Pesquisa Polêmica Sobre União Gay

29 de julho de 2011

Mais da metade dos brasileiros são contra união gay, diz Ibope

Uma pesquisa do Ibope Inteligência divulgada nesta quinta-feira mostra que 55% dos brasileiros são contrários à decisão do STF que reconheceu a união de casais do mesmo sexo.

Sabe o que é controverso nesta pesquisa, é que todos os gays foram feitos por estes heterossexuais, que são contra.

Durmam com este barulho!

265 pessoas já comentaram

  • Magellan disse em 29/07/2011 | 04:27.

    ” todos os gays vieram destes heterossexuais que são contra.”

    -Todos os gays vieram destes heterossexuais, que são contra-

    Se não colocar uma virgula ai fica com duplo sentido

    Responder

    • covarde anonimo disse em 29/07/2011 | 08:00.

      Flavio vc defende os homosexuais por puro corporativismo… hahahaa

      Responder

    • Marcos disse em 30/07/2011 | 01:11.

      Ter um filho gay deve ser como ter um filho corinthiano, você não vai mandar embora nem deixar de amar, mas com certeza se pudesse escolheria o heterossexualismo para ele.

      Responder

      • Nhonho disse em 30/07/2011 | 01:27.

        Ter um filho gay é ter certeza que ele é são paulino.

        Responder

    • Chatinho disse em 30/07/2011 | 04:17.

      Se não colocar a vírgula, vira uma oração restritiva, ou seja, significando que existem heterossexuais que não são homofóbicos. Colocando a vírgula, da maneira que está agora, vira uma oração adjetiva, gerando uma generalização, afirmando que todos os heterossexuais são homofóbicos.
      V.g.:
      os homens, que são mortais, temem a morte (deixa implícito que todos os homens são mortais) – oração adjetiva
      Os homens que são mortais temem a morte (deixa implícito que nem todos os homens são mortais e que os que o são temem a morte). – oração restritiva.

      Responder

      • emerson brito disse em 01/08/2011 | 11:52.

        Adoro o pessoal preocupado com o bom portugues. Maravilha.

        Responder

    • Vini disse em 31/07/2011 | 04:55.

      o que há de tão controverso? porque seu filho é gay você é obrigado a ser a favor?

      Responder

    • Alexandre Vieira disse em 31/07/2011 | 05:53.

      “Estes heterosexuais”, remete aos 55% apresentado na pesquisa… Logo #FAIL.

      Responder

  • Magellan disse em 29/07/2011 | 04:31.

    Ou será que viajei?!?
    …. De qualquer forma, boa sorte pros gays.

    Responder

  • Rafael disse em 29/07/2011 | 04:39.

    Não sei como isso pode ser controverso, mas beleza!

    Responder

  • Bel Salles disse em 29/07/2011 | 04:41.

    Sou contra também a união gay tbm.

    Se colocassem numa ilha somente homens gays e em outra ilha distinta, somente mulheres lésbicas, depois de um tempo não existiria mais ninguém.

    E é óbvio que gays foram feitos por héteros pq o índice de homossexuais que procuram a reprodução assistida (inseminação e barriga de aluguel) é extremamente baixa comparada a quantidade de héteros tendo filhos.

    Responder

    • Marcelo disse em 29/07/2011 | 04:46.

      É… se gay não pode casar, então ele vai ser hetero, certo? Ele só é gay porque ele pode oficializar isso.
      Ou pior: você acha que com a oficialização da união sendo possível, haveria mais gays?
      #preconceito_total

      Responder

      • Bel Salles disse em 29/07/2011 | 05:11.

        Aprenda a interpretar uma frase antes de falar merda.

        A opinião é minha e foda-se se vc não gostou.

        Responder

      • Rafael disse em 29/07/2011 | 05:31.

        Não especificamente a oficialização da união estável, mas qualquer coisa que incentive o homossexualismo.

        Homossexualismo é contra a natureza. O instinto natural de qualquer animal é o de perpetuar sua espécie. Acho meio difícil fazer os homossexuais conseguirem isso!

        Responder

      • Marina disse em 29/07/2011 | 06:18.

        Rafael, agora as pessoas só podem ficar juntas se for pra ter filhos? Então nem um cara hetero não pode fazer sexo casual pq não é pra ter filhos? Ah, dá licença!
        Me responde uma coisa, você acha mesmo certo não deixar as pessoas seram felizes e viveram a vida delas só pra sua satisfação?

        Responder

      • Caroline disse em 29/07/2011 | 06:39.

        hahaha Bel Salles, se você não sabe dialogar com quem discorda dessa sua opinião completamente ingênua, não precisa partir para a ignorância e nem xingar os outros, é só ficar calado(a) que é melhor, afinal, quando você escreve, é tudo irrelevante mesmo.

        Responder

      • Rafael disse em 29/07/2011 | 06:54.

        Marina, se as pessoas acham que são felizes assim, paciência! Mas não é disso que eu estou falando. Eu estou tentando dizer que homossexualismo é errado porque vai contra a natureza. Ou seja, as pessoas só fazem isso por questões não-naturais.

        Os homossexuais dizem que são felizes assim porque elas mesmo se convenceram disso. A maioria das pessoas que fazem isso tiveram problemas na infância ou tem problemas hormonais. Assim como tem pessoas que comem terra por conta de problemas hormonais, e muitas outras coisas estranhas.

        Se você estudar o sistema reprodutivo por 5 minutos (não precisa mais que isso), perceberá que o sistema feminino é completamente elaborado para penetração masculina, e vice-versa. Já os homossexuais tem que ficar fazendo “gambiarras”, que são o sexo anal e o sexo oral.

        Responder

      • Caroline disse em 29/07/2011 | 11:18.

        Rafael, seu comentário inteiro é completamente estúpido, vá estudar antes de falar essas frases sem o menor sentido.

        Homossexualidade FAZ parte da natureza. Há milhares de espécies com comportamento homossexual, mamíferos, crustáceos, insetos, aves… E ainda assim, nós humanos somos a única espécie com comportamento homofóbico. Ao meu ver, é mais NATURAL ser gay do que ser homofóbico. A homossexualidade nos animais não só é natural, como ainda ajudou certas espécies ao longo da evolução.

        Mas enfim. A sua opinião em relação às pessoas gays é um problema seu, mas antes de falar informações erradas, procure ler sobre o assunto, ou pelo menos fique calado já que seus argumentos são inválidos. =P

        Responder

      • Marina disse em 30/07/2011 | 12:23.

        Rafael, eu entendo que você não ache natural e isso é um direito seu, é sua opnião! Mas dizer que as pessoas se convenseram que estão felizes e na realidade não estão pq não seguem o padrão de vida que você acha adequado já é um pouco de petulância, não acha? Eu não me acho melhor que ninguém pra dizer como as pessoas devem viver pra se sentirem felizes, isso é loucura! xD Cada um é cada um!
        Sobre o anti-naturalismo eu posso até citar coisas que os seres humanos fazem que não são naturais, tais como: escovar os dentes, andar de roupas, andar de sapatos, comer coisa enlatadas, andar de carro…bom, enfim, acho que deu pra entender! O ser humano é um animal muito diferente mesmo, nós fazemos inumeras coisas que não são naturais, mas nem por isso somos monstros ou deixamos de ser animais como os outros!
        Mais um coisa, pelo amor de deus, VOCÊ NUNCA RECEBEU SEXO ORAL OU ANAL DE UMA MULHER? Sinto muito, mas eu dúvido muito! Como você pode dizer que isso é anormal com os gays se tantos casais heteros adotam essas práticas sexuais? Então todo mundo é anormal?

        Responder

      • Marina disse em 30/07/2011 | 09:46.

        convenceram**

        Responder

      • Rafael disse em 31/07/2011 | 03:56.

        Caroline, estupidez para mim é vir com ignorância ao invés de de vir com argumentos, como você fez.

        Eu estudei muito, sim, antes de fazer as afirmações que eu fiz. E a conclusão que eu tirei é que esses animais que fazem esse tipo de coisa, o fazem unicamente com um propósito maior. Seja para conseguir território ou para enganar o macho alfa e conquistar as fêmeas ou qualquer outra coisa.

        Responder

      • Rafael disse em 31/07/2011 | 04:05.

        Marina, essas coisas que você citou não são anti-naturais. Elas não vão CONTRA a natureza. Escovar os dentes e andar de roupa não são atitudes que vão de encontro ao que o corpo humano naturalmente foi feito para realizar. Eu já não posso afirmar o mesmo sobre o homossexualismo!

        E, quanto ao sexo anal e oral, eu não disse que é errado. Pelo contrário. Eu só quis provar que o sexo homossexual é anti-natural. Se não fosse, os órgãos reprodutores seriam adaptados para ambos os tipos de sexo.

        Responder

      • Marina disse em 31/07/2011 | 10:59.

        Rafael, deixar eu ver se entendi…a pratica do sexo anal vai contra natureza pq o ânus não foi feito pra ser penetrado, logo, se gays fazem isso eles estão errados, porém, se um casal hetero faz isso tudo bem?
        Ou é que fazer sexo anal e oral não é errado desde que se faça sexo normal tbm?
        Não sei se entendi direito o que você quis dizer, acho que entendi errado, pode ser mais claro?

        Responder

      • Régis disse em 08/08/2011 | 04:13.

        Rafael: “A maioria das pessoas que fazem isso tiveram problemas na infância ou tem problemas hormonal”.

        Queria saber de onde vc tirou esses dados, pq eu sou gay e conheço uma galera que também é ninguém passou por trauma ou tem problemas hormonais.
        Adoro esse povo q inventa qualquer coisa pra justificar o próprio preconceito! ¬¬

        Responder

      • P disse em 08/08/2011 | 04:41.

        Rafael,

        Se fossemos observar a natureza e aplicar estritamente suas regras aos homens, poderíamos esquecer este papo de igualdade e direitos iguais.
        Ademais, existe homossexualismo em outras espécies.

        E, sério, não se preocupe que não será o fim da raça humana, existirão mtos héteros tendo filhos, bem como gays tendo filhos (barriga de aluguel).

        Pior de tudo é condenar a pessoa à infelicidade e à desigualdade. Meu irmão é gay e o fato de ele ser gay nunca prejudicou nenhuma pessoa.

        Responder

    • leo disse em 29/07/2011 | 04:51.

      Grande merda esse exemplo da ilha rsrsrs
      como se a raça humana fosse algo bom para o planeta! :(
      (estou nesse meio) :(

      Responder

    • gabriel disse em 29/07/2011 | 05:02.

      também acho um bosta esse exemplo. é claro que eles não podem se reproduzir, o que não há nada de errado, afinal ninguém tem o dever de ter filhos. vc tem se você quiser (e no caso, puder), e se vc não tiver, melhor ainda, afinal de contas esse mundo já tá abarrotado de gente

      Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:13.

      Ainda bem que não vivemos em ilhas.

      Responder

    • Marina disse em 29/07/2011 | 06:14.

      É, pq tem bem pouquinha gente no mundo né? Então a gente tem mesmo que se preocupar, nossa! Além do que o número de homossexuais é uma parcelada população, não toda ela…o mundo continuará tendo pessoas, existindo gays ou não!

      Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:14.

      E ainda bem que gay não pode gerar filhos!

      Responder

    • kasko disse em 29/07/2011 | 06:26.

      Se colocassem uma ilha só para homens e outra só para mulheres. Eu cairia na braçada, dava a volta ao mundo, iria até a outro planeta se precisasse para chegar nesse paraíso em que só existam mulheres!!!
      Não é possível que nessa ilha de lésbicas não tenha pelo menos uma meia dúzia de bissexuais…

      Responder

    • Christopher disse em 29/07/2011 | 08:50.

      Para Bel Salles: quer dizer que para você o principal critério para ser haver a união do casal é a reprodução? Seguindo sua lógica, então você também é contra ao casamento de casais estéreis, já que eles não podem ser reproduzir e passar adiante seus genes….

      Para Rafael: o homossexualismo é contra a natureza? E como você explica os casos de homossexualidade entre os animais?

      Responder

      • Tigron disse em 29/07/2011 | 10:37.

        Um distúrbio comportamental obviamente. Na natureza nada mais elementar que a procriação para a manutenção da espécie. Se eu falar aqui que homossexualismo é um distúrbio… ah… falei.

        Responder

      • Régis disse em 08/08/2011 | 04:38.

        Tigron: “Se eu falar aqui que homossexualismo é um distúrbio… ah… falei.”

        Não é! Mas mesmo se fosse, só pq uma pessoa nasceu com esse “distúrbio” (como vc diz), não quer dizer que ela não tenha o direito de se casar!

        Responder

    • Beneh disse em 29/07/2011 | 10:39.

      Nada definitivo esse exemplo da ilha. Essa “hegemonia” heterossexual de hoje é fruto somente da cultura em que vivemos. Na Grécia Pagã, por exemplo, o homossexualismo era tão natural quanto o heterossexualismo (daonde vocês acham que vêm o beijo grego) e nem por isso o Estado sofreu qualquer tipo de colapso; pelo contrário, floresceu como uma das maiores civilizações do mundo.
      O heterossexualismo prevalece sobre o homossexualismo somente pelo fato de levar à reprodução; enquanto que prazerosamente, sempre vai depender da mente de cada um.

      Responder

    • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 10:44.

      Bel, se o seu argumento contrário à homossexualidade é o, tão antigo, argumento da não-reprodução, você deveria ser contra, também, à união entre pessoas estéreis.

      Sugiro que procure outro argumento.

      Responder

      • Marcos disse em 30/07/2011 | 03:08.

        O homossexualismo é totalmente contra qualquer coisa criada por Deus. Como pessoas homossexuais irão conseguir ter uma familia sem conseguir fazer com que essa familia tenha geração? Impossível!

