasucas aí no meio sim, que não são internacionalizados, mas pra nós, pra mim ao menos, são atrações que merecem destaque também.
    Não faz sentido algum essa lógica sua, Chongas. Quer dizer que se o festival fosse na Inglaterra, bandas como Artic Monkeys ou Muse não deveriam ser atração principal? Afinal são de origem britânica e não norteamericana.

    Sei lá… eu apoiaria um grito uníssono dum povo adormecido e que dá sono às vezes.

    Abraço!

    Responder

  • Jeff disse em 23/11/2011 | 03:54.

    Assim como os mamilos, esse post vai ser muito polêmico.

    Responder

  • Rodrigo disse em 23/11/2011 | 03:54.

    Flávio, tenho certeza que você bancou o ignorante apenas para atrair polêmica para o post, e não sou contra isso, mas vamos lá:

    Creio que por você se fazer de besta não levou em consideração o ponto levantado pelo Lobão. Ele não é contra o festival (peço que preste mais atenção ao vídeo com ouvidos imparciais), ele comenta no final do vídeo sobre uma lei que obriga festivais internacionais produzidos no país em adicionar ao evento um mínimo X de bandas. Porém, os produtores para apenas cumprir a regra imposta pelo governo coloca as bandas ditas como obrigadas em um péssimo horário. Não por cronograma do evento, mas sim por obrigação APENAS para que o evento seja aprovado pelo governo. Esse foi o ponto levantado por ele, não que o horário é ruim para as bandas nacionais, o ponto é colorem as bandas naquele horário para cumprir tabela e depois chuta as bandas :D

    Concordo com seu pensamente de que a pessoa paga para um evento internacional, então só quer ver bandas de fora do país. MAS, até que ponto vale para as bandas nacionais se submeter à esse vergonhoso papel apenas para o senhor Farrel consigo seus milhõezinhos?! Você submeteria à uma situação semelhante na sua profissão? Eu não. Ele levanta um ponto de pensamento à partir da BANDA, não do público, ele coloca uma interrogação sobre a ética profissional eu acredito, entre produtores e bandas.

    Durma com esse silêncio :)

    Abraço

    Responder

    • Zé das Cove disse em 23/11/2011 | 06:00.

      É Flávio! Fingir-se de égua perto da cavalaria é um risco alto.

      Responder

    • Seri Volk disse em 23/11/2011 | 08:51.

      Para com isso, Rodrigo. Você e o Lobão estão latindo para o lado errado. O absurdo que deveria ser derrubado é existir uma LEI, ou seja, existir o Estado te OBRIGANDO a colocar bandas nacionais em qualquer grande festival que você queira organizar.

      Por que eu não sou LIVRE para organizar meu festival da maneira que eu quiser? Ora, NINGUÉM é obrigado a ir ao evento! Quem não concorda com falta de bandas brasileiras, NÃO PRECISA IR! O Lobão pode organizar ele mesmo um festival só com bandas nacionais e se colocar como opção para os revoltados.

      Contudo, o Estado se meter até na porcentagem de bandas que um festival deve ter é cretinice! Não é assim, com cotas, que se incentiva a cultura nacional.

      Responder

      • Rodrigo disse em 24/11/2011 | 02:31.

        Ah sim, concordo que a lei intervir nisso é errado. ( ou não, preciso de mais tempo para refletir a respeito :] )… Mas você também parece não ter entendido o ponto…. Consideramos que a lei no momento é irregovável e a produção é sim obrigada e pronto, você concorda com oque foi imposto pelo festival?! Você está distorcendo um pouco as coisas e saindo do ponto do festival em sí, do que ele impõe como condição ao artista.

        Responder

  • Rodrigo Mendes disse em 23/11/2011 | 04:03.

    Mas se os caras querem fazer o festival aqui não pode desprezar a musica feita aqui. Nem todo mundo só quer ver os artistas gringos que virão, tem muito artista brasileiro com musicas melhores e mais publico que alguns estrangeiros. Ou tem alguem que concorda com o organizador do festival quando ele disse que os brasileiros não tem uma cultura musical ? O preço dos ingressos ja ta alto demais pra eles virem e cuspirem em quem faz musica aqui. Ao menos voltaram atrás e parece que as atrações nacionais e internacionais serão intercaladas. Parece!

    Responder

    • carol disse em 23/11/2011 | 05:23.

      tipo,se eu vou pagar pra ir em um festival INTERNACIONAL eu estou opitando por ver bandas INTERNACIONAIS se eu quiser ver bandas nacionais eu pago 60 reais pelo ingresso é boa
      e afinal,a nossa cultura musical é uma bosta,se resume a mc catra e restart!!

      Responder

      • Tarcisio disse em 23/11/2011 | 06:53.

        Carol, por favor! Você jura que mora no mesmo país que eu? Porque, se você realmente acredita que a cultura musical brasileira se resume a mc catra e restart, fica parecendo que você entende de música tão quanto eu entendo de astrofísica…
        Francamente!

        Responder

      • Bob Esponja disse em 26/11/2011 | 01:29.

        Carol,
        Senti vergonha alheia com seu comentário!

        Responder

  • felipe disse em 23/11/2011 | 04:13.

    querem pagar de revolucionarios enquanto ninguem se revolta contra o q fazem em brasilia.. a nao ser uma minoria q mtas vezes contam como hipocrita.. qm vai no lollapalooza quer ver banda estrangeira .. o evento nao é daqui.. q vão nacionalizar a própria bunda.. e se tiver rock in rio no méxico? mexico vai boicotar todos as bandas por nao serem do país de origem ? qto retardamento e falsidade.. entao o brazilian day deveria ser proibido em new york!

