Nova Modalidade: Casamento com Consumação

25 de outubro de 2011

Convidados vão pagar o que consumirem no casamento de Dylon

Quem achava que o casamento de Aparecida Petrowky e Felipe Dylon iria ser cheio de pompa e circunstância, daqueles de parar o Rio de Janeiro, pode tirar o cavalinho da chuva. Dylon terá o chamdo “Casamento de Adesão”, aquele em que, tal qual em algumas festas de aniversário, cada convidado paga aquilo que consumir.

Vamos convidar umas 300 ou 400 pessoas e uma festa assim ficaria muito cara.”

Basicamente um casamento livre de gordos e velhinhas que levam tudo nos bolsos…

32 pessoas já comentaram

  • Paulo disse em 25/10/2011 | 01:15.

    eu nao queria ir nesse casamento chato mesmo…. rsrsrs

    Responder

    • BullittKowalski disse em 25/10/2011 | 09:29.

      Se eu quiser comer a futura mulher dele quanto devo pagar?

      Responder

    • Secador disse em 26/10/2011 | 08:42.

      Num vai ninguém…!!!!!!!

      Responder

  • Felipe Delonge disse em 25/10/2011 | 01:59.

    q bosta, esse topico ae ta mais pra Notícias Quem Embundecem a Sua Cara….

    Responder

  • Felipe Delonge disse em 25/10/2011 | 02:01.

    q lixo, esse topico ae ta mais pra Notícias Quem Embundecem a Sua Cara

    Responder

    • Gabera disse em 25/10/2011 | 02:40.

      Bem dessa! E completando o comentário da própria notícia, livre também de pãos-duros (exceto o noivo).

      Responder

  • Osama disse em 25/10/2011 | 02:14.

    Toda a grana q ele ganho viro fumaça

    Responder

    • lu disse em 25/10/2011 | 05:20.

      Hahaha, mas tipo acho que já que quem vai paga… poderíamos nos auto convidar

      Responder

  • ana disse em 25/10/2011 | 02:50.

    santo cristo!! por que eles estão na mídia mesmo?

    Responder

  • Fundamentalista disse em 25/10/2011 | 02:56.

    Se não fosse “famoso”, diriam que é coisa de pobre.

    Mas, como é (por algum motivo qualquer), vira “Casamento de Adesão”.

    PS.: Troço chato essa propaganda do Whisky.

    Responder

  • Pimba na Xulipa disse em 25/10/2011 | 03:16.

    Ficou liso hein Dylon!? UAHUAHuHAuhauhA

    Responder

  • ma disse em 25/10/2011 | 03:29.

    até casamento de pobre os convidados não pagam o que consomem..

    Responder

  • Debora disse em 25/10/2011 | 03:58.

    Ah, tá… eu casei e convidei 380 pessoas e nenhum convidado pagou nd!!! Sacanagem, tá falido, né??? Então, nem casa, pq vida a dois é bem mais que uma festa onde cada um banca o seu!!!!

    Responder

    • Luis disse em 25/10/2011 | 05:07.

      q chique a moça….

      Responder

  • eita disse em 25/10/2011 | 04:28.

    será que os presentes serão por adesão também? a pessoa dá uma batedeira e de brinde vem o boleto das Casas Bahia pra eles pagarem, huauhauha

    Responder

    • Luis disse em 25/10/2011 | 05:07.

      hahahahaha…boa

      Responder

    • Emily disse em 26/10/2011 | 10:27.

      kkkkkkkkkkkkkkkkk

      Responder

    • Guajará disse em 30/10/2011 | 11:26.

      Caraca! ainda to rindo…

      Responder

  • John Sacarrolha disse em 25/10/2011 | 04:38.

    Tá certo ele, acha que a droga tá barata?

    Responder

    • hP disse em 25/10/2011 | 11:19.

      kkkkk… faz sentido

      Responder

  • Wiliam Duarte disse em 25/10/2011 | 06:40.

    Posteu meu comentario na site do globo.com e nao foi aprovado, q sacanagem..
    bem pelo menos aqui meu comentario vai, vlw chongas!

    seguinte eu tinha dito:

    Que ela é um maior mão de vaca, p#$$$$ nao quer fazer um casamento de gala porque nao tem grana…NAO FAZ…

    eu fiz o meu convidei 100 pessoa e gastei 2000R$ com um belo churras pra todo mundo, geral saiu satisfeito e de barriga cheia, agora esse merda que inventar esse palhaçada, pow NAO TEM FAMILIA NAO.. so podia ser esse idiota q invetou aquelas musicas riduculas para invertar uma merda assim.

    mesmo q nao europa as pessoas fazem isso, FODA-SE a europa pow.
    estamos no brasil e casamento aqui é PARA OS AMIGOS.

    se nao tem condicoes nao faz nada PORRA…

    Responder

    • Gabi disse em 26/10/2011 | 05:46.

      apoiado William! Muito menos feio seria ele chamar no max. 100 pessoas e dizer que o casamento era só para amigos mais intimos… ficaria mais barato e menos pobreeee!

      Responder

  • Wiliam Duarte disse em 25/10/2011 | 06:46.

    pau no cu mesmo esse felipe, e mao de vaca do cacete, nao tem grana nao faz nada porra. vai pro porcao…

    Responder

    • Luis disse em 25/10/2011 | 07:30.

      isso mesmo cara, o povo não pode ficar calado com tamanha injustiça, vamos criar um movimento social e sair as ruas: “Não tem grana, não case” ….

      Responder

  • Tarciana Gomes disse em 25/10/2011 | 07:59.

    Tenho uma ligeira impressão de que só aparecerão os pais dos noivos…

    Responder

  • Christopher disse em 26/10/2011 | 02:46.

    E assim se descobre quando alguém está em decadência!

    Responder

  • Pimba na Xulipa disse em 26/10/2011 | 10:18.

    Ancioso para depois do casamento, só para saber quanto foi o preço de cada coisa… kkkkkkkkkkk

    Responder

  • Marco disse em 26/10/2011 | 10:20.

    ahiuhaiuahuia bah que coisa de pobre. não deveriam nem divulgar.
    Ele quer q as pessoas sintam pena dele? Vai toma nu cu
    Não tem talento, é um drogado de merda e pobre.
    An an.

    Responder

  • nariz de proveta disse em 26/10/2011 | 02:57.

    so uma pergunta..quem são esses 2????

    Responder

  • Ricardo disse em 27/10/2011 | 11:26.

    Tá liso diga!!!

    Responder

  • Jorge disse em 28/10/2011 | 11:41.

    mesas de aço, toalhas de plástico, pratinhos de bolo de aniversário recheados das tradicionais batatinhas de casamento… cerveja cristal pra tomar.. tubaina pras crianças… paleta assada como prato principal… e amigos de verdade q entendem q é isso q vc pode dar em seu casamento, Dylon… seria melhor assim… eu acho… abraço hein

    Responder

  • BrunoCortes(lateral) disse em 31/10/2011 | 01:44.

    Faça como eu, case no Habibs!!!!!

    Responder

Comentar

Mas leia antes estas três regras:
  1. O Flavio Lamenza tem sempre razão
  2. Os campos marcados com * são obrigatórios
  3. Em caso de dúvida, ler a regra no 1