        Espero muito que enfiem todos os homossexuais em um país, todos eles, dentro de 100 anos todos morreriam sem deixar vestígios, pois queria ver como todos iriam se reproduzir. Se o objetivo da espécie humana não é reproduzir outros humanos como muitos aqui ja disseram, então o que VOCE está fazendo aqui? E se o seu Pai você casado com um outro homem? Como VOCE existiria?

        Você só existe por que existem pessoas que são heterossexuais e se casam com pessoas de outro sexo para procriar. Então qual é o propósito de se casar com uma pessoa do seu próprio Sexo? É um despropósito e não importam o que falem, nada faz sentido nisso!

        Responder

      • Paula Campos disse em 30/07/2011 | 11:35.

        Os heterossexuais não vão deixar de existir.
        E os homossexuais sempre existiram.

        Leia meu texto.

        Responder

      • kitana_wins disse em 31/07/2011 | 12:12.

        Marcos, não cite Deus na conversa porque aí o assunto começa a ficar mais chato do que já está! Eu sempre digo o seguinte, eu não creio em Deus e nem por isso me sinto no direito de afirmar que ele não existe, até pq não sou capaz de provar tal afirmação. Agora, pq os cristãos não fazem o mesmo?? sua verdade não é absoluta. Acho magnífico acreditar em uma divindade que nos protege, nos ama e nos dá esperança, as pessoas precisam disso sim, mas não generalize suas crenças, nem justifique seus conceitos com religião, pois essa é a SUA VERDADE e SUA REALIDADE, ninguém é obrigado a crer nela nem seguí-la tal como vc faz.
        Acredito que, a partir do momento em que os heterossexuais deixarem de encarar a homossexualidade como sinônimo de perversão, vulgaridade e entenderem que não são assim pq querem contrariar o resto da sociedade, mto menos a igreja, eles passarão a entender que não é uma questão de escolha e o fato de vc amar uma pessoa do mesmo sexo, não te torna indigno de respeito.

        Responder

    • Bruno disse em 30/07/2011 | 10:46.

      Sou contra o que o STF fez. Se querem liberar o casamento gay, o legislativo deveria criar e aprovar uma emenda constitucional, já que a constituição é clara.

      Quando o STF atropela a constituição é porque a coisa tá feia msm.

      Responder

      • Marcos disse em 01/08/2011 | 12:17.

        (kitana_wins) Você se apegou muito na primeira frase de tudo o que eu falei e ignorou todo o restante que é mais importante ainda. Se você não crê em Deus, tudo bem, respeito sua opinião, mas acho dificil alguem discordar do que eu disse a respeito de você estar aqui caso essa moda de todos serem homossexuais continua do jeito que está.

        Não bato em homossexual e respeito, porém, tenho a minha opinião de que o ser humano nasceu pra criar outros e assim por diante. Como pessoas do mesmo sexo podem fazer isso? Não há jeito! De forma alguma!

        Caso queira ser gay, lesbica, seja, sem problemas. Porém, esteja certo de ter estinguido qualquer geração que venha de VOCÊ.

        Eu quero muito ter filhos e netos e poder lhes contar histórias, vê-los crescer e por isso pretendo me casar com uma mulher, que é o meu sexo oposto e que pode me prover isso. Um homem jamais poderia me dar filhos e me dar este prazer e não o prazer de ter relações sexuais como disseram em outro comentario, cheia de ”gambiarras”.

        É a minha opinião, seja contra, sem problemas, porém, respeite assim como respeito a sua!

        Responder

  • Gabriel disse em 29/07/2011 | 04:42.

    Nada de controverso. Eu posso muito bem ter um filho gay e, MESMO ASSIM, não ser a favor do casamento gay. Só porque se tem um filho homossexual, e o aceita, não quer dizer que concorda com o que ele faz. #FAIL pra você, querendo dar uma de bonzinho.

    Responder

    • Régis disse em 08/08/2011 | 04:41.

      Você não precisa concordar com o que seu filho gay faz, basta respeitar o fato de que ele também tem o direito de se casar.

      Responder

  • Marcelo disse em 29/07/2011 | 04:43.

    Cara, eu fico pensando o que se passa na cabeça das pessoas que são contra a oficialização da união gay. Devem ser os mesmo que acham que virgindade é hímem não rompido.
    Gay existe hoje e sempre existiu. Eles vivem juntos e vão continuar a ser gays independentemente de poderem casar ou não. Só eles mesmos seriam beneficiados com a medida. Não haveria mal sobre ninguém com essa medida.
    Eita povinho retrógrado e burro!

    Responder

    • Bryan disse em 30/07/2011 | 01:31.

      Concordo com com o comentário do Marcelo, independentemente da aprovação ou não do casamento entre gays, eles continuarão sendo homossexuais.

      Responder

  • Raul disse em 29/07/2011 | 04:47.

    Oxente… não entendi a sua lógia… E se os gays forem filhos de uma parcela de apenas 15% dos opinantes, e estes, juntos com mais 30% que não possuem filhos gays formarem os 45% que são favoráveis?

    Responder

  • Cecília Belém disse em 29/07/2011 | 04:50.

    É engraçado que boa parte da população livre também era contra a abolição dos negros.

    Tomara que algum dia a sociedade tome vergonha e entenda que todos tem os mesmo direitos. u.u’

    Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:11.

      “contra a abolição dos negros”

      WAT

      Responder

      • Rick disse em 29/07/2011 | 08:07.

        Ainda bem que a população era contra a “abolição dos negros” senão não ia sobrar um… #PUTZ!

        Responder

  • Léo disse em 29/07/2011 | 04:51.

    A cabeça de muitos brasileiros ainda é muito atrasada, quando compreenderem que a questão da homossexualidade se trata de uma condição, e não de uma opção, acho que as coisas vão começar a mudar…

    Responder

  • Emily disse em 29/07/2011 | 04:57.

    Acho isso uma puta hipocrisia, todos vivem dizendo que devemos ser nós mesmo, mas quando surge algo diferente eles começam a julgar. Quem é gay nasce gay e nada pode mudar isso, não é proibindo o casamento gay que ira diminuir o homossexualismo, só estará fazendo milhões de pessoas viverem de forma infeliz.
    Apoio totalmente o casamento gay.

    Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:11.

      “Quem é gay nasce gay e nada pode mudar isso”

      Há controvérsias. Na verdade, nenhum cientista afirmou isso e há estudos bastantes que defendem o contrário. Mas isso não é argumento para proibir união estável de homossexuais.

      Responder

  • Filipe disse em 29/07/2011 | 05:14.

    É algo desnatural, contra a natureza humana. Se tem atração pelo mesmo sexo, toma hormonio po…. É a minha opinião, não sou obrigado a gostar de homosexuais e nem apoiá-los. Se quiser me chamar de homofóbico, chame, mas o direito de expressar minha opinião nenhum tribunal, nem gay e nem lésbica vai tirar!!

    Responder

    • Laís disse em 29/07/2011 | 05:33.

      N sabia q os gays tem problemas hormonais. Quer dizer q o cara q é gay, se quiser virar o machão, basta tomar umas doses de testosterona e já está “curado“? O mesmo para as lésbicas? Tomam estrogênio e está tudo ok?

      Responder

    • JAQUE disse em 29/07/2011 | 05:38.

      não, você não é obrigado a gostar de homossexuais, nem de apoiá-los. A sua única obrigação é aceitar as diferenças, e respeitar.

      Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:09.

      “Se tem atração pelo mesmo sexo, toma hormonio ”

      Uau, como você não ganhou um Nobel da Medicina ainda.

      Não foi uma pergunta

      Responder

      • Filipe disse em 29/07/2011 | 06:38.

        Não sei se o problema eh a Porr* do Hormônio, mas existe tratamento.

        Responder

    • Rocca Siffredi disse em 29/07/2011 | 09:18.

      “É algo desnatural, contra a natureza humana. Se tem atração pelo mesmo sexo, toma hormonio po…. ”

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Filipe, és um Jênio (com j mesmo).

      Responder

    • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 11:02.

      Qual é a natureza humana?

      Há muito tempo, estamos todos querendo saber e, talvez, você possa ter essa resposta.

      Responder

      • Filipe disse em 01/08/2011 | 08:59.

        Todos falsos Moralistas. Pena.

        Responder

  • Alex disse em 29/07/2011 | 05:35.

    Ah morre viado!

    Responder

  • JAQUE disse em 29/07/2011 | 05:36.

    Se a maioria pensasse diferente; no sentido de ser a favor da união homossexual, da adoção de crianças poes estes casais, não haveriam tantas crianças sem família…

    é ridículo pensar que no Brasil, onde existe tantas diferenças culturais, ainda exista algum preconceito em relação ao homossexualismo; o que que tem pessoas???? todo mundo quer ser feliz! as pessoas querem encontrar sua alma-gêmea ou algo assim… não é porque legalizaram a união homossexual que todo mundo vai “virar” gay… a legalização da união estável entre homossexuais apenas viabiliza a eles alguns direitos, e oficializa a união; q antes era uma batalha judiciária para conseguir…

    e esse exemplo da ilha; ridículo; vi um padre usando este mesmo exemplo na tv esses dias (produza seus argumentos, seu larápio de sermões de padre).

    Responder

    • kasko disse em 29/07/2011 | 05:47.

      E o que impede de uma pessoa solteira ou um casal hetero de adotar uma criança também???
      Argumento totalmente falho esse seu Jaque, casais homossexuais de forma geral, procuram inseminação artificial. O índice de adoção por esse tipo de casais é muito baixo para acabar com o problema dessas crianças. E, nesse caso entra outra questão. Como é que ficam a cabeça dessas crianças em relação aos outros amiguinhos da escola?
      Enquanto houver preconceitos, sempre haverá esses tipos de problemas…

      Responder

      • JAQUE disse em 29/07/2011 | 05:54.

        nada impede; mas mesmo assim, existem muitas crianças que não sao adotadas ainda; como existem muitos casais heteros que não conseguem adotar; (por conta de burocracia) e enquanto isso as crianças vão crescendo, e os casais vão perdendo interesse nelas; pois este tem preferencia por bebês e etc.

        eu trabalho com adoção; vejo muito isso; casais homossexuais tentando adotar crianças já grandes (3,4 anos) e não conseguem, (talvez agora consiga, com a mudançã de entendimento do STF, mas ainda tem a burocracia)…

        e, qndo vc se perguntar como fica a cabeça destas crianças; pense primeiro; o que é pior, o que é mais importante; uma criança crescer sem família, sem boa educação, ou crescer num lar homossexual? (sabe aquela balancinha da Deusa da justiça, é pra pesar isso!!!)

        Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 05:54.

      Esse argumento é fraco mesmo. Casais homossexuais adotando crianças vai resolver todos os problemas das crianças brasileiras? Não vai.

      Mas isso não é argumento para a proibição. Cada casal é um casal. Não acho que o fato de ser homossexual deva ser impeditivo. Um casal normal (sim, normal, do jeito que a gente está acostumado, homem e mulher, não se ofendam, boiolas) passa por uma série de avaliações antes de poder adotar uma criança. Os casais homossexuais, se pudessem adotar, irão passar por essas avaliações também.

      Responder

  • anonimo disse em 29/07/2011 | 05:38.

    flávio cada vez mais infeliz com seus comentários…
    Se deixa levar pela “modinha” e não tem uma opnião sobre nada,

    a opção sexual das pessoas não tem nada a ver com a opção dos seus ascendentes…

    que idiota ” …todos os gays foram feitos por estes heterossexuais, que são contra .. ” o cara pq tem um filho homosexual não pode ficar contra isso? vc eh retardado??

    homosexualismo é doença (algum tipo de disfunção hormonal) sei lah, isso não é normal …
    todos deviam ver isso como doença…

    eu sou pai o que vou falar para o meu filho qndo ele vir 2 homens se “pegando” no meio da rua o que vou ensinar para ele??????

    bom minha opnião né isso aqui eh um blog onde são postados comentários eu fiz minha parte

    Responder

    • JAQUE disse em 29/07/2011 | 05:49.

      qndo seu filho ver 2 homens de pegando; vc explica a ele que existe isso; e fale que vc não aprova; e explique sua opinião a ele.

      ele vai ver muito disso ao longo da vida; e é melhor que vc explique o que é, e o porque q você não aprova; do que um dia ele descobrir pela TV, ou pelos amigos, e culpar vc, um dia, pq vc não explicou a ele o que era isso…

      Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 05:50.

      Então você é contra a união de homossexuais que, diga-se, não têm nada a ver com a sua vida nem com a vida do seu filho, porque, se eu entendi corretamente, você não saberia explicar para seu filho porque os dois homens estão se pegando.

      Cada um devia cuidar da sua vida e do seu cu. Para que cuidar do cu dos outros. Agora, se você não consegue conversar com seu filho sobre esses assuntos, como sexualidade e respeito ao próximo, você não deve ser o pai do ano.

      Responder

      • anonimo disse em 29/07/2011 | 06:59.

        bom q vc sabe interpretar um comentario,

        em q momento eu disse q nao saberia explicar o que ele estaria vendo ?

        e ninguem mais deve comentar pq nós não estariamos cuidando de nossas vidas?
        então por favor fechem os comentários, otário.

        Responder

      • anonimo disse em 29/07/2011 | 07:00.

        a questão não eh como eu me identifiquei e sim o assunto abordado

        e vc novamente sem opnião,

        eu fiz a minha vc não fez a sua.

        Responder

    • Anderson C. disse em 30/07/2011 | 06:21.