    Responder

    • Renata S disse em 23/11/2011 | 04:40.

      Concordo plenamente!
      Brasileiro quer se fazer de nacionalista, se fosse realmente, o nosso país não estaria desse jeito!

      Responder

      • Malandro disse em 23/11/2011 | 06:55.

        “It has to start somewhere. It has to start sometime”

        Responder

      • Rafael Costa disse em 25/11/2011 | 01:26.

        Not here and not now…

        Responder

  • Jack disse em 23/11/2011 | 04:28.

    O dois Rodrigos falaram tudo!
    Temos cultura musical sim, e tenho certeza que é infinitamente melhor do que a cultura musical dessas bandinhas “Hype coloridas” gringas de merda.
    Lobão é o cara! Com certeza com músicas muito melhores que as desse merda do Perry Farrell.

    Responder

    • felipe disse em 23/11/2011 | 05:00.

      falou o cara chamado de jack

      Responder

      • Glauber disse em 23/11/2011 | 05:04.

        Não fale assim com o pequeno Jack, isso é bullying!

        Responder

  • Jack disse em 23/11/2011 | 04:43.

    Está com medo do que eu possa falar? Quer que eu espere aceitação do moderador? Bicho, se você quer conduzir uma discussão dessas com censura, desde já retire qualquer comentário que eu tenha feito no seu blog, pois não pretendo dar audiência ao chongas novamente. Para te falar a verdade até achava alguns de seus apontamentos nos videos interessantes, apesar desse seu sotaque carioca irritante. Mas agora percebi que você não passa de um moleque sem culhões!

    Responder

    • Flavio Lamenza disse em 23/11/2011 | 04:46.

      Eu agora percebi que você é completamente maluco. Você foi censurado automaticamente porque usou a palavra “merda”. Se esperasse 12 minutos não precisaria ter me xingado de graça….

      Responder

      • Rodrigo disse em 23/11/2011 | 04:55.

        AHAHHAHAHA Presente do Jack para vosso aniversário.

        Responder

      • Paula Senra disse em 23/11/2011 | 09:44.

        Flávio querido,
        quando vi oq vc escreveu tive um crise de risos prevendo que aconteceria exatamente oq está acontecendo. Todos te xingariam pq nessa merda de país ninguém bota a cara e quando alguém bota os babaquinhas punheteiros da internet que não tem vida ficam putinhos. Ei cambada VAI TOMAR CÚ! Deixa o Flávio falar oq quiser. ESSE BLOG É DELE IDIOTAS!

        Responder

    • Glauber disse em 23/11/2011 | 04:59.

      Jack, meu filho, não esqueça de escovar os dentes depois de comer seu sucrilhos…

      Responder

    • carol disse em 23/11/2011 | 05:26.

      jack querido,vai ver bob esponja q é melhor
      vai q la faz alguma diferença vc dar “audiência” neh ((:

      Responder

    • Paula Senra disse em 23/11/2011 | 09:46.

      Teu bosta! Sutaque irritante deve ser o seu de punheteiro merdão!

      Responder

  • Glauber disse em 23/11/2011 | 04:54.

    Que dó, que dó, que dó, do Lobão.
    Ele é só um pseudo-artista que perdeu a oportunidade de morrer de overdose nos anos 80… quem sabe se isso tivesse acontecido ele teria hoje uma carreira de sucesso. tsc tsc tsc.

    Responder

    • Rodrigo Rocha disse em 23/11/2011 | 05:18.

      Ele é um pseudo-artista e você é um pseudo-humano!
      O Lobão é o artista mais gravado por outros artistas no Brasil, quem deveria morrer de overdose é você! Gosto não se discute e o seu deve ser terrível! O que é sucesso para você? Aparecer no Faustão?

      Responder

      • Glauber disse em 23/11/2011 | 06:31.

        1. Eu, pseudo-humano? É verdade Rodrigo Rocha, atrás de você eu me sinto um Jegue.

        2. “O Lobão é o artista mais gravado por outros artistas no Brasil” <- carece de fontes. Agora, esse cara aqui, tudo indica que seja o seu cara: http://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Colla

        3. Sobre eu morrer de overdose, me tira uma dúvida: Coca-cola dá overdose? Porque senão vou continuar igual o Lobão, sonhando morrer de overdose, um sonho que o Lobão tem desde 1982, ano em que largou a Blitz.

        4. Realmente, quem escutou "Ronaldo foi pra Guerra" (com Lobão e Os Ronaldos) sabe que gosto não se discute.

        5. Sobre o Faustão: Você me arruma uma ponta lá? É um bom começo, apesar dele aceitar qualquer um (até o Lobão já tocou lá, mas isso foi no século passado…)

        6. O Lobão não passa de uma mancha na história da música nacional, ou melhor, uma manchinha (a Xuxa vendeu 30x mais discos que esse pulha, 1, um, UM!!! álbum da Gretchen vendeu 5x mais que esse cidadão, …)

        7. É verdade que antes de derreter o próprio cérebro com barbitúricos, cocaína, LSD e similares o Lobão teve uns espasmos de criatividade mas, por outro lado, até o Paulo Ricardo escreveu Rádio Pirata…

        Responder

  • Magellan disse em 23/11/2011 | 04:57.

    /\ kkkkkk

    Responder

  • Hérico disse em 23/11/2011 | 04:58.

    Palmas pro Lobão, ele é foda!

    Responder

  • Rodrigo Lisboa disse em 23/11/2011 | 05:03.

    OBS1: O Flavio tem sempre razão.
    OBS 2: O Lobão sempre se confunde, ou confunde com quem fala!

    Acho que esses festivais são todos umas m*! É de uma escrotidão sem fim pagar para ver shows de 1h! E o problema é só 1, a ganancia dos produtores de evento. Sim a ganancia!

    Responder

    • Natália disse em 24/11/2011 | 08:17.

      Independente de gosto, qualidade musical ou qualquer outra questão, Lobão sempre consegue o que quer: ele lança o comentário e cria a polêmica.

      Olha como este video gerou comentários só aqui. Imagine em tantos outros ambientes em que ele for veiculado?!

      Lobão é “like a boss” em gerar polêmica. Ele é desses.

      Responder

  • NELSON disse em 23/11/2011 | 05:07.

    cara!! o lobão parece um bebÊ chorão … bicho… tanta coisa pra se preocupar de maior importancia meu!! não .. vamos boicotar o festival x ou y.. que se dane.. querem ouvir musica boa?? o que é musica boa?? depende do gosto de cada um.. ninguem pode falar por todos oque é musica de boa qualidade e o que nao é! quem curte.. vá ao festival e se divirta.. quem nao curte nao va.. se o lobão nao quer tocar no periodo da tarde.. nao vá e pronto.. vê se perde o medo e faça organize aqui no brasil um bom festival.. convide bandas de fora, faça eles tocarem de tarde.. sera que o lobão colocaria dinheiro, investimento pesado, de seu bolso, trazendo bandas de fora, com o opbjetivo de ganhar dinheiro, lucrar e colocaria bandas gringas de tarde e as brasileiras de noite?? sera q lobão faria isso??? fica aí a questão!

    Responder

    • Glauber disse em 23/11/2011 | 05:21.

      O Lobão é um quebrado, não tem dinheiro nem pra “cantar o cego”… além do que, tem o cérebro derretido, ‘málemá’ da conta de limpar as próprias nádegas vai organizar festival?

      Responder

      • Rodrigo Rocha disse em 23/11/2011 | 05:27.

        Percebe-se que você tem o conhecimento do que é ser um quebrado!
        Com o que o Lobão está vendendo do seu livro, quebrado é a última coisa que ele é no momento.

        Responder

      • NELSON disse em 23/11/2011 | 05:27.

        pois é… não deveria criticar ninguem!! mas nao, o cara se da ao direito de vir a publico e falar um monte de asneiras, como se realmente o povo quizesse ele la!

        Responder

  • will disse em 23/11/2011 | 05:14.

    Nada a ver chongo..
    Ele ta no direito de se expressar…
    Opinião somente…
    Mas criticar o lobão qm é vc?

    Responder

    • NELSON disse em 23/11/2011 | 05:19.

      “Opinião somente…” ?? convocar os “colegas” brasileiros para boicotar o festival? isso não apenas opinar!

      Responder

    • carol disse em 23/11/2011 | 05:29.

      aa entao o lobao pode dar a opiniao dele mas o flavio nao ?
      huuum muito interessante sua linha de raciocínio viu!!

      Responder

    • Seri Volk disse em 23/11/2011 | 08:55.

      PQP! Esse daí vive na Índia: Lobão, bramane; Chongas. dalith.

      Responder

  • Rafael disse em 23/11/2011 | 05:19.

    Só de saber que o Lobão não vai no Lolapalooza já me anima pra comprar o meu ingresso!

    Responder

    • Glauber disse em 23/11/2011 | 06:33.

      Só de saber que o Lobão não vai no Lolapalooza já me anima pra comprar o meu ingresso! [2]

      Responder

  • Rodrigo Rocha disse em 23/11/2011 | 05:22.

    Acho que esse é o post que vai ter mais comentários aqui no chongas até o final dos tempos. Parabéns, você finalmente conseguiu movimentar a casa!

    Responder

  • João Oliveira Netto disse em 23/11/2011 | 06:30.

    Flávio Pelo amor de Deus!!!
    Você deve ter problema de interpretação ou é muito Chongas!!!!

    O lobão Tá muito Correto!!! Nem queira comparar a inteligencia do lobão com a sua mente de 28 ano sem ter vivido nada!!! meu seu comentario foi pra lá de Chongas.

    Mas o blog é bom!!!

    Não apaga meu comentario.

    Responder

    • Glauber disse em 23/11/2011 | 06:36.

      Realmente Flávio, não queira comparar a sua mente de 28 anos com a da Lobão.

      Primeiro por que comparar sua mente com uma mente como a do Lobão, que aguentou/aguenta toda aquela carga de entorpecentes, é covardia.

      Nem pense em querer comparar sua mente com a do Lobão! Continue limpo!

      Responder

      • João Oliveira Netto disse em 25/11/2011 | 11:42.

        Glauber…. parece que você não entendeu o tema que se trata acima!!!

        Mas pelo seu comentario ou você tem um caso com ele ou você é o irmão mais velho dele preocupado para que ele não volte a usar drogas e ficar igual a você sem Miolo….
        rssssssssssssssssssssssssssssssssss

        me diverti muito com esse glauber maria huana.11111

        Responder

  • Artur disse em 23/11/2011 | 06:38.

    Acho que o blogueiro não assistiu todo o vídeo antes de postar, ou simplesmente não entendeu.

    Responder

  • Daniel Klajnberg disse em 23/11/2011 | 06:47.

    Como o proprio Lobao disse, os caras so colocaram banda brasileira pq é Lei. Obrigacao, nao tinha outra opcao. Nos Eua nao existe isso, o estado nao interfere em nada, brasileiros podem ir lá e fazer um evento de bossa nova e nao convidar ninguem local. É um evento particular, compra ingresso quem quer ir.

    Responder

  • Magalli disse em 23/11/2011 | 07:49.