      Para o anônimo:
      O que se entende por “o que vou falar para o meu filho…”?
      Se vc não sabe o que vai falar pro seu filho então VOCÊ NÃO SABE O QUE EXPLICAR certo?
      A Jaque tá mais que certa em explicar a sua opinião sobre o tema…
      E outra… se duvidarmos, a internet tá mais na vida das crianças do que a TV…
      Há inúmeros garotos de 12 a 17 anos vivem grudados nas salas de bate papo da vida procurando garotos da mesma idade ou homens mais velhos…
      Acredito que se os pais não instruírem seus filhos o quanto antes, vai ser dessa forma que eles saberão sobre sexo…
      É por essa vergonha embutida em tantos pais que os filhos acabam tendo que ficar “no armário” por tanto tempo.

      Responder

  • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 05:43.

    Malditos crentes irão dominar nosso país assim como muçulmanos dominarão a Inglaterra.

    Responder

    • kasko disse em 29/07/2011 | 05:54.

      Errado!!! Os mulçumanos ou islamicos irão dominar o mundo!!!
      Pela filosofia do cristianismo (católicos, protestantes, evangélicos e etc), que prega a castidade e a monogamia a tendência é cada vez mais nascer uma quantidade menor de pessoas que tendem a seguir essa religião.
      Por outro lado, as religiões islâmicas ou muçulmanas de forma geral não tem esse tipo de restrição em relação ao monogamismo e, a quantidade de pessoas que nascem a cada ano com tendência a seguir essa religião são muito maiores. Basta ver as estatísticas de porcentagem de crescimento de cada religião.
      Quer dizer, irão dominar o mundo se não se matarem antes né?

      Responder

      • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 05:59.

        Os chineses só podem ter um filho.

        O mundo é 1/6 chinês.

        Seu argumento é inválido.

        Mas a Europa enfrenta um grave problema que começou com as políticas de incentivo ao multiculturalismo e à imigração. Citei a Inglaterra porque lá já existem tribunais que aplicam a sharia e nesta semana, um grupo de radicais muçulmanos espalhou por East London cartazes com os dizeres “Sharia Law Zone”. O trem tá feio lá. O David Cameron já falou que o multiculturalismo falhou e que os imigrantes deveriam abraçar a cultura inglesa, não o contrário.

        Responder

      • kasko disse em 29/07/2011 | 06:18.

        Pois é, são 1/6 da população mas a tendência é diminuir essa proporção. Isso é matemática simples. No caso dos chineses, a religião predominante é o budismo e lá na China não chega a ser 1/3 da população.
        Concordo que o problema na europa é bem mais embaixo e que, essa medida é justamente para tentar frear esse crescimento ou tentar encontrar um ensinamento religioso mais homogêneo. Lá, o barril de pólvora tá aceso…

        Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:33.

      E não demora para estourar, na Inglaterra, como estourou na Noruega.

      Responder

  • FullHouse disse em 29/07/2011 | 05:55.

    Homossexualismo é algo bonito de se defender por parte dos denominados “modernos”, e de mente aberta, gente “evoluída”… Mas é algo que ninguém gostaria de ter em casa. Duvido (tenho certeza) que alguém gostaria de pegar seu filho pequeno brincando com o “pipiu” do amiguinho atrás do muro…ou a filha de 9 anos beijando na boca da amiguinha do colégio enquanto fazem o trabalho de casa em grupo…
    Eu, como pai que sou, tenho o DIREITO (alguém consegue entender e respeitar isso?) de criar meus filhos conforme eu bem entender, até mesmo ensinando que se EU, PAI DELES fosse gay, sequer eles teriam nascido.
    Mas agora tudo é homofobia, ou então, se alguém critica isso, é porque é da ala do “Bolsonaro”… balela!
    Respeito o seu direito de ser homossexual ou de defender esse grupo, mas não queira me obrigar a aceitar, aí sim eu te respeito também, blz? Direitos iguais! Não privilégios! Se seus pais não foram capazes de te dar uma criação com base no que é um família de verdade (a qual seria impossível de ser formada se seus pais e avós fossem gays), não queira se fazer de evoluído com essa conversa de que quem é retrógrado e ignorante somos nós, e não vocês, que acham normal homem enfiar coisas onde não devem e mulher comprar vibrador pra fazer papel de homem em outra mulher!

    Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:06.

      Sr. Fullhouse, não se preocupe. Ninguém a decisão do STF de entender válida a união estável entre homossexuais não proibiu que pais eduquem seus filhos. Não é homofobia você ensinar ao seu garotão que mulher é bom demais e que não aceita viado na família. Aliás, não diga isso a ele, adolescentes se rebelam contra a educação dos pais.

      É homofobia você xingar um viado de viado ou um preto de preto (vai entender…), mas você pode abrir mão de fazer isso, não pode?

      Você respeita o direito de alguém ser homossexual, mas não aceita. O que seria você aceitar? Aceitar uma rola na sua boca? Uma orgia gay na sua casa? Nunca entendi isso. Respeitar é só respeitar. Não precisa de ir na parada gay nem dar o cu para respeitar.

      Responder

      • kasko disse em 29/07/2011 | 06:14.

        Saulo Paulo,

        O que me deixa mais revoltado em relação ao seu comentário não nada relacionado a homofobia mas sim o tal xingar preto de preto. Se o cara usa uma camiseta escrita 100% Negro tá tudo beleza, mas se alguém usar uma camiseta 100% Branco, no Brasil é considerado racismo. Direitos iguais é para os fracos!!!
        E antes que alguém venha aqui me encher o saco, sou totalmente contra qualquer tipo de racismo. QUALQUER TIPO!!!

        Responder

      • FullHouse disse em 29/07/2011 | 06:17.

        Saulo, quando digo que respeito, não estou sendo hipócrita. Veja: se um grande amigo meu, que até então eu considero ser heterossexual, chega em mim e fala: virei gay! Continuará sendo meu amigo de qualquer forma, sairemos juntos, darei um forte abraço nele quando eu quiser, vai poder ser chamado de tio pelos meus filhos, sem qualquer problema. Isso foi uma opção dele, e ao contrário do que muitos dizem, não é doença e ele nem nasceu assim, isso é conversa fiada. Entretanto, deixará de ser meu amigo a partir do momento em que eu pegá-lo tentando ensinar meus filhos algo que eu sou contra, assim como eu também faria se o pegasse dizendo que macho só é macho se bater na mulher se ela fizer algo de errado, ou se “sair da linha”, etc.
        O que não respeito é essa tentativa forçada de determinados homossexuais, representados por uma mídia barata, de querer não direitos iguais, mas privilégios, como cotas para homossexuais, ensino homossexual nas escolas etc.
        E sim, quero ter o orgulho se dizer pro meu filhão que espero que ele passe o rodo na mulherada. Isso é inerente, e sempre foi (na minha humilde opinião) ao homem (do sexo masculino). Eu não vou mudar a história! Do mesmo modo, quero e muito (acredite ou não) que minha filha conheça vários homens até escolher aquele que mais lhe agrada, que lhe dê prazer na cama, que possa lhe dar muitos filhos e que possam seguir em frente no propósito de construírem uma familia LEGITIMA, que como eu disse, não poderia ser constituída caso EU, pai deles, fosse gay.
        E pelo seu palavriado, você não é homossexual, é viado, o que eu NÃO RESPEITO! Blz?

        Responder

      • Igor Camilo disse em 29/07/2011 | 06:40.

        Acho muito engraçado heterossexuais afirmando com toda a certeza que isso é uma escolha. FullHouse, eu não sei como foi que vc escolheu gostar de mulheres, mas eu não escolhi gostar de homens. Os mesmos tipos de sentimentos que vc tem por elas, eu tenho por eles. É tão difícil de entender?

        Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:30.

      Fullhouse,

      eu não sou homossexual, não, pera lá! Eu quero mais é que gays se fodam lá entre eles, e casem, se quiserem. Eu também quero que meu filho seja pegador das gatinha e dificilmente gostaria de que ele fosse sugador de caralhos.

      Mas, ei, assim como eu não gostaria de ver minha filha, adulta, casar com uma mulher, eu não posso impedi-la.

      “deixará de ser meu amigo a partir do momento em que eu pegá-lo tentando ensinar meus filhos algo que eu sou contra, assim como eu também faria se o pegasse dizendo que macho só é macho se bater na mulher se ela fizer algo de errado, ou se “sair da linha”, etc.”

      Então não se preocupe porque, assim como você não é obrigado a deixar um testemunha de jeová converter seu filho, você não é e nem será obrigado a deixar seu amigo pederasta influenciar a sexualidade dele.

      Concordo que a “mídia” (odeio essa palavra) força a homossexualidade garganta abaixo e que alguns homossexuais políticos querem instaurar uma “dita-dura do arco iris” no país.

      Mas, fora isso, porque não deixar que a união de homossexuais tenha reflexos legais? Liberar casamento gay é só para isso. Não é para deixar seu filho viado.

      Responder

      • FullHouse disse em 29/07/2011 | 06:42.

        rsrsrsrs Desculpa aí então se ofendi!
        Mas olha só. Em momento algum eu disse que sou contra o casamento gay. Sou advogado, conheço alguma coisinha aqui e outra ali sobre lei, mas independente disso, sou a favor sim de direitos iguais. Se ali há uma nítida união, bem estável por sinal, como querer fugir disso? Concordo quando diz que o fato de autorizarem o casamento gay, por si só, não vai fazer meu filho de tornar gay.
        Mas o que ocorre hoje no Brasil é o que o nobre colega aqui, autor do blog, foi infeliz em também fazer. Na tentativa de exigir o tal “respeito”, implicitamente chama de ignorante ou “não tão evoluído quanto ele” aqueles que são contra a ideia que defende.
        Cara, querendo ou não, moramos em um pais em que, segundo mostra a pesquisa, mais da metade é contra. O que eu posso fazer contra isso? Nada! Eu também não gosto da Dilma, votei em outro. Mas fazer o que? Pôxa! Tem que respeitar quem não pensa igual a você também, blz? (não to citando vc, precisamente).
        Mas sei lá, agora chega. Vou curtir meu fds, e esse blog aqui já encheu (já foi bom, mas agora encheu). Cheio de “mimimi” pseudo-intelectual e bla bla bla. Fui! Bom final de semana a todos, homos, héteros, bis, tris, pretos, brancos, pra galera toda!

        Responder

  • João Pedro Martins disse em 29/07/2011 | 05:56.

    Como alguem pode ser a favor de tal coisa quando Deus deixou bem clara sua opinião sobre homosexuais? Veja Levítico 20:13 Se um homem dormir com outro homem, como se fosse mulher, ambos cometerão uma coisa abominável. Serão punidos de morte e levarão a sua culpa.

    Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:07.

      Troll.

      5/10 porque alguém vai cair.

      Responder

    • Kleycianno disse em 30/07/2011 | 06:35.

      AH pqp… até agora NINGUÉM tinha colocado Deus no meio…
      Tem que ter um crente do c* quente mesmo…

      Responder

    • wjunior disse em 30/07/2011 | 10:12.

      Alguém gravou isso? Deus dizendo ? Tá no youtube?

      Responder

      • João Pedro Martins disse em 30/07/2011 | 03:26.

        Deus escreveu na biblia

        Responder

      • kitana_wins disse em 31/07/2011 | 12:20.

        Foi Deus quem escreveu a bíblia!?!??!?! Tô sabendo mais que os deístas sobre religião! heheeheheh SANTA IGNORÂNCIA, rogai por nós!

        Responder

      • João Pedro Martins disse em 31/07/2011 | 04:31.

        mulheres antes de falar qualquer coisa vocês devem saber qual o seu lugar perante a Deus!!! E a palavra de Deus é clara sobre o assunto, como pode ser visto nos versos a seguir:

        1 Timóteo 2:11-13 A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.

        1 Coríntios 11:3 Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo.

        Portanto, mulheres, antes de escrever sobre assuntos que pouco entendem e pecar contra a palavra do Senhor, vocês devem consultar seus homens e maridos.

        1 Coríntios 14:35 E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos.

        Responder

    • letícia disse em 31/07/2011 | 09:09.

      PQP , sempre tem um fanatico religioso q acha q td na Biblia esta escrito como lei , a Biblia foi escrita por gnt crente em Deus, blz, mas as partes foram selecionadas por um imperador romano nao catolico q qria manipular as pessoas. Posso nao saber td , mas nao é pelo fato d ser mulher, pq pelo q vi sou mas inteligente q voce. Ta ai um q vai acabar solteiro ou vai bater em mulher usano Deus cmo desculpa. TENHO PENA DE VOCE

      Responder

      • João Pedro Martins disse em 31/07/2011 | 10:20.

        Mulheres não são mais inteligentes que os homens. Em 2 Timóteo 3:6 Deus diz que as mulheres são tolas e facilmente induzidos em erro.

        Deus também diz que as mulheres devem se submeter aos homens, em 1 Coríntios 11:9 Jesus disse que a única razão para qual Deus criou as mulheres foi para fornecer companhia e servir aos homens, assim como Deus determinou (em Gênesis 2:18-22) que os homens viveriam solitários e sozinhos, então ele criou mulheres puramente para fazer companhia e servir as necessidades dos homens. As mulheres são, portanto, completamente subordinadas aos homens (1 Coríntios 11:3).

        Por fim, devo acrescentar que eu não possuo motivos para bater em minha mulher, pois ela está ciente de sua posição inferior e não jorra ameaças e nem ofende o Senhor como uma Lésbica degenerada.

        Responder

  • Bebeto disse em 29/07/2011 | 06:09.

    Eu ja disse q a proxima guerra vai ser Heteros X Homo…a liberdade q ta rolando com os gays começa a incomodar os heteros..pode tirar um print..pq uma hora vai acontecer,

    Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:21.

      Boa.