    Lobão está corretíssimo, existem MUITAS bandas boas brasileiras que podem usar muito melhor o espaço destinado a algumas bandas gringas que só estão lá pq são… gringos. Destinar um espaço melhor e digno para a música brasileira de qualidade é essencial em qualquer festival que venha para cá, vamos parar de falar que nosso país não tem música boa, pq tem sim e MUITA, é só cada um sair da sua casinha de vidro e olhar ao redor.

    PS: Vanguart,Los Hermanos, Vivendo do Ócio, Cascadura, Acasos Irrisórios, Supercombo, Cachorro Grande, Dead Fish, Zefirina Bomba… e mais trocentas bandas nacionais para todos os gostos e estilos!!

    Responder

  • Gabriel disse em 23/11/2011 | 08:00.

    Achei o comentário dele bem importante e válido. Serve para abrir a nossa mentalidade sobre bandas e músicos nacionais, deixar dessa inferiorização. O caso do Ultraje no SWU é um exemplo da moral e “respeito” dado aos nossos artistas, no nosso país. Independentemente de horário pra tocar, o que atrai mais, qual tem maior carreira, é de se pensar nisso.

    Responder

  • lobao disse em 23/11/2011 | 08:07.

    é q o brasil todo me quer lá.. entende.. estou mordido.. preciso abrir o show do foo fighters pra me auto afirmar como o cara mais rock n roll do brasil.. meu livro é ótimo..

    Responder

  • Rafael disse em 23/11/2011 | 08:30.

    Concordo com o Lobão em relação a separação das bandas nacionais e internacionais. É claro que tem muita banda excelente de fora que merece um horário de destaque, mas temos que ser justos: tem muita porcaria também. Tem muita banda gringa ruim que é colocada para tocar em horários nobres (ou mais comerciais) em detrimento de bandas e artistas brasileiros que fazem sucesso por aqui e que técnicamente são superiores a certos artistas de fora. Acho que tem artistas e bandas nacionais com uma carreira já estabelecidas, que mereciam estar tocando no mesmo horários dos gringos.

    Responder

  • Lucas Antonio disse em 23/11/2011 | 08:53.

    Pelo o que eu entendi o Lobão não reclamou dele tocas as 15 hrs da tarde, mas sim de todas as bandas brasileiras tocarem no periodo da tarde e os gringos tocarem no ‘horario nobre’, o que eu concordo, porque as bandas gringas nao podem tocar de tarde tambem ? porque não podem fazer uma ordem aonde mesclam os artistas internacionais e nacionais ?

    Responder

    • Heitor_Pants disse em 25/11/2011 | 12:10.

      concordo Lais, essa matéria é bem o que penso

      Responder

  • Danilo Freitas disse em 23/11/2011 | 10:31.

    Flávio:
    Respeito a sua opinião e obviamente a opinião apresentada por todos os que comentaram esse post. Há que se considerar alguns pontos, porém. O Lobão não critica o fato de destacar artistas internacionais nem valorizar esse/a ou aquele/a artista ou banda. O que se questiona é a arrogância em se desfigurar a figura de um festival como evento interativo em troca de uma deificação de bandas internacionais.
    Alguns opinaram que o que deveria acontecer era a criação de boas músicas no país. O grande problema é que temos o famoso complexo de vira-latas, crendo que o que é produzido lá fora é infinitamente superior ao que se cria aqui no Brasil. Ignora-se a importância cultural brasileira. E aceita-se pagar uma nota para consumir o que vem de qualquer outro país que não seja o nosso.
    O que é produzido lá fora é ótimo. Maravilha. O que é feito aqui também e deve ser valorizado. O episódio Ultraje x Peter Gabriel no SWU demonstra que não se importam com o que é nosso.
    Historicamente é pela cultura que se destrói a capacidade de união de um povo. Não se resume às apresentações musicais a audácia dos estrangeiros em menosprezar-nos em nosso próprio território. E aceitamos servilmente. Que se escolha assim, pode ser legítimo. Mas que não reclame depois de ser considerado país de segunda.
    Ou se comporta como águia ou se comporta como galinha. Em qualquer das circunstâncias, que se assumam as consequências.

    Responder

  • Marina disse em 23/11/2011 | 10:52.

    Apesar de achar esse festival meio ridículo não é fazendo boicote, xingando na internet nem falando mal de gringo que agente vai expandir a musica brasileira de qualidade.
    Quanto ao post, Flavio parabéns por sempre estimular debates e propor temas controversos. Pena que ao invés de discutir e debater com educação tantos leitores do blog partam para ignorância.

    Responder

  • Fernado Costa disse em 23/11/2011 | 11:38.

    Ainda não li os comentários pra não contaminar meu opinião,
    Não vi nada de errado com o que o Lobão disse, e concordo com sua postura, ele esta sendo muito coerente, visto que ele não apenas se defende, mas, chama para uma realidade que ninguém ainda havia atentado pra ela, não se trata de um festival internacional de musica, e sim um festival multi-cultural de musica. Porque as bandas basileiras deverião aceitar serem despresadas como atração?
    Se há uma obrigação de se ter atrações brasileiras nestes shows, que seja dada a devida importância a cada uma delas.

    Responder

  • Rubens Sampaio disse em 24/11/2011 | 01:40.

    a indignação do lobão, e que bandas Brasileiras só vão poder toda de manha e de tarde horários que não da ninguém, eu também ficaria muito puto da vida se por ex minha banda com mais de 30 anos de careira fosse convidada a toca as 10 da manha por que as bandas estrangeiras querem assim.

    Responder

  • Bruno Pinto disse em 24/11/2011 | 02:29.

    Não entrarei na questão em relação de quem ta certo ou quem ta errado.
    Só acho que o Lobão conseguiu o que ele queria, que a situação dos festivais em relação aos artistas brasileiros fossem conhecido pelo público e que isso abrisse uma discussão como esta que está acontencendo aqui.
    Agora como o próprio Flávio diz na internet pega leve, deixem suas opiniões sem agredir aos outros.
    Não há necessidade de se estressar por causa da opinião alheia, acha os shows internacionais caros? acha barato? você vai mesmo sendo caro? você deixa de ver a banda que você mais gosta por causa do preço? Acha a Lei absurda?
    O problema é ao invés de expressar sua opinião você querer mudar a do próximo a qualquer custo….

    Responder

  • RODRIGO disse em 24/11/2011 | 08:02.

    Concordo plenamente Lobão, enquanto deixarmos os “gringos” nos tratarem como como aqueles que tem que aceitar ou perdeu playboy, vamos ter que engolir essas coisas, o lance do SWU foi ridiculo prefiro mil vezes ultrage do que aquela merda do peter gabriel, dancei e cantei muito mais com o ultrage minha vida toda do que com o genesis (que pra mim era o nome americano do mega drive rsrs), na moral Lobão ta certo e as bandas que tem culhões deveriam boicotar tb…

    A unica coisa que o ultrage deveria ter feito era desligar os amplificadores do sr gabriel, queria ver a cara de bosta gringo rsrsrs

    Responder

  • Bruno Garcia disse em 24/11/2011 | 08:02.

    RESUMINDO, VAI TER OU NAO VAI TER AVIOES DO FORRO NESSE FESTIVAL?!

    Responder

    • Ma_Luka disse em 24/11/2011 | 03:03.

      Infelizmente não foram confirmados….Sorry!!!!

      Responder

      • Raquel disse em 24/11/2011 | 08:34.

        Então ñ vou!

        Responder

  • cleyton disse em 24/11/2011 | 08:50.

    concordo plenamente com o Lobão
    vou em praticamente tudo quanto é festival
    o SWU foi um exemplo, tanto este como o do ano passado que tivemos grandes atrações como Ultrage a Rigor e pasmem Cavaler Conspiraci as 3 da tarde e mta banda ruim em horários melhores
    ou o Maquinaria Festival que teve Nação Zumbi e Sepultura durante a tarde.
    Agora me digam que estas bandas não merecem destaque.

    Responder

  • Denis disse em 24/11/2011 | 09:13.

    O Lobao esta certo em parte, Acho que bandas realmente boas como Ultraje nao podem passar por situaçoes como a que passaram no SWU.
    Mas o Lobao esqueceu que a tempos a musica brasileira, o Rock Nacional nao existe mais. Graças as grandes gravadoras que fazem artistas mediocres idolos de massa.
    Acho sim que deve-se mesclar os artistas nacionais com os gringos, mas nao da pra colocar Restart antes de Pear Jam. Seria humilhacao maior ainda.
    Deve-se respeitar o artista brasileiro que faz boa musica, seja ela de qualquer genero, mas precisamos parar de cultuar bandinhas coloridas. Td bem, sempre existiu desde Menudos e agora Justin, sempre existiu e vai existir sempre, durmam com essa. Mas nao da pra dizer que bandas como essas fazem musica para Adultos, pra mim sao bandas para a criançada.
    A quanto tempo bandas como Titas, Skank, Lobao, Paralamas dentre outras nao fazem um som que nos faz ter vontade de comprar seus discos? Titas ainda canta Sonifera Ilha, Paralamas ainda canta Oculos, ai nao dá né.

    Responder

  • ton disse em 24/11/2011 | 09:45.

    acho errado ser obrigado a ter artista local,mas e tambem errado separar artistas brasileiros dos gringos por horario.
    a musica brasileira e muito respeitada no exterior,muito mais do que muita gente imagina, e quando um festival e feito no Brasil o desrespeito com o artista local ou extrangeiro nao pode acontecer.
    O que aconteceu no SWU foi absurdo.
    podem nao gostar de Ultraje mas entrar no palco de outro artista nem na varzea deve ser aceito.

    Responder

  • Jorge disse em 24/11/2011 | 10:45.

    defensores de flávio 18 x defensores de lobão 26
    lobão ganhou.
    obrigado

    Responder

    • @gabrielmoraes13 disse em 24/11/2011 | 06:24.

      Isso não é uma guerra, é um debate, e toda a história da humanidade só mostrou que as maiorias são burras.

      Responder

      • Marina disse em 24/11/2011 | 08:55.

        Fato!!!

        Responder

      • Jorge disse em 25/11/2011 | 04:22.

        nossa, q coisa não!!!! e agora, o q será de nós com sua constatação?!?!? consegue constatar também alguma brincadeira no meio dos “debates”????
        beijo

        Responder

  • junior disse em 24/11/2011 | 10:46.

    Também gosto muito do Chongas, mas eu concordo com o lobão, simplesmente porque na música tudo gira em volta de mega empresários e grandes gravadoras e em um festival como esse é a mesma coisa, ele tem o direto de não aceitar que rebaixem o rock brasileiro não só ele mas os outros também. EU APOIO O BOICOTE seria uma forma de protesto contra essa babaquice toda que esta ai dos gringos, dos mega empresários e das gravadoras.

    Responder

  • Thays disse em 24/11/2011 | 10:57.