      Nos livros de história, qual será o nome dessa guerra?

      Responder

      • kasko disse em 29/07/2011 | 06:27.

        A guerra do pompom!!! Ou seria a guerra da purpurina…

        Responder

      • troll disse em 31/07/2011 | 05:20.

        essa guerra ja aconteceu… foi guerra dos farrapos em que os gauchos (gays) queriam se separar do resto do Brasil para formar uma nação homosexual (igual ao URuGuAY)

        Responder

  • Emily disse em 29/07/2011 | 06:17.

    Eu não entendo o porque de alguns homofóbicos terem a paciência de baterem em um gay, ou qualquer outro tipo de protesto contra o homossexualismo com tanta coisa mais importante acontecendo. Eu respeito os homofóbicos que expressão sua opinião, porque ninguém é obrigado a gostar de nada, mas que tenham em mente que os gays também podem expressar a opinião deles. Porque quem bate em gay já um imbecil pra mim.
    Agora em relação a ter filhos, isso vai da cabeça de cada pessoa, não é porque a pessoa é gay que ela não vai querer ter um filho e ter uma família. Conheço héteros que não pretendem ter filhos, outros ja até fizeram cirurgias para não poderem ter filhos. Não é porque os gays podem se casar que a humanidade vá sumir, sempre existira héteros, sempre existira inseminação artificial e a humanidade vai continuar.

    Responder

  • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:19.

    Parece que os que são contra pensam:

    1- se legalizar casamento homossexual, o mundo vai virar gay e a espécie humana vai entrar em extinção;
    2- se legalizar casamento homossexual, seus filhos serão automaticamente gays depois de verem outros gays;
    3- se legalizar casamento homossexual, alguma coisa na vida deles (dos que são contra) irá mudar;
    4- se legalizar casamento homossexual, haverão mais gays;
    5- se continuar proibido, não existirão casais gays.

    Responder

    • Marina disse em 30/07/2011 | 12:31.

      asuhUSAUHASUHSA! Acho que é isso mesmo que algumas pessoas pensam!

      Responder

    • letícia disse em 31/07/2011 | 09:11.

      Entao me explica como q existiam gays msm qnd era proibido ?

      Responder

    • Régis disse em 08/08/2011 | 04:53.

      Hahaahaha! Pior q devem pensar isso mesmo, é a única explicação!

      Responder

  • Victor disse em 29/07/2011 | 06:31.

    Não há nada de controverso em heterossexuais serem contra casamento gay. Pessoas só podem ser geradas por gametas masculinos e femininos, mas o que isso tem haver com a opnião das pessoas?

    Responder

    • Régis disse em 08/08/2011 | 04:55.

      Ninguém aqui tá falando de reprodução, o assunto é casamento legal! Reprodução é oooooooutra coisa, amigo ;) As pessoas não se casam só pra se reproduzir, se casam pq se amam!

      Responder

  • Elcio disse em 29/07/2011 | 06:32.

    Procurem no Youtube: pastor barbicha diz: PARE DE SER VIADO.
    O vídeo é divertido para alguns. Eu dou risada de cair da cadeira. O pastor barbicha é um figura que perambula aqui pelo centrão de Sampa. É perseguido pelo discurso homofóbico. Tem até quem faça BO na polícia contra ele.
    Esclarecendo: não sou evangélico e não sou gay. Só queria msotrar o pastor barbicha.

    Responder

    • Saulo Paulo disse em 29/07/2011 | 06:35.

      Pois é. Não acho que discurso filosófico ou religioso possa ser enquadrado como homofobia. Esse é um problema legal interessante.

      Responder

      • Elcio disse em 29/07/2011 | 06:42.

        Muitíssimo interessante. É uma questão de amadurecimento da liberdade de expressão, que no Brasil anda meio atacada e pouco compreendida. Eu não tenho nada contra gays e nada contra o pastor barbicha. Dou risada com ele, com o jeitão dele, mas defendo o direito dele dizer o que pensa.

        Responder

  • Alexandre disse em 29/07/2011 | 06:37.

    Você é contra a união homoafetiva? Não se case com ninguém do mesmo sexo.
    Você é contra a legalização das drogas? Não use-as.
    Você é contra o aborto? Não faça um aborto.
    Você não gosta que seus direitos sejam tirados de você, então não tire o direito dos outros.
    Nada disso muda a sua vida, a não ser que você deixe sua vida mudar por isso, aí é outra história e você não tem moral nenhuma de ser preconceituoso a respeito disso.
    Cada um vive a vida como quer.

    Responder

    • Régis disse em 08/08/2011 | 04:56.

      Falou tudo!

      Responder

  • Mateus disse em 29/07/2011 | 06:37.

    55% dos brasileiros são contra…
    logo 45% são a favor ou neutros
    cerca de 20% da população é gay, mais ou menos isso…

    logo eles podem ter vindo dos 45% que são a favor ou neutros..

    Durma com esse barulho!
    Huaheaueah

    Responder

  • Jão disse em 29/07/2011 | 06:43.

    A Humanidade perdeu todo o senso moral e de limites! Cada um faz da sua vida o que quer. O Problema eh a TV por exemplo em pleno horário nobre colocar beijo gay e união homosexual como normal. Há 20 anos, quando praticamente todos tinham repulsa ao homosexualismo, as pessoas eram infelizes? Ser homosexual não é sinônimo de Felicidade. Fazer o Certo eh.

    Responder

    • Régis disse em 08/08/2011 | 04:58.

      Cara, ninguém tá querendo que você se torne homossexual (mesmo pq ninguém “vira” homossexual, no máximo assume)! As pessoas só querem serem tratadas como iguais, terem os mesmos direitos que os outros. Será q isso é pedir demais? Casar é um direito heterossexual e deve ser um direito homossexual também!

      Responder

  • Giovani Kohlrausch disse em 29/07/2011 | 06:44.

    Sou contra o homossexualismo e tudo que o envolve pelo simples motivo: ODEIO minoria retardada metida a gran cosa achando que tem mais direitos.

    A viadagem toda pedindo a aprovação do “casamento” (coisa que é IMPOSSÍVEL entre pessoas do mesmo sexo) enquanto leis muito mais importantes que o direito de dar o cu ficam para trás devido a essa palhaçada virar moda.

    Me considero homofóbico sim. Não aceito homens ou mulheres se pegando na rua. Não é nesse ambiente que quero criar meus filhos.

    Gays querem ter mais direito que heteros. O único direito que vocês tem é de dar o cu e não reclamar.

    Responder

    • Jão disse em 29/07/2011 | 06:47.

      Concordo… Tantas leis muito, mas muito mais importantes a serem levadas em conta e o “Casamento Gay” é o mais comentado… PQP!

      Responder

    • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 10:54.

      Talvez, se te impedissem de comer um cu sendo casado ou te julgassem a toda hora pelo que você faz, você, também, iria querer lutar por isso, não é?

      Eles não estão querendo MAIS direitos. Eles querem os mesmos direitos.

      Eu acho de extrema importância pensar nesse tipo lei, já que envolve o bem estar de pessoas que fazem parte da mesma sociedade que você. Embora, eu ache que respeito poderia ser algo que não necessitasse de leis para acontecer.

      Responder

      • Ruan disse em 03/08/2011 | 09:52.

        Não concordo e concordo, ninguém me impede de dar meu ânus, cu, blá blá blá.

        Responder

    • Kleycianno disse em 30/07/2011 | 06:48.

      Duvido que o Sr. sendo homem não ache “interessante” o apelo entre 2 mulheres, DUVIDO! Pode não curtir na rua mas num filme pornô deve curtir…rs

      Responder

    • wjunior disse em 30/07/2011 | 10:17.

      “Não é esse ambiente que quero criar meus filhos” , porra então vai morar na Suíça!

      Responder

      • Alfredo Groisman disse em 01/08/2011 | 09:10.

        Deus criou Adão e Eva. E o propósito de Homem e Mulher ficarem juntos nunca mudou. O Problema é que simples seres humanos acham que podem viver sem Deus e por isso, leis humanas como essas entram em vigor. Mas, na hora certa, vcs vão saber ver com seus próprios olhos toda essa verdade vir a tona. Só espero que não seja tarde demais pra muitos de vocês.

        Responder

  • Giovani Kohlrausch disse em 29/07/2011 | 06:46.

    Que beleza! E onde entra a democracia?

    Brasil: Um país de todos os gays.

    Responder

  • Emily disse em 29/07/2011 | 06:49.

    Quando as pessoas veem um casal hétero se beijando na rua elas não dizem nada, mas quando é um casal homossexual já motivo pra escândalo. Duas pessoas do mesmo sexo podem ser felizes juntas, podem viver em paz como qualquer pessoa normal. Não estou dizendo que todo gay esta certo, acho muito ridículos aqueles viadinhos que gostam de chamar atenção, mas apoio totalmente aquele que realmente é gay, gosta do mesmo sexo e quer viver sua vida em paz. Toda pessoa tem direito de sair na rua sem medo de apanhar por não ter medo dessa porra de sociedade.

    Responder

    • Giovani Kohlrausch disse em 29/07/2011 | 06:55.

      Eu faço parte dessa parcela que é contra.

      Não por mim, mas pelas crianças que veem isso.

      Acho que ninguém deve ser “educado a ser gay”. Nossa sociedade não se resume a “heteros e gays” em fifty-fifty. Não é uma escolha de “Sim” ou “Não”, tal como os gays querem transformar.

      Ser gay não é normal, mas também não é proibido. Entendam!

      Responder

      • Emily disse em 29/07/2011 | 07:01.

        Eu entendo a sua opinião. Entende a preocupação com as crianças que estão por vir, acho que cada pai tem o direito de educar o filho do modo que quiser, apenas não acho justo incentivar o filho a achar que o homossexualismo é repulsivo. Não gosta de gays ? ótimo, os em ensine que isso é errado e que se deve manter distancia, não que se deve bater ou ridicularizar isso. Opiniões são diferentes e devem ser respeitadas

        Responder

      • Igor Camilo disse em 29/07/2011 | 07:01.

        Haha, cada coisa que a gente lê pela internet…

        Responder

      • joao carlos disse em 29/07/2011 | 07:25.

        Giovani, nao quer q seus filhos vejam gays se beijando? nao crie eles aqui, fuja para as colinas q la vc vai criar seus filhos tranquilamente
        Eu nao to nem aí para idiotas q nem vc, sempre q posso e quero eu demonstro amor a pessoa q está comigo, q eu tanto amo!!!

        Responder

      • Emily disse em 29/07/2011 | 07:32.

        Eu não tenho vergonha de demonstrar o meu amor, não estou fazendo nada contra ninguem, apenas cuidando da minha vida. Amo minha namorada e somos pessoas normais do dia-a-dia, não chamamos atenção, nos vestimos como qualquer garota, e apenas gostamos de ficar juntas, agora me diz, onde é que eu to prejudicando alguém ?

        Responder

      • Kleycianno disse em 30/07/2011 | 07:04.

        Emily,
        ENSINAR QUE É ERRADO?
        Peralá… infelizmente os heteros nunca viram uma criança crescer numa família completamente hetero mas se comportando como se fosse de outro sexo né?
        E eu não estou falando da mídia inlfuenciar isso… estou falando de uma criança que ainda não frequenta a escola e que é educada tão e somente com canais educativos que ainda existem e que em momento algum incitam qualquer tipo de referência tanto ao honmosexualismo, violência, palavreado xulo, drogas etc…
        O que dizer dessa criança que já apresenta comportamento que vcs heteros definem como errado ou contrário?
        Este garoto já está se comportando como garota ou vice-versa, sem ter influência alguma da familia (já que não existe nenhum homosexual) e nem da TV ou qualquer outro meio de comunicação…
        Esse garoto com comportamento feminino ou garota com comportamento masculino NASCEU assim… não dá pra saber nos primeiros meses de vida se alguém vai ser hetero ou não.
        E na boa… eu torço com muita vontade pra alguém que tenha uma familia 100% hetero (pelo menos até onde se pode ver né, pq bater no peito pra falar que é hetero e na calada da noite entrar em chats de bate papo pra caçar homem é bem mais facil) tenha uma criança que já na tenra idade comece a demonstrar que será um futuro homosexual…
        E qdo eu digo tenra idade é 3, 4 anos…
        Bom, qdo eu me referi a heteros que se dizem heteros não me referi a ninguém daqui mas se a carapuça servir, ótimo…

        Responder

    • Giovani Kohlrausch disse em 29/07/2011 | 07:53.

      joao carlos

      Verdade. Você, bichinha democrática, tem todo o direito de repugnar meu ato de expressar minha opinião e eu não tenho o direito de repugnar a sua. Foi mal. Não manjo muito dessa constituição.

      Emily

      Concordo parcialmente contigo. Minha melhor amiga é lésbica, tal como você, e não tenho problemas com isso. Respeito sua opinião. Só não pretendo ver meus kohlzinhos decidindo entre sim e não. Educação hetero. Não vejo erro nenhum nisso.

      Responder

      • Jão disse em 01/08/2011 | 09:14.

        Kleycianno, vc quer defender, mas esta tratando o homosexualismo como uma doença.

        Responder

  • blackholesun disse em 29/07/2011 | 07:05.

    ” Ser homossexual é anti-natural”
    ….
    é verdade…
    mas e daí? o mundo vai acabar? se olhar a sua volta, o modo como vivemos é totalmente anti-natural também…

    Responder

  • Elcio disse em 29/07/2011 | 07:05.