    Eu concordo plenamente com o Flávio. O festival é gringo, é meio óbvio que as atrações musicas sejam tbb. Outra coisa, escute os outros fetivais, muitos deles tiveram como umas das atrações bandas locais, a questão é a qualidade da musica, o que realmente aqui no Brasil não tem há tempos. Eu vou para assistir Foo Fighters, não me interessa se vai ter Lobão ou não. O Brasil é pobre musicalmente falando, nos tempos de hoje, e pelo que dá para ver, é essa mesma impressão que passamos para fora do país.
    Agora, se for um festival brasileiro com as principais atrações serem gringas, ai sim é de se preocupar.

    Responder

    • Malandro disse em 24/11/2011 | 05:44.

      O que eu não entendo é essa mania de ficar repetindo “ah, mas é festival internacional e blah blah blah”. Sim, é internacional. E por isso não se quer dizer que só tocaram bandas de fora do país! Por favor, né? Festival internacional quer dizer bandas de vários países. Só isso. Nada mais. (Foi ênfase demais?). Sério que é preciso alguém pra explicar isso?

      Esse argumento de “festival internacional” é dos piores que apareceram nessa discussão.

      Responder

  • Thays disse em 24/11/2011 | 11:00.

    Quem vai pagar 500 reais pra ver Lobão?? Super revolucionário Lobão, com seu sucesso dos anos 80 né não?

    Responder

    • Heitor_Pants disse em 24/11/2011 | 05:03.

      500 reais? eu n pago isso nem pra ver o Hendrix voltando dos mortos.

      Responder

  • Gisela disse em 24/11/2011 | 11:07.

    Lobão babaca! Vc foi escalado para o período da tarde não pq vc é brasileiro, mas sim pq vc é um bosta!

    Responder

    • Glauber disse em 24/11/2011 | 04:03.

      \o/ iiiihhhu! Dá-lhe Gisela!

      Responder

  • Flavio Gomes disse em 24/11/2011 | 12:01.

    Concordo com Lobão pelo critério do Loolapalooza que ele expõe no vídeo: É brasileiro fica de tarde/faz abertura.

    Responder

  • @cacau_mila disse em 24/11/2011 | 02:13.

    Primeiro o cara chama pra boicotar, dp reclama no tt pq não foi anunciado como atração… ah Lobão, na boa. Vai tratar essa TPM, vai, amg.

    Responder

  • Jeff Skas disse em 24/11/2011 | 02:47.

    Flavio, sinceramente, como amigo vai o conselho, pensa melhor nas coisas que você diz.

    Responder

  • NELSON disse em 24/11/2011 | 03:38.

    lobão! o grande bebÊ chorão!

    Responder

  • Heitor_Pants disse em 24/11/2011 | 05:01.

    Brasileiro tem sim complexo de cachorro, mas nesse caso, discordo de vc Flavio, e concordo com o Lobão, sem mais.

    Responder

  • @gabrielmoraes13 disse em 24/11/2011 | 06:18.

    O objetivo dos grandes festivais é justamente trazer artistas internacionais pro Brasil. Os artistas nacionais não precisam de grandes festivais para se apresentar no Brasil. O Lobão faz shows em São Paulo varias vezes ao mês, mas quantas vez por ano o Foo Fighters se apresenta no Brasil? Como as bandas internacionais tocam menos vezes no Brasil do que as bandas nacionais, nada mais justo do que priorizar as bandas internacionais. O problema é que o Lobão em vez de fazer música, prefere aparecer, dar escândalo e polemica, ou seja, ser um idiota. Pra ser roqueiro, não precisa ser um idiota, só precisa tocar rock, e pronto.

    Responder

  • @gabrielmoraes13 disse em 24/11/2011 | 06:32.

    Quando se coloca bandas nacionais pra tocar antes das internacionais não está se desrespeitando a música brasileira e sim dando a preferencia a bandas que quase nunca tocam no Brasil. Como eu disse no comentário anterior, o Lobão não precisa da um mega festival para tocar no Brasil, mas para as bandas internacionais, é praticamente impossível tocar aqui sem o apoio de festivais como esse. Os artistas internacionais precisam muito mais do lolapaloza do q os brasileiros.

    Responder

  • @gabrielmoraes13 disse em 24/11/2011 | 06:34.

    “O que ele tá pedindo seria o mesmo que obrigar o McDonalds a servir arroz com feijão (?).” Este foi sem duvida o melhor argumento dado até agora.

    Responder

    • Striker disse em 25/11/2011 | 08:40.

      mas se ja estao ate trocando batata frita por saladinhas…

      Responder

  • @gabrielmoraes13 disse em 24/11/2011 | 06:37.

    Como americanos eles não tem nenhum dever de nos colocar como atrações principais. Não faz sentido um festival internacional de grande porte vir pro brasil pra colocar bandas brasileiras.

    Responder

    • felipe disse em 26/11/2011 | 12:27.

      exato

      Responder

    • Caio disse em 26/11/2011 | 10:22.

      Isso non ecxiste

      Responder

  • Lucas Antonio disse em 24/11/2011 | 06:52.

    “Estou aprendendo sobre os brasileiros agora, assim como vocês estão aprendendo agora sobre as bandas internacionais”

    “Sim, são todas cidades cosmopolitas, embora aqui na América Latina… Ops, ops, esqueci, me disseram que vocês não gostam de ser incluídos na América Latina. Enfim, aqui não há tanta educação musical ”

    “Espero que o Lollapalooza traga essa cultura de festivais e shows internacionais para a América Latina. Ops, para o Brasil. Talvez assim consigamos trazer de volta a importância política da música, como era antes da crise da indústria ”

    declarações do produtos do festival. o Cara vem pro Brasil, esculacha todo mundo e o Lobão que ta errado, brasileiro tem complexo de inferioridade, e acha que tudo que vem de fora, é bem melhor que a cultura nacional. Isso é um argumento baseado no senso comum, mas é a mais pura verdade, o Lobão reclamou e muita gente cai em cima do lobão por causa disso, mas se um gringo reclamasse que não tinha 37 toalhas brancas no camarim dele no SWU ou no RiR meio mundo estaria falando mal desses festivais.