    Questão importante a ser demonstrada é que o STF passou por cima de texto claríssimo da Constituição, que diz que o amparo familiar legal deve ser estabelecido “entre o homem e a mulher”. A Constituição é um pacto social que não pode ser aviltado, muito menos por quem tem o dever de protegê-lo, Os movimentos e lideranças gays deveriam ter caminhado pela via “legislativa”, e não judicial. O STF, assustadoramente, usurpou de um poder que não possui e lançou fora princípios básicos da democracia. Se promovessem uma alteração do texto constitucional via legislativo, eu aceitaria. Não tenho nada contra gays.

    Responder

    • Masterson disse em 30/07/2011 | 02:01.

      Concordo contigo Elcio, mas veja onde está o problema: políticos não sabem fazer nada melhor do que política, ou seja, o judiciário decide que os gays têm o direito de se casar e quem é o louco na câmara ou no senado que vai se manifestar contra isso? Ninguém vai querer por a cara a tapa pra ganhar uma considerável parcela da população contra ele, não quando a condição dele é justamente ter o apoio do povo, ainda mais com um assunto tão em voga quanto este. Acredito piamente que existe um monte de políticos contra, mas estando lá vc dificilmente pode dizer o que pensa, e sim o que a maioria da população deseja ouvir. Política meu caro, simples política.

      Responder

      • Paula Campos disse em 30/07/2011 | 04:10.

        Democracia passou longe, hein, meu caro Masterson?

        “vc dificilmente pode dizer o que pensa, e sim o que a maioria da população deseja ouvir”

        Tá querendo o que? Ditadura?

        Responder

      • Masterson disse em 30/07/2011 | 01:58.

        Paula, se vc fosse tão inteligente quanto pensa que é teria entendido o que eu quis dizer. Quem falou em ditadura? Eu apenas disse o que ocorre na realidade, político faz política, nem sempre é interessante para ele dizer o que pensa. Entendeu? Quer que eu desenhe?

        Responder

      • Paula Campos disse em 30/07/2011 | 11:33.

        Masterson, se você fosse tão inteligente quanto pensa ser não teria dito nada do que disse.

        Um político pode até dizer o que pensa, mas não pode fazer tudo que pensa. Políticos, aqui, no Brasil, e em qualquer país democrático, são uma REPRESENTAÇÃO de toda a gente. Foram eleitos, lembra disso?

        Responder

      • Masterson disse em 31/07/2011 | 02:14.

        Por algum acaso eu disse que ele não pode dizer o que pensa? Eu disse isso? Responda. Primeiro me responda e depois a gente volta a conversar sobre isso, já vi que as drogas tão afetando seu cérebro.

        Responder

      • Paula Campos disse em 01/08/2011 | 10:56.

        “Acredito piamente que existe um monte de políticos contra, mas estando lá vc dificilmente pode dizer o que pensa, e sim o que a maioria da população deseja ouvir. Política meu caro, simples política.”

        Responder

      • Masterson disse em 01/08/2011 | 11:45.

        Paula minha querida, não pode dizer no sentido de que não é interessante, que se ele disser o que pensa pode arrumar confusão e perder eleitores, não no sentido de que é literalmente proibido. Ficou claro agora?

        Responder

    • Paula Campos disse em 30/07/2011 | 04:12.

      Ah, mas eu espero que, logo, ocorra essa alteração na constituição (e, olhe, não vai demorar!) para que as pessoas parem de colocar um lapso de um papel antiquado na frente do bem-estar das pessoas.

      Responder

      • Elcio disse em 30/07/2011 | 07:03.

        Lapso de papel antiquado??????

        Responder

      • Giovani Kohlrausch disse em 30/07/2011 | 11:24.

        HAHAHAHAHA

        90% das pessoas aqui me mandando morar na Suiça pq não quero viver no meio dos gays e vc vem chamar a CONSTITUIÇÃO NACIONAL de “um lapso de um papel antiquado”?

        Foi mal aí, moderninha. Vai morar em Jupiter.

        Responder

      • Paula Campos disse em 30/07/2011 | 11:34.

        Sim.

        Essa parte da Constituição não condiz – será que já o fez? – com a realidade atual.

        Responder

  • PROUD CHRISTIAN disse em 29/07/2011 | 07:13.

    SER GAY É CONTRA A NATUREZA

    FLW GALEAR AGR VO FAZE UM ANAL COM A MINIA MINA

    Responder

  • Atinel disse em 29/07/2011 | 07:14.

    O casamento gay vai contra a constituição federal, isso não existe.

    Responder

    • Giovani Kohlrausch disse em 29/07/2011 | 07:18.

      “Casamento” deriva do latim (?) “Casamentum”, que significa união entre um homem e uma mulher.

      Responder

      • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 10:58.

        Então, criemos outra palavra para que o respeito e a vontade possam existir em paz.

        Responder

      • Régis disse em 08/08/2011 | 05:03.

        Simples! É só mudar a palavra. Vc tá preocupado com a semântica ou com o ato em si? Pq se for o primeiro caso, recomendo reclamar com a Academia Brasileira de Letras, e não com o STF!

        Responder

  • Emily disse em 29/07/2011 | 07:18.

    E qual a solução então ? matar todos os gays ?

    Responder

  • dedé disse em 29/07/2011 | 07:20.

    PESQUISA MENTIROSA!! NINGUEM DO IBOPE ME PERGUNTOU NADA! OU SERA Q EU NÃO SOU BRASILEIRA???

    Responder

    • Giovani Kohlrausch disse em 29/07/2011 | 07:31.

      Vai dormir, retardada.

      Até parece que vc não sabe como funciona uma pesquisa.

      Responder

  • Elcio disse em 29/07/2011 | 07:31.

    Sempre esclarecendo, antes de tudo: não tenho absolutamente nada contra gays. Mas fica claro que os gays ganharam essa no grito, na força da militância midiática. O STF, receoso das patrulhas, cedeu. De certa forma, as lideranças gays merecem os parabéns. Mas foi atitude antidemocrática.

    Responder

    • Giovani Kohlrausch disse em 29/07/2011 | 07:42.

      Nossos filhos – gays, segundo a Biba Lamenza – estudarão sobre o “Golpe da Porpurina” nos livros de história.

      Responder

    • Régis disse em 08/08/2011 | 05:05.

      Ganharam no grito, como o Brasil colônia ganhou a independência no grito e como os negros ganharam a abolição da escravatura no grito também!

      Responder

  • Luiz disse em 29/07/2011 | 07:59.

    não gosto de gays, não por motivos religiosos (até porque sou ateu), mas acho nojento dois barbados se beijando.

    Responder

    • Marina disse em 30/07/2011 | 12:38.

      Só não olhar..kkkkk! é brincadeira cara!

      Responder

    • Kleycianno disse em 30/07/2011 | 07:14.

      Duas minas se beijando vc curte né?
      E se vc curte duas mulheres, pq inplicar com 2 homens?
      Duas lésbicas convictas tbem acham homens nojentos no que diz respeito ao sexo.
      E outra, não gosto de ver nas ruas nem heteros nem gays se beijando. Beijar como desmonstração de carinho é uma coisa… agora se agarrar na frete de meio mundo feito animais no cio (o que mtos heteros fazem) eu não concordo.
      E o mais engraçado é que as vezes só o ato de dois homens estarem de mãos dadas já faz o cara viajar no pensamento (acho meio gay a idéia de um amigo comentando com outro o que os gays que eles viram fazem entre 4 paredes não acha?)

      Responder

  • miguel moura disse em 29/07/2011 | 08:02.

    Bom… faz tempo que eu penso uma coisa:
    QUAL DIREITO QUE EU TENHO QUE UM GAY NÃO TEM???

    Por que um Gay tem que ter “políticas públicas” especiais? Só porque gosta de queimar a rosca???

    Ser gay tem relação direta com a pratica de sexo com pessoa do mesmo sexo, só isso! Agora estão tentando tornar os gays especiais, mas eles já gozam dos mesmos direitos de todas as pessoas. Porém a continuam falando em inclusão só porque optam por certas práticas sexuais, isto não é inclusão, querem é que as pessoas gostem do que eles fazem e aceitem, concordem, isto não é inclusão é auto-afirmação.

    Eu gosto de fazer sexo oral na minha namorada, nem por isso eu exijo políticas públicas para os chupadores de buc… eu também não jogo isto na cara dos outros, não conto pra todo mundo e não desfilo de tanga na rua fingindo que é uma parada pelo meu direito de lamber a perseguida.

    To começando a me sentir excluído porque sendo hetero não tem políticas públicas especiais para mim!

    Responder

    • Rocca Siffredi disse em 29/07/2011 | 09:28.

      Simples, torne-se um gay e goze de “políticas públicas” que você tanto alardeia.

      Responder

    • Elaine disse em 29/07/2011 | 10:07.

      Pense um pouco nesses asneiras que vc escreveu… As políticas publicas para minorias (gays, negros, mulheres) têm que existir sim, para garantir um direito que é dito universal…
      Se vc morar junto com alguem (nem estou falando de casamento religioso, pq na verdade os gays querem legitimar uma relação e não uma benção divina), os bens que vcs adquirirem serão de direito de um dos parceiros qdo o outro morrer… Para vc fazer um plano de saúde em família que é mais barato do que um plano de saúde para solteiro, vc tem que ter o registro civil dessa união…
      Para vc abrir uma conta conjunta, comprar um imóvel, etc, vc tb tem que ter o registro civil dessa união…

      É isso que os homossexuais querem é esse direito, o de poder adquirir bens com seu parceiro é um contrato que garanta o direito do parceiro ficar com os bens, ter pensão, etc, na acorrencia do falecimento do companheiro…

      Afff tanta asneira que vc colocou que é melhor vc ir como vc disse “chupar uma b… ” do que ficar berrando para o país o quão vc tem a mente pequena… se é que é só a mente..

      Responder

      • Tigron disse em 29/07/2011 | 10:52.

        Mulheres são minoria aonde mesmo?

        Responder

      • Giovani Kohlrausch disse em 30/07/2011 | 11:04.

        Leve em consideração a seguinte coisa: VOCÊ escolheu isso.

        É a mesma coisa que eu me mudar para o interior do Acre e exigir McDonald’s. Não dá.

        Você escolheu essa opção. Aceite isso como é.

        Responder

      • Elaine disse em 31/07/2011 | 11:41.

        Tigron, respondendo a vc, mulheres são consideradas minoria sim pelas polítcias publicas (não minoria numérica), pelo fato (não sei se vc sabe disso) de receberem até hj menores salarios (mesmo exercendo cargo igual ao dos homens)…
        Alguns direitos (como direito ao voto) também só foi concedido às mulheres no século XX, entao tudo isso conta a favor na hora de politicos revisarem os direitos das “minorias”…

        Responder

    • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 10:59.

      Só que você, Miguel, não apanha e nem é morto por gostar de fazer sexo oral em sua namorada.

      – ficadica -

      Responder

      • Giovani Kohlrausch disse em 30/07/2011 | 11:07.

        Ninguém tem o direito de fazer isso. É contra lei, de ambos os lados.

        Criar uma lei para defender gays é errado. Se isso acontecer, quero leis de defesas para nazistas, que sofrem preconceito de uma parte maior da sociedade.

        Responder

      • Paula Campos disse em 30/07/2011 | 11:53.

        Uai, Giovani…

        Vá lutar, então, pelos seu direito de defender os nazistas.

        Quem está te impedindo?

        Você pode se juntar com o Breivik, que tal?

        HEIL!

        Responder

  • mauro disse em 29/07/2011 | 08:07.

    meeeeeeeeeeeeeeeeeel vou volta pras fotos da casa bonita em 3d!!!!

    Responder

  • Anderson disse em 29/07/2011 | 08:10.

    Mio Dio! Quem diria que exatamente mais 5% seriam contra… mais umas campanhas anti homofobia e isso tá resolvido. Ou pelo menos mais 6% se tornam a favor.

    Responder

  • Cequela disse em 29/07/2011 | 08:11.

    ser gay não é doença… doente é quem pensa assim,
    eu sou contra o casamento gay, mas pode ser que eu tenha um filho gay futuramente
    não vou ser a favor da sua escolha, mas isso não quer diser que eu não o aceite como meu filho,
    então se eu amo alguem eu tenho que ser totalmente a favor de todos seus atos?

    Responder

  • kasko disse em 29/07/2011 | 09:03.

    Se o mundo é gay, eu sou de outro planeta, sou avatariano e gosto mesmo de buceta!!!

    Responder

  • rAFAEL disse em 29/07/2011 | 09:27.

    POLEMICO HAM?

    PROXIMO POST: ATEÍSMO.

    Responder

  • Elaine disse em 29/07/2011 | 10:01.

    Li um comentario de alguem dizendo que homossexualismo é contra a natureza… Entao é melhor vc investigar e estudar essa natureza, pq para seu conhecimento muitas espécies de animais se acasalam primeiramente com indivíduos do mesmo sexo, isso acontece muito entre símios e entre leões, aliás a iniciação sexual do leão é com outro leão e não com uma leoa… A relação sexual entre indivíduos do mesmo sexo existem em várias espécies.. Infelizmente o preconceito existe em somente uma: a humana… ah como somos “evoluídos”….

    Responder

  • Amanda OS disse em 29/07/2011 | 10:30.

    Um casal lúcido bota um filho no mundo. “Que maravilha, um menino”! Por q diabos esse MENINO vai querer viver como menina?? Se tornar uma menina?? Estar no lugar de uma menina??? Uma vez que a mulher foi feita pra completar o homem, e o homem pra completar a mulher. Coisa simples, facil e maravilhosa! Duvido q haja algo mais prazeroso q uma relação entre um casal. Casal pra mim somente homem e mulher! E eu dúvido, com todas as minhas forças, q um pai, uma mãe é completamente feliz de que ver o filho ou a filha se tornou homosexual. O q não significa q deixaram de amar. Mas, na hora de dormir… como é que fica???

    Responder

      • Elaine disse em 31/07/2011 | 11:34.

        Muito bem Paula, falou tudo…

        Quem deu o direito aos seres humanos de julgarem o jeito de esse ou aquele ser feliz????? Se cada um de nós cuidássemos de nossas vidas, respeitassemos o direito do outro de fazer da sua o que lhe convier, oq que lhe trouxer felicidade, não veríamos gays apanhando, sendo mortos……

        Responder

    • wjunior disse em 30/07/2011 | 10:10.

      Se meu filho/filha estiver feliz…eu fico feliz!

      Responder

  • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 11:46.

    O termo “homossexual”, aliás, é bem recente. Existe desde o século XIX, para vocês terem uma idéia de como as coisas mudam.

    A homossexualidade é encontrada em várias espécies de animais, não somente nos humanos. Será que teremos que contar para essas espécies que elas estão sendo “anti-natural” de acordo com o conceito (variável) de “natureza” que alguns homens insistem em utilizar para julgar comportamentos com os quais não concordam?

    “Sou contra porque não gosto de ver dois homens se beijando”: bom, isso não chega a ser um argumento. Falta, aí, uma premissa e, nesse caso, envolve uma questão de gostos. Porém, o chamado “gosto” é algo diretamente relacionado à cultura em que se vive. Você não gosta de ver dois homens se beijando porque, infelizmente, isso, ainda, não é comum. A infância é uma época importante para que aprendamos a lidar com as coisas e termos. Quanto mais restrita tiver sido a sua educação, menos apto você estará a mudanças. É aquela coisa, quanto mais se conhece, mais se quer conhecer.

    “Sou contra porque não quero criar meus filhos nesse ambiente”: Mais uma vez, não temos, aqui, um argumento completo. O “ambiente” não muda de acordo com a maneira com que você pretende criar seus filhos. Na minha sincera opinião – e estou, aqui, amparada por toda uma tradição filosófica -, é sempre melhor escolher a tolerância à intolerância, o respeito ao desrespeito, o conhecimento à ignorância e o amor ao ódio.

    O seu filho será uma pessoa que, como você, terá vontades e opiniões. Educá-lo para ser um “heterossexual” não irá fazê-lo desistir de ter experiências com pessoas do mesmo sexo – ou transgêneros ou com cavalos e árvores ou, mesmo, não fazer sexo – se ele quiser. Tratando o seu filho da maneira que você pretende irá, no máximo, causar transtornos: ele poderá se sentir constrangido perto de você caso queira manifestar vontades não-heterossexuais. Seu filho poderá deixar de fazer o que quer com medo de desagradá-lo e a não-manifestação dos desejos, mais uma vez, cria transtornos de alcances, por vezes, inimagináveis.

    Não vou falar de tudo que pode acontecer à uma criança quando ela tem suas vontades e pensamentos restringidos. Basta, apenas, dizer que, se ela não tiver uma educação libertária – no sentido de abrir os parâmetros -, poderá sofrer muito. É melhor sofrer por uma escolha do que por uma frustração.

    “Não sou a favor da adoção porque os filhos de pais homossexuais sofrerão”: Ok. Isso pode acontecer. Mas, me digam, os filhos não podem, também, sofrer com a educação de pais heterossexuais? E, será que vocês são tão ingênuos a ponto de não pensarem que, se por um lado, filhos de pais homossexuais possam sofrer com o preconceito e ignorância alheios, por outro lado, serão eles algumas das pessoas que, provavelmente, irão ajudar no esclarecimento de tamanho preconceito, diminuindo injustiças e intolerância no mundo? Certamente, os pais homossexuais farão de tudo para que seus filhos sejam pessoas mais livres, abertas e que respeitem mais as vontades alheias, justamente, por saberem eles (os pais) o que é viver em um mundo onde não se pode amar sem ser julgado.

    E, mais: os pais (aqueles que o fazem) apenas TENTAM educar seus filhos. A família não é o totem-mor da educação das pessoas. As crianças crescem, conhecem e vivem suas próprias vidas. Tanto um pai hetero como um homossexual tenta educar seus filhos. O que eles farão depois não cabe mais a ninguém senão a eles próprios. Não é assim com vocês? Aprendemos tanto dentro como fora de casa. E é preciso que tenhamos isso sempre vista ao falarmos de educação.

    (continua)

    Responder

    • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 11:48.

      Para finalizar: Fico triste de um jeito que vocês não podem imaginar, quando vejo que, ainda, existem tantas pessoas que gostam de refestelar na ignorância como se ela fosse o lugar mais confortável do mundo. É difícil, sim, mudar, aprender e conhecer. Mas eu prefiro que minhas portas estejam sempre abertas ao sopro da liberdade ao invés de me trancafiar em um mundo escuro de medo, preconceito e obscuridades.

      Como diz o princípio de identidade da lógica: A=A e não pode ser igual a B. Com isso, quero dizer que amor=amor e vocês não podem contrariar isso (a não ser que tenham um argumento contrário que seja tão bom quanto).

      (Continua)

      Responder

  • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 11:53.

    Porra, meus comentários não estão completos.

    Me desculpem, mas vou postar de novo.

    Responder

  • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 11:53.

    Não sei como as pessoas continuam a julgar a homossexualidade dessas maneiras como as que estão aparecendo nesses comentários.

    Vamos ver os “argumentos” do pessoal:

    “Sou contra, porque não é natural”: “natureza humana” é um termo da filosofia. Ele expressa aquilo que se ACREDITA ser invariável ao longo de DETERMINADO TEMPO. Isso tem relação direta com os nossos contextos culturais.

    Antes de existir a expressão “natureza humana”, já existiam os homens. E, desde os princípios da humanidade, existe a relação entre pessoas do mesmo sexo. Vocês devem saber, inclusive, que na Grécia e Roma antiga, isso era bastante comum.

    Talvez, vocês não saibam que, durante a época clássica, haviam, inclusive, comunidades cristãs que realizavam cerimônias de união entre dois homens. Esse tipo de união, era chamado de Adelphopoiesis. Na Ásia e em tribos da África e da América, também, isso se dava.

    Portanto, a “natureza humana” é algo mutável. Não é um totem a ser cultuado e seguido para toda a eternidade.

    O termo “homossexual”, aliás, é bem recente. Existe desde o século XIX, para vocês terem uma idéia de como as coisas mudam.

    A homossexualidade é encontrada em várias espécies de animais, não somente nos humanos. Será que teremos que contar para essas espécies que elas estão sendo “anti-natural” de acordo com o conceito (variável) de “natureza” que alguns homens insistem em utilizar para julgar comportamentos com os quais não concordam?

    (continua)

    Responder

  • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 11:54.

    “Sou contra porque não gosto de ver dois homens se beijando”: bom, isso não chega a ser um argumento. Falta, aí, uma premissa e, nesse caso, envolve uma questão de gostos. Porém, o chamado “gosto” é algo diretamente relacionado à cultura em que se vive. Você não gosta de ver dois homens se beijando porque, infelizmente, isso, ainda, não é comum. A infância é uma época importante para que aprendamos a lidar com as coisas e termos. Quanto mais restrita tiver sido a sua educação, menos apto você estará a mudanças. É aquela coisa, quanto mais se conhece, mais se quer conhecer.

    “Sou contra porque não quero criar meus filhos nesse ambiente”: Mais uma vez, não temos, aqui, um argumento completo. O “ambiente” não muda de acordo com a maneira com que você pretende criar seus filhos. Na minha sincera opinião – e estou, aqui, amparada por toda uma tradição filosófica -, é sempre melhor escolher a tolerância à intolerância, o respeito ao desrespeito, o conhecimento à ignorância e o amor ao ódio.

    O seu filho será uma pessoa que, como você, terá vontades e opiniões. Educá-lo para ser um “heterossexual” não irá fazê-lo desistir de ter experiências com pessoas do mesmo sexo – ou transgêneros ou com cavalos e árvores ou, mesmo, não fazer sexo – se ele quiser. Tratando o seu filho da maneira que você pretende irá, no máximo, causar transtornos: ele poderá se sentir constrangido perto de você caso queira manifestar vontades não-heterossexuais. Seu filho poderá deixar de fazer o que quer com medo de desagradá-lo e a não-manifestação dos desejos, mais uma vez, cria transtornos de alcances, por vezes, inimagináveis.

    Não vou falar de tudo que pode acontecer à uma criança quando ela tem suas vontades e pensamentos restringidos. Basta, apenas, dizer que, se ela não tiver uma educação libertária – no sentido de abrir os parâmetros -, poderá sofrer muito. É melhor sofrer por uma escolha do que por uma frustração.

    “Não sou a favor da adoção porque os filhos de pais homossexuais sofrerão”: Ok. Isso pode acontecer. Mas, me digam, os filhos não podem, também, sofrer com a educação de pais heterossexuais? E, será que vocês são tão ingênuos a ponto de não pensarem que, se por um lado, filhos de pais homossexuais possam sofrer com o preconceito e ignorância alheios, por outro lado, serão eles algumas das pessoas que, provavelmente, irão ajudar no esclarecimento de tamanho preconceito, diminuindo injustiças e intolerância no mundo? Certamente, os pais homossexuais farão de tudo para que seus filhos sejam pessoas mais livres, abertas e que respeitem mais as vontades alheias, justamente, por saberem eles (os pais) o que é viver em um mundo onde não se pode amar sem ser julgado.

    E, mais: os pais (aqueles que o fazem) apenas TENTAM educar seus filhos. A família não é o totem-mor da educação das pessoas. As crianças crescem, conhecem e vivem suas próprias vidas. Tanto um pai hetero como um homossexual tenta educar seus filhos. O que eles farão depois não cabe mais a ninguém senão a eles próprios. Não é assim com vocês? Aprendemos tanto dentro como fora de casa. E é preciso que tenhamos isso sempre vista ao falarmos de educação.

    (continua)

    Responder

  • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 11:59.

    Para finalizar: Fico triste de um jeito que vocês não podem imaginar, quando vejo que, ainda, existem tantas pessoas que gostam de refestelar na ignorância como se ela fosse o lugar mais confortável do mundo. É difícil, sim, mudar, aprender e conhecer. Mas eu prefiro que minhas portas estejam sempre abertas ao sopro da liberdade ao invés de me trancafiar em um mundo escuro de medo, preconceito e obscuridades.

    Como diz o princípio de identidade da lógica: A=A e não pode ser igual a B. Com isso, quero dizer que amor=amor e vocês não podem contrariar isso (a não ser que tenham um argumento contrário que seja tão bom quanto).

    Continua…

    Responder

    • Masterson disse em 30/07/2011 | 02:10.

      Vai escrever um livro Paula, chata bagarai vc heim. Pra que escrever tudo isso?

      Responder

      • Masterson disse em 30/07/2011 | 02:00.

        Ah claro neh, vc faz filosofia, com certeza o que vc acha deve ser o certo.

        Responder

      • Masterson disse em 30/07/2011 | 03:55.

        Tem uma coisa que tenho notado nestes últimos posts sobre vc Paula: incrível como vc acha (veja bem, acha) que tudo o que vc diz é peremptório.
        Confesso que eu sou chato pra caramba, mas geralmente em meus comentários eu só quero expressar minha opinião, não impô-la.

        Fica a dica.

        Responder

      • Paula Campos disse em 30/07/2011 | 11:38.

        Você poderia apontar em que parte estou impondo alguma coisa a alguém?

        Também estou expressando a minha opinião. A diferença é que eu tenho argumentos lógicos e vocês não.

        Responder

      • Masterson disse em 31/07/2011 | 02:54.

        “E vocês não”, com s. Além de tudo é pedante.

        Ps. Todo argumento é lógico, logo, pleonasmo.

        Responder

      • Paula Campos disse em 01/08/2011 | 10:57.

        É verdade.

        Retificando: não vi, aqui, nenhum argumento.

        Responder

      • Masterson disse em 01/08/2011 | 11:49.

        Bom, se vc não viu não foi de minha parte pelo menos, ao que consta eu não me manifestei contra ou a favor o casamento gay, portanto não preciso de argumentos neh.

        Responder

    • Dmalk disse em 30/07/2011 | 12:52.

      Sinceramente uma das poucas coisas dignas de se ler nesses comentarios…

      Costumo desacreditar dos comentarios de posts assim porque sei que tem muiita merda, e muita gente usa esse tipo de espaço pra estravazar seus preconceitos e ignorancias…

      Mas o comentario da Paula e digno de um post proprio…

      Responder

    • Beatriz disse em 29/08/2011 | 11:34.

      Paula, parabéns pelo comentario. Parabéns mesmo… Não a conheço, não sei sua profissão, mas neste momento você foi acima de tudo humana. Gastou seu tempo (precioso, como o de todos) para tentar de algum modo trazer luz para tanta obscuridade.

      Responder

  • Amanda OS disse em 30/07/2011 | 12:29.

    Quanta besteira dita rs

    Responder

    • Paula Campos disse em 30/07/2011 | 12:40.

      Amanda, querida, houve um tempo em que as mulheres não eram consideradas cidadãs e, eram, ainda vista como inábeis para muitas funções. Haviam, mesmo, lugares onde ter uma filhA era algo considerado terrível. Dentre as atividades que as mulheres eram desconsideradas a fazer, estava o simples ato de estudar.

      Ainda hoje isso é assim.

      Por favor, não perpetue essa história. rs.

      Responder

      • Masterson disse em 30/07/2011 | 02:15.

        Aff, que viagem.

        Responder

      • Masterson disse em 30/07/2011 | 03:10.

        Não entendi pq vc mandou esse papo de repressão à mulher pra cima da Amanda? Foi simplesmente pelo comentário dela?

        Responder

      • Paula Campos disse em 30/07/2011 | 11:41.