    Responder

  • Guilherme disse em 24/11/2011 | 08:42.

    Ta certinho o Lobão,os gringos acham que aqui é o quintal deles e o brasileiro confirma isso com babação de ovo. O que fizeram com o ultraje foi a maior palhaçada!

    Responder

  • Edson disse em 24/11/2011 | 09:23.

    Acho que o Lobão tem razão sim. Nossa música é tão boa ou até melhor que a dos artistas gringos e por mais que desejemos ver estes artístas gringos, seria muito bom sim ter um festival realmente diversificado e é foda nego vir lá da casa do caraio pra cá e ainda querer ditar as regras de como as coisas tem que ser. E é claro que o organizador do festival só falou belas palavras sobre o Brasil… procurem no youtube. Vlw.

    Responder

    • Caio disse em 26/11/2011 | 10:25.

      Você está com omplexo de superioridade. Dizer que nossa música é tão boa ou até melhor você tá de brincadeira. Nós escutamos cada merda aqui. Sem citar exemplos, tem muita porcaria aqui assim como lá também tem.

      Responder

  • Lucas #||pC disse em 24/11/2011 | 11:08.

    Flavio, na boa… você defecou um monte! Para quem é músico o opinião dele não poderia ser outra meu caro. Pois lá fora, eles simplesmente cagariam em nossas cabeças… enquanto aqui endeusamos os caras!
    Sei que muitos deles são bons… mas temos que dar mais valor aos nossos!

    Responder

  • Calvin disse em 25/11/2011 | 10:45.

    Acho que fazendo propaganda assim do lollapalooza, já já vc é convidado sim a participar, ainda vai sortear uns convites assim. Você acha que é mimimi e que música é só pra entreter, mas você tá sendo apenas como platéia, tente pensar nos músicos, ou em quem considera música como uma arte, não em quem que ver gringo e pular.

    Responder

  • Heitor_Pants disse em 25/11/2011 | 12:12.

    que banda gringa alem de foo fighters relamente presta nessa lista, só banda lixo

    Responder

  • Daniel Montanhini disse em 25/11/2011 | 07:09.

    Eu acho o lobão um cara inteligente e com uma noção de nacionalismo legal, mas ta faltando um pouco de humildade nas ideias dele!

    Responder

  • OLFF disse em 25/11/2011 | 11:36.

    A questão é muito simples, trata-ser de mercado e grana e não venham me dizer que cultura não é mercadoria… É sim, todos consomem e muitos ganham muito dinheiro com isso.
    Faz uma coisa, ao invés de colocar o Lobão antes de alguém testa coloca-lo ao final do festival, fechando a noite e veja quantas pessoas estão ali para vê-lo.
    Toda organização de festival, evento cultural ou que quer que seja se preocupa com atrações principais para chamar mais público e VENDER mais.
    Como o mercado brasileiro dá mais valor ao que é gringo é claro que o nacional jamais estará a frente de grandes festivais internacionais. A discussão deve ser muito mais sobre o mercado brasileiro que, diga-se de passagem, somos nós, do que sobre as atrações e a ordem das apresentações do festival. Basta ver que a programação é muito parecida com o Lollapalooza de Chicago (de 2011), por uma simples questão de mercado (sim, é sempre o mercado que dita a programação) as bandas de maior vendagem fecham os shows….Te garanto que se o Lobão vendesse mais que o Foo Figthers ele fecharia a noite.
    Então, aos defensores dos artistas nacionais, comprem mais discos deles, divulguem mais o trabalho deles e quem sabe isso dará resultados.

    PS: Lembrando que no Rock in Rio 2001 diversas bandas nacionais (Skank, Raimundos etc) boicotaram o evento por seus cachês serem muito menores que o dos gringos, resultado, não se apresentaram e o festival não deixou de ser um sucesso de público e renda (não estou discutindo a qualidade das apresentações)

    Responder

    • felipe disse em 26/11/2011 | 12:30.

      excelente

      Responder

  • Guilherme Toscan disse em 26/11/2011 | 01:34.

    O lance do momento é o SWU.

    Mas minha mágoa foi com o RiR…

    Ninguém se tocou que enquanto rolava banda Glória (???) no palco Mundo do Rock In Rio, a Sepultura, sim, a mesma banda citada por headbangers no MUNDO INTEIRO estava tocando num palco secundário, show esse precedido pela Angra, um dos maiores nomes do Metal Melódico/Power Metal mundial.

    Nesse mesmo palco tocaram lendas do Thrash e do Punk mundial como convidados da banda Korzus, expoente do metal nacional, que teve que bancar praticamente todas as despesas deles, já que era obrigatório trazer convidados. Sim, o Korzus praticamente pagou pra tocar no RiR. Mas a gente vai lá e aplaude Coheed And Cambria (???) e a porcaria do Slipknot.

    Porque tratar as bandas estrangeiras como se fossem superiores? Só elas podem pisar no palco principal, ou tocar em horários “nobres”

    Lobão está certo! Se é pra por banda nacional nos festivais, que coloque em horários Dignos, e que sejam tratadas como profissionais que são.

    E dai que o Loolapalooza é um festival importado? É um festival de MÚSICA certo? Não vejo o porque preterir as banda nacionais ou trata-las como se fossem inferiores, porque em muitos casos sabemos que não são.

    Responder

  • Caio disse em 26/11/2011 | 10:20.