        Sim.

        Pelos dois comentários dela e, além disso, para ela saber que as mulheres já foram julgadas incapazes de muitas atividades e continuaram lutando até que suas vozes fossem ouvidas.

        E também porque o comentário dela é vazio.

        Responder

      • Paula Campos disse em 30/07/2011 | 11:42.

        Soou estranho.

        Sim.

        Pelos dois comentários dela e, além disso, para ela saber que as mulheres já foram julgadas incapazes de muitas atividades e continuaram lutando até que suas vozes fossem ouvidas ASSIM COMO OS GAYS ESTÃO FAZENDO HOJE.

        E também porque o comentário dela é vazio.

        Responder

      • Masterson disse em 31/07/2011 | 02:57.

        Bom, se ela não gostou ela que se defenda. Nada mais a declarar.

        Responder

  • Sara disse em 30/07/2011 | 01:16.

    Como se os pais escolhessem como o filho é. Argumento fraco, muito fraco.

    Responder

  • gabriel disse em 30/07/2011 | 01:58.

    hein?Tem muita gente (blogueiros, vlogueiros, famosos) que falam que são a favor só pra conseguir popularidade e tal, mas nem são.

    Responder

    • Masterson disse em 30/07/2011 | 02:13.

      Concordo, poucas pessoas tem coragem de dizer o que pensam. A maioria prefere ser o “legal”, então tem sempre opinião de massa.

      Responder

  • Masterson disse em 30/07/2011 | 02:25.

    Flávio, eu gosto pra caramba do seu site, mas devo admitir que de vez em quando vc manda umas bobeiras sem tamanho heim. Me diga onde está o barulho? Melhor ainda, argumente de forma convincente. Com este barulho vc quer dizer que qualquer decisão que nossos filhos tomem na vida nós temos a obrigação de concordar, simplesmente pelo fato de os termos colocado no mundo?

    Responder

    • wjunior disse em 30/07/2011 | 10:07.

      Ué…se seu filho/filha for gay vc pode não concordar, não entender…mas vc vai ter que entender que ele é assim. Nasceu assim…provado pela ciência já…da mesma forma que vc o entenderia por não ter nascido de olhos azuis, por ter nascido diabético, por ter nascido de cabelo ruim…ele nasceu gay.

      Responder

      • Wagner disse em 30/07/2011 | 12:10.

        Pode por favor, me indicar o estudo que prova que alguém nasce homossexual

        Responder

      • Masterson disse em 30/07/2011 | 03:02.

        Não tem coisa pior nesses comentários do que ter que interagir com gente limitada. Poha, eu falo uma coisa e vem um imbecil e interpreta tudo errado. Mermão, lê de novo meu comentário e presta atenção, se não entender lê outra vez e vai lendo até entender. Caraca meu, o Flavio postou dizendo que é irônico o fato de os heterossexuais gerarem filhos gays e dizerem que não concordam com o homossexualismo, certo? O que eu disse foi que o que tem a ver uma coisa com a outra? Não somos obrigados a adequar opiniões de acordo com as opções dos nossos filhos, podemos respeitar, isso sim, mas não concordar se não quisermos. ENTENDEU AGORA?

        Responder

    • Sensata disse em 30/07/2011 | 10:23.

      O Chongas é tão mais legal quando o Masterson não aparece…

      Responder

      • Masterson disse em 30/07/2011 | 03:03.

        Os incomodados que se mudem.

        Responder

      • Giovani Kohlrausch disse em 30/07/2011 | 04:51.

        Você quis dizer “mais gay” ou “menos sensato”, eu acredito.

        Responder

      • kkkkkk disse em 30/07/2011 | 11:41.

        O Masterson é todo doído. E o pior que tem a companhia do Giovani kooofdjhfkjashjkadsa

        Responder

      • Masterson disse em 31/07/2011 | 02:29.

        Cara, sou doido mesmo, mas nem tanto quanto alguns aqui. Se vcs olharem meus comentários neste post irão notar que em nenhum eu me manifestei contra ou a favor o casamento gay, tanto faz, só não tolero incoerência. O Flavio mandou uma coisa nada a ver e foi isso que eu comentei, mas vai ver o barulho que meus comentários causam, sempre que eu comento alguma coisa vem uma legião pra cima de mim.

        Tem coisa que eu não aguento não cara, mandei um comentário com lógica (este que abriu essa sessão) e vem um mané chamado wjunior e me rebate com: “vc pode não concordar, não entender…mas vc vai ter que entender”. OLHA ISSO, VE SE DA PRA DISCUTIR COM UM XAROPE DESSE?

        É isso cara, sou doido mesmo, mas não o pior. KKK

        Responder

  • Jota P disse em 30/07/2011 | 03:43.

    Me dá vergonha de ler alguns comentários aqui.
    Caros amigos religiosos e fanáticos: não é porque o seu partorzinho de merda vomitou um monte de teoria, segundo ele, leis, que ele está certo. Só pela impetulancia e pela hipocrezia que vocês escreveram aqui, com certeza essas leis são sem garantia nenhuma de probabilidades e evidencias. Antes de escrever qualquer merda aqui ( E isso serve para sua vida em si) para de ouvir o cara que você mal o conhece e vai estudar, pesquisar…
    Quem derá se neste país as bibliotecas fossem mais lotadas que essas igrejas fundamentalistas e formadoras de opniões irracionais. Esta na cara que A MAIORIA dos comentários aqui, tem conotação religiosa.
    Quanto à noticia, não vejo como uma derrota para os homossexuais: mais de 40% é a favor. a 10 anos atras isso era impossivel.

    Responder

  • Jota P disse em 30/07/2011 | 03:45.

    Ainda sim, é preciso desmistificar o mundo GLS. É por isso que muita gente é contra! o Governo está tentando fazer isso. Mas realmente para mim mais de 40% é uma vitória e não uma derrota!

    Responder

  • Neto disse em 30/07/2011 | 04:52.

    como diria o Cauê Moura eu não ligo que meu filho seja homosexual, eu so nao quero que a mídia e esses blogs sem graça insentivem ele a dar o rabo

    Responder

    • wjunior disse em 30/07/2011 | 10:20.

      Nada incentiva ninguém…ou então o que diria ao menino viadinho que vive no meio do sertão ? Ou a sapatãozinha patricinha dos jardins ? A pessoa NASCE gay

      Responder

      • Wagner disse em 30/07/2011 | 12:09.

        Mas se nasce gay tem que ter doença ou genético…e isso nós sabemos que não é.
        Como pode explicar-se então que alguém nasce gay

        Responder

      • Masterson disse em 31/07/2011 | 02:41.

        Aew Wagner, não sei nem pq vc dá atenção pra esse wjunior, olha os comentários dele e vai perceber que o cara não sabe nem o que ta fazendo aqui, totalmente sem embasamento o que ele fala.

        “Nada incentiva ninguém”, nada mesmo? O cara generalizou que NADA, veja bem, nada nos incentiva. O simples fato de escolhermos uma coca-cola na lanchonete é motivado por incentivos externos, mesmo que não percebamos. Tudo à nossa volta nos incentiva, são demasiadas informações que vamos captando e vão formando nossas escolhas.

        Responder

  • wjunior disse em 30/07/2011 | 10:04.

    Não sei pq tanta preocupação com os gays!
    Pouco me importa quem eles levam pra cama…
    Tem direito como qualquer outro.
    Sou da linha psicanalitica que diz que todo homofóbico é assim pq é gay e por não poder mostrar que é, tem raiva e ódio daqueles que podem.
    O verdadeiro homem é aquele que tem sua sexualidade resolvida…

    Responder

    • letícia disse em 30/07/2011 | 04:42.

      Nuhh adorei , aposto q calo mt boca por ai !

      Responder

    • Régis disse em 08/08/2011 | 05:13.

      Melhor post até agora! :D

      Responder

  • Alex disse em 30/07/2011 | 10:56.

    Quanto mais viado, melhor! Mais mulheres sobram pra gente, não é demais? ;D

    Responder

  • Wagner disse em 30/07/2011 | 12:07.

    Só não vale querer casar na igreja com padre e pastor abençoando a coisa, né.
    Cada um pode fazer o que quiser da sua própria vida, mas não pode obrigar os outros a concordarem.

    Responder

    • Elaine disse em 31/07/2011 | 11:38.

      Wagner em nenhum momento vi gays ou lesbicas dizendo que queriam entrar na igreja (qualquer que ela fosse) para receberem uma bençao divina.. O que os homossexuais querem é o direito de legalizar a união, para que possam adquirir bem, fazer plano de saude como familia, entre outros direitos civis que nós, heterossexuais temos e pelos quais nem tivemos que brigar….

      Responder

  • Dmalk disse em 30/07/2011 | 12:59.

    Mr. Chongas agora quando você e o completa com:

    “Sabe o que é controverso nesta pesquisa, é que todos os gays foram feitos por estes heterossexuais, que são contra.

    Durmam com este barulho!”

    Fica parecendo que os numeros são ruins tanto pelo seu comentario final, como pela forma que a materia foi feita em si, temos que olhar o contrario 45% da população brasileira e a favor da União Gay numero melhor que em muito lugar por ai, a Luta pelos direitos homossexuais vem de tempo, e vai continuar por muito tempo, negros nem mulheres podem se considerar totalmente iguais mesmo depois de tanto tempo, imagina nos gays, vai demorar um bocado mais a gente chega lá…

    Responder

  • jonnie disse em 30/07/2011 | 02:31.

    o engraçado É QUE MESMO VOCES QUERENDO OU NAO.. OS GAYS VAO CONTINUAR SENDO GAYS E CADA VEZ MAIS GENTE VAI SAIR DO ARMARIO… É DIFICIL , MAS A MAIORIA DA POPULAÇÃO É GAY

    Responder

    • Marcos disse em 30/07/2011 | 04:30.

      Só se for a maioria da população do inferno!

      Responder

  • letícia disse em 30/07/2011 | 04:41.

    Sabia q os brasileiros eram idiotas e ignorantes em sua maioria, mas juro q fiquei impressionada cm as coisas q li aqui, PUTAQUEPARIU. msm!
    Se alguem gosta d uma pessoa do mesmo sexo, qm somos nos p/ dzr se é errado ou certo ? Nao acho q nao seja natural , pois existe na natureza, e tambem nao acho q seja uma doença, pelo amor d deus neh.
    E aos q dizem q eles nao podem se casar pq nao podem se reproduzir , entao pessoas estereis ou q nao tem intençao d ter filhos tambem nao podem ?? E agnt so pode transa qnd quer engravidar ??
    Gente, pensa um pouco , alguem ter uma vontade, opniao ou escolha diferente da tua nao te afetará , sou hetero e estou bem assim , mas alguem ser gay nao muda em nd minha vida ou me encomoda.
    VOLTEM PARA A IDADE MEDIA !

    Responder

  • Marcos disse em 30/07/2011 | 05:55.

    Isso é tudo culpa divina…se ele tivesse criado Adão e Ivo ninguém tava discutindo isso hoje….

    Responder

  • Bryan disse em 30/07/2011 | 09:35.

    Não tenho nada contra os homossexuais e não vejo problema em aprovar o casamento entre eles, não seria algo absurdo.
    Podem até negar mas acho que maioria dos homens pensa como eu: não gosto de ver dois homens se comendo (tudo bem, podem fazer o que quiserem), mas acho atraente duas lésbicas se pegando.

    Responder

  • mauro disse em 31/07/2011 | 04:40.

    so pra tirar a duvida quantos % aqui no brasil sao gays?

    Responder

    • Daniel disse em 31/07/2011 | 10:11.

      Hahahaha

      Essa é A PERGUNTA FUNDAMENTEAL

      Entre no site do IBGE e não tem NENHUMA PESQUISA OFICIAL QUANTO À ISSO! HAHAHAHAH

      Todos os dados são baseados em ONG’s ou Assossiações homossexuais que não possuem âmbito nacional, e fazem pesquisas em nichos específicos.

      Eu acho o cúmulo se discutir um assunto dessa magnitude sem se saber qual a porcentagem de pessoas que se assumem homossexuais!

      Muito embora eu seja a favor da União Civil de homossexuais (que ao contrário das infindáveis informações erradas postas pela mídia, não tem nada de criação de privilégios e etc, é inclusive meio conservadora em muitos pontos) e de uma política real e série que envolva os direitos dos homossexuais (que hoje não existe), acho o cúmulo do despreparo e da Zorra Nacional toda essa discussão e projetos de lei sem nem ao menos UMA pesquisa oficial sobre a opção sexual brasileiro.

      Lastimável

      Responder

      • mauro disse em 02/08/2011 | 05:27.

        achei estranho, pois tanto se fala ne?

        Responder

  • Rafael disse em 31/07/2011 | 04:41.

    As vezes é mais facil concordar com tudo que nos é proposto(imposto) do que expressar sua real opinião e talvez ser hostilizado…

    Responder

  • Marina disse em 31/07/2011 | 10:46.

    GAYS, mais polêmicos que mamilos!..uasUHASUHASUHSA

    Responder

  • Vanderlei disse em 01/08/2011 | 12:07.

    Se o IBGE fizer uma pesquisa menos de 2% assume que é Gay.
    A maioria é enrustido. Por algum motivo tem vergonha de se declarar Gay.
    Quando o Bolsonaro assumir a presidência, quando tiver uma pesquisa a porcentagem vai quase zerar. Há Há Há.

    Responder

  • Filipe disse em 01/08/2011 | 09:16.

    BOLSONARO JÁ!!!!!!!!!!!!

    Responder

  • Filipe disse em 01/08/2011 | 09:17.

    Cada um faz da sua vida o que quiser. Tem o Livre-arbítrio. Mas na hora certa, sofrerão as duras consequências.

    Responder

    • RegisKKK disse em 08/08/2011 | 05:17.

      Até agora as únicas “duras consequências” que sofri foi a homofobia. FICA A DICA!

      Responder

  • Jansen disse em 01/08/2011 | 09:29.

    “Resposta ao Rafael”:
    Não, cara, você não estudou!
    Se tivesse, de fato, estudado com afinco e com propósito, teria descoberto que até entre os animais, digo, os irracionais, existe homossexualidade!
    Assim sendo, a orientação sexual de cada individuo, é sim, imposta pela natureza, evidentemente! E os animais são prova cabal disso!
    Pense a respeito, e pondere seus argumentos.
    Pois os mesmos são regidos por frases de efeito, ou seja, você ouviu, ou leu sobre o assunto superficialmente e está reproduzindo aqui.
    Cada um é como é, e isso sim é um fato! Não tem como contestar!
    Não podemos esquecer que todos somos Seres Humanos e merecemos respeito. Não pondemos ser julgados, e/ou pixados, vulgarmente falando, por causa de uma orientação sexual, por etnias, deficiência, ou por credo!
    A natureza é sabia e e nos dá a dadiva da vida como ela bem entender!

    Responder

    • Judoca disse em 02/08/2011 | 10:39.

      Se a justificativa do seu comportamento sexual é dizer que esse se baseia na mesma razão que existe homossexualismo entre animais, vc só pode ser um animal tb… só que vc deve ser o elo perdido entre animais e homens pq vc tem raciocínio (muito enganado a cerca da verdade, mas tem…) enquanto os animais são movidos pelos seus intintos e não por razão/lógica. E outra a NATUREZA do homem e da mulher é cada um ser coerente com além de muitas questões psicossociais, é também ser coerente com seu sexo. Qualquer desvio disso é fugir da natureza de ser homem e mulher e se aproximar da NATUREZA de ser animal.

      Responder

      • RegisKKK disse em 08/08/2011 | 05:18.

        Mas ele é um animal também! Assim como você e como eu. Todos nós somos animais, ou acha que somos vegetais? Ou fungos? EU MEREÇO! ¬¬

        Responder

  • Rex disse em 01/08/2011 | 10:59.

    como cidadãos, que fazem parte
    de uma mesma sociedade, seja esta
    racista, homofóbica ou não …
    todos têm direito iguais
    e É ESSA A QUESTÃO…

    Se as pessoas que escreveram aqui
    gostam ou não de pessoas do mesmo sexo,
    isso é secundário.

    Responder

  • Marco disse em 01/08/2011 | 12:52.

    Preconceito do inferno!

    Responder

    • Marcos disse em 01/08/2011 | 11:14.

      É verdade, os heteros estão sofrendo um preconceito oriundo diretamente das profundezas do inferno.

      Responder

  • pablo disse em 01/08/2011 | 09:34.

    Lamentável, Flávio. Aprecio seu blog, mas vi que quer entrar na modinha. Ou seja, pra ficar na mídia, tem que fazer o que é a moda, e a moda são os gays. Afinal, é o que passa na televisão o dia todo, moda gay. Lamentável.. ter que ver isso em blogs (que antes eram ótimos críticos da mídia) também.

    Responder

  • edivaldo disse em 02/08/2011 | 12:07.

    Toda regra tem sua exceção… Falar que todo São Paulino é gay é generalizar… Qualquer dia desses vai aparecer algum heterossexual!!!

    Responder

    • Masterson disse em 02/08/2011 | 08:09.

      Pois é, da mesma forma que espero encontrar um corintiano que não seja motoboy e ladrão (sem falar em um outro atributo aí que não vou dizer).

      Responder

  • spunkmeyer disse em 02/08/2011 | 02:57.

    A pior moda que apareceu nesses últimos tempos é dizer que quem é a favor dos gays quer estar na moda. Quando na verdade a liberdade é que deveria estar na moda.
    ODEIO zé povinho que cuida da vida dos outros e quer dizer com quem você deve casar, se você deve dar a frente ou atrás e pra quem.
    Eu apoio a união estável desde o tempo de escola e isso tem mais de 20 anos. Minha cabeça é aberta desde criança pois aprendi a respeitar as pessoas.
    HETERO QUE É HETERO não se preocupa com quem fulano dorme, come,furunfa etc. Isso é coisa de GENTINHA MEXERIQUENTA.

    Responder

  • Fastaaaaaaaaadigoooo disse em 02/08/2011 | 03:20.

    Malditos doadores de cú!!!

    estão se proliferando… (mentira) tão nada, querem fazer vc acreditar nisso mas não é verdade.

    Kidó, lutam por uma causa perdida já na esencia, pois o homosexualismo nunca sera visto e aceito como normal, grande parte das pessoas que dizem achar normal o fazem da boca pra fora.

    Afinal, sem querer bancar o fiscal do cú alheio mas saber que um cara que tem um penis e duas bolas da o toba dele pra outro cara enfiar um penis e duas bolas é ridiculo só de pensar…

    Asqueroso

    Responder

  • Rodolfo disse em 02/08/2011 | 11:18.

    Oq mais me assusta nos comentários é que as pessoas querem IMPOR uma opinião pessoal ao próximo…todo comentário contra a homossexualidade é “eu acho isso, logo os gay não podem ter direitos”

    Oq o ESTADO tem a ver com a sua opinião pessoal? o ESTADO É PARA TODOS, INCLUSIVE OS GAY!
    Os gays são pessoas e, sendo assim, são suscetíveis de direitos e deveres, e isso é um fato social, não tem como negar!

    Logo, a decisão do STF foi a mais justa possível, uma vez que nosso querido legislativo nao fez porcaria nenhuma, os ministros tiveram que julgar independente de Lei

    Obs1: o Juiz é obrigado a julgar o litigio independente de Lei, não havendo lei específica, ele deve usar analogia, princípios gerais e etc etc

    OBS2: O Direito segue a sociedade e não a sociedade segue o Direito

    Responder

    • RegisKKK disse em 08/08/2011 | 05:24.

      /\ Um comentário racional que usou argumentos. Parabéns! Poucos aqui sabem fazer isso.

      Responder

    • Beatriz disse em 29/08/2011 | 11:18.

      Parabéns Rodolfo! Comentário sucinto, bem argumentado e claro.

      Responder

  • Carolina disse em 07/08/2011 | 06:31.

    Se as pessoas são a favor ou contra o casamento entre homossexuais é problema delas! O Estado não pode se meter em assuntos pessoas como a orientação sexual de cada um! Quem é homo/bi etc nasce assim, e proibir o casamento entre eles não muda nada! As pessoas vão continuar sendo homo podendo se casar ou não. Mas elas tem o direito de fazer o que quiserem e é ridículo alguém que se ama não poder se casar e não ter seus direitos porque outras pessoas são contra o homossexualismo. As pessoas fazem um bafafá por causa do casamento gay, mas os assassinatos, estupros e a corrupção são ignorados! Vão encher a cabeça com algo mais produtivo! Lutar contra o homossexualismo é inútil!

    Responder

  • Beatriz disse em 29/08/2011 | 11:15.

    Me impressiona e choca demais a explosão de intolerância que tem vindo a tona no Brasil. Temos muito ainda o que caminhar em direção a uma sociedade mais justa e igualitária, onde todos os cidadãos são, de fato, iguais perante as leis e respeitados independente de qualquer característica. Eu gostaria muito, muito mesmo, que todos que lessem este comentário e refletissem, reavaliassem seus conceitos. A vida é tão curta, vamos ser mais tolerantes e, mais importante, menos injustos.

    É muito claro que o fundamento de todos as opiniões reacionárias aos direitos dos homossexuais vem da premissa de que homossexualidade é uma escolha e que esta pode ser determinada pelo meio em que a pessoa vive e é criada. Teorias estas que a mais de uma década já caíram por terra segundo a Organização mundial de saúde. Não se sabe ainda exatamente a origem biológica da homossexualidade, mas estudos sérios já comprovaram que os meios em que as pessoas vivem e são criadas em nada influenciam na sua orientação sexual. Veja bem, até a nomenclatura já foi mudada pela OMS, de opção para orientação. Como muitos já disseram aqui acima, muitos estudos comprovam a existência da homossexualidade na maioria das espécies que habitam este planeta, com uma incidência ainda maior nos mamíferos. Na história da humanidade ela sempre esteve presente, desde o início da nossa existência. É importante que as pessoas entendam que, sim, a homossexualidade faz parte da natureza humana e não há nada de errado nisso. Não é uma construção, diferentemente do preconceito, este sim é uma construção.

    A sexualidade humana é complexa e interessantíssima e diz respeito apenas a você mesmo e as pessoas com as quais você irá se envolver sexualmente. Este é apenas um dos tantos aspectos que foram uma pessoa. Eu não tive como ler todos os comentários, evidentemente – são muitos! – mas na breve leitura dinâmica que fiz não vi ninguém mencionar a diferença entre sexo, gênero e orientação sexual. Se alguém o tiver feito, por favor, me corrija. Mas é interessante pesquisar para ver um bom exemplo de como a identidade de uma pessoa é muito mais complexa do que podemos imaginar.

    Nenhuma lei quer blindar ou privilegiar homossexuais, ou mesmo criar o “terceiro sexo”, como já vi pessoas falarem. Se a homossexualidade é, de fato, um traço da natureza humana, é natural que perante a lei não seja permitido discriminar uma pessoa por isso – pelo mesmo motivo que não podemos discriminar uma pessoa pela sua cor. Novamente: a homofobia é uma construção, ela nos foi ensinada. O racismo é uma construção, ele nos foi ensinado. O anti-semitismo é uma construção, ele nos foi ensinado.

    A lei que pune a homofobia é fundamental e é uma passo que será, naturalmente, dado depois da aprovação da união estável entre homossexuais. Estas leis querem apenas impedir que tantas injustiças e barbáries continuem sendo cometidas. E vejam bem, uma coisa é ter direito a ter suas opiniões pessoais, mesmo que estas sejam pautadas em intolerância de qualquer natureza. Mas a partir do momento que estas opiniões interferem no bem estar e nos direitos dos outros, o respeito pelo próximo está sendo violado. A aceitação da homossexualidade está sendo e continuará sendo um processo longo, mas o respeito aos direitos, por questões de humanidade, precisa ser obrigatório. Assim como precisa ser contra o racismo e tantos outros exemplos de intolerância.

    Naturalmente este comentario será questionado sobre suas fontes. E eu poderia citar muitas, mas este não é o caso. Mas eu garanto que foram muitas, em vários meios: impresso, TV aberta, canais pagos, canais de ciência, artigos científicos, anais de congressos, palestras, etc etc etc. Infelizmente eu nasci nos dias de hoje, estou prestes a completar meus 64 anos, e sempre precisei buscar informações sobre o assunto para me entender e me aceitar. Fui criada numa família absolutamente tradicional, onde a palavra homossexualidade jamais foi mencionada. Eu estava pré-destinada a ser uma dona de casa exemplar, casar e ter filhos. Cresci numa cidade pequena e bastante provinciana. Infância e juventude maravilhosas eu tive lá. Durante o meu despertar sexual eu notei que algo não se encaixava, e sofri, sofri muito. Não podia sequer conversar com alguém. Só fui conhecer a primeira pessoa que se assumiu homossexual para mim após os meus 25 anos. Antes devo ter conhecido muito, claro, mas não era um assunto que pudesse ter abordado. Não ali naquela cidade. Tive 2 namorados, ambos afetuosos e com sinceras intenções de namoro firme e casamento. Posso garantir que foram épocas de profunda tristeza para mim, tanto por eu não querer aquilo, quanto por saber que eu jamais compartilharia do mesmo sentimento que eles. E eu estava certa. Eu teria permitido que mais um casal fosse extremamente infeliz, talvez por uma vida inteira, ao negar minha natureza e fingir sentimentos que eu jamais conseguiria nutrir por aqueles maravilhosos rapazes. Soube que casaram e são felizes, e isso me orgulha das minhas decisões acertadas, mesmo sem eu saber até então exatamente o porque de estar tomando-as.

    Poucos momentos na vida são tão exuberantemente felizes como o de estar apaixonado, planejar uma vida ao lado de quem se gosta, e construir um amor genuíno. E isto eu descobri ao lado de minha companheira, meu amor. Eu entendi que sou homossexual bastante tardiamente para os dias de hoje – hoje, felizmente, as coisas estão mais fáceis. Mas ninguém me ensinou a ser assim, eu precisei me permitir experimentar para entender essa característica minha que eu já havia detectado lá na infância, no início do despertar sexual. E assim é com todos nós, heterossexuais, bissexuais e homossexuais. A diferença é que a heterosexualidade possuí exemplos nos quais podemos nos espelhar, nossos pais, tios, avós. Então quando vem o despertar sexual começamos a entender o comportamento dos pais e vemos que é natural. Novamente, bato nesta tecla, ninguém te ensinou a ser homo, hetero ou bi, você teve sim exemplos para se espelhar, comparar e compreender sua sexualidade. Já imaginaram como é doloroso você ser homossexual ou bissexual e começar a entender que a sua natureza é aquela que pixam de viado, sapatão, pervertido, etc? Imaginem isso na cabeça de uma criança e um pré-adolescente? É um trauma, uma construção violenta contra sua própria natureza, e que depois custa tão caro para desconstruída. Para isto os kits que abordam a sexualidade de forma mais ampla nas escolas tem papel tão fundamental. Eles não irão ensinar ninguém a ter uma orientação sexual, pois isto não se ensina. Servem para ensinar que a sexualidade é diversa e precisa ser respeitada. É um ato de humanidade não discriminar algo que