    Esse Lobão é engraçado. Já que ele quer ditar as regras de como deve ser e tal, porque ele não faz um festival nos seus moldes?………E outra coisa… Está fazendo um favor em não ir ao festival….
    E quanto a ele criticar Rock in Rio, SWU não podemos levar em consideração, pois eles foram um sucesso sem ele………

    Responder

  • Josh Orrico disse em 26/11/2011 | 03:05.

    Cara, todo mundo sabe o SACRIFÍCIO que é pra uma banda gringa – e renomada – vir tocar no Brasil. Já artista nacional tá aqui pertinho e vive fazendo show pelo país. Agora quando um festival quer reunir os dois – uma banda gringa de nome e que NUNCA veio ao Brasil e uma banda nacional que vive fazendo turnê por aqui – a qual seria dada a preferência??

    Então Lobão quer fazer show de encerramento, depois de Foo Fighters e Joan Jett. Ok, deem isso pra ele. Depois contem o número de pessoas que ficou pra assistir.

    Responder

  • Bruno Assunção disse em 26/11/2011 | 11:16.

    Lobão: ” mimimimimimimimimimimimimimimimimi”

    Responder

  • CaioMGA disse em 27/11/2011 | 07:26.

    Em qualquer show existe uma banda que abrirá o show. Vc não tá nem aí pra essa banda, vc nao quer saber quem são e o que eles tocam. Vc espera com raiva a apresentação desses malditos acabar. As bandas brasileiras vão fazer esse papel, abrir os shows “internacionais”. O lobão tá certo em não se apresentar, pois isso coloca os artistas nacionais num nível inferior ao do resto do mundo.
    Boa Lobão!
    E se minha banda fosse convidada…eu nao ia.

    Responder

  • Ge Delarge disse em 27/11/2011 | 04:14.

    O lobão está coberto de Razão, e o fato do “chongas” ir contra isso, me fez desgostar do blog, se eu fosse num festival, iria sim pra ver bandas brasileiras, nao vejo nada q desmereça nossas bandas em relação as gringas, principalmente a banda do organizador do evento, que é bem ruimzinha, tudo bem o cara trazer o festival pra cá, mas contanto que respeite as bandas nacionais, O Rappa por exemplo, tem muito mais representação, do que a maioria (se nao todas) das bandas gringas do lineup divulgado, o show dos caras é infinitamente melhor… O brasileiro tem que parar de ser “chupa bola” da gringaiada, nunca fui fã do Lobão, mas precisamos de artistas com tanta coragem quanto ele… esse tal de FARREL é um babaca… E o cara que escreveu no post, no minimo é só mais um baba ovo… Sou totalmente a favor do boicote, que sabemos que nao vai acontecer pq na boa e com todo respeito, mas… COMO TEM BABACA LAMBE BOLAS DE GRINGOS!!!

    Responder

  • Herycko disse em 28/11/2011 | 10:29.

    Quando há um festival deste porte eu vou ver as bandas nacionais e internacionais, eu concordo e discordo com lobão, esse negocio das bandas brasileiras tocarem de dia é muito errado, o dia fica para as bandas iniciantes ou os artistas com menor prestigio (lobão???), eu odiaria ir ver o ultraje as 10 da manha.

    Responder

  • kelvin disse em 28/11/2011 | 05:43.

    o dia que uma banda brasileira chegar aos pés (to falando aqui de musicalidade, de produção do show, competência, entre outros) das bandas gringas, eu dou razão pro lobão, mas por enquanto pra mim é dor de cotovelo…
    hj em dia vc vai ver um show nacional, paga caro, o show é uma bosta, o palco ta decorado com uma pano no fundo, o som é uma bosta e os caras ainda atrasam 1hr, 2hrs…vergonha. enquanto um show internacional tem fogos de artificio, os caras não atrasam, a produção é fodae o show começa na hr….
    eu por exemplo vou ver o Quilmes Rock na Argentina, o ingresso ta mais barato, o foo figthers toca nas 2 noites e tem band of horses, artic monkeys e mgmt tb, e o melhor……nennhuma banda brasileira.

    Responder

  • marcos disse em 01/12/2011 | 02:10.

    Bom.. como vc disse a respeito do Ultage a rigor.. o ultimo sucesso foi em 1985.. e do lobão.. nem lembro mais.. vai cagá

    Responder

  • chiclete disse em 04/12/2011 | 06:02.

    Acho que se a qualidade musical brasileira estivesse bem difundida e popularizada, como um dia foi, e não apenas bandinhas de boutique fizessem sucesso comercial, qualquer festival, brasileiro ou gringo, convidaria boas bandas brasileiras pra tocar de manhã de tarde e de noite! Boa música tem que ser celebrada… se antes a música brasileira era valorizada, é porque era boa. Hoje, a boa música brasileira é silenciada, e apreciada por poucos. Isso não enche um festival. Infelizmente!

    Responder

  • marlon luccas disse em 26/12/2011 | 04:46.

    É só mudar a conotação e colocar da seguinte forma:

    As bandas Gringas encerram os grnades shows nacionais”.

    simples assim.

    Responder

  • Cassiano disse em 29/11/2012 | 01:35.

    Quer cantar só a noite? Vai pra uma churrascaria.

    Tu não tem moral pra cantar a noite cara, tu ja parou no tempo.
    Aliás nunca teve em tempo nenhum.
    Sempre com declarações polemicas para chamar atenção pra um trabalho que ninguem ta interessado em ouvir ou ver.

    Responder

Comentar

Mas leia antes estas três regras:
  1. O Flavio Lamenza tem sempre razão
  2. Os campos marcados com * são obrigatórios
  3. Em caso de dúvida, ler a regra no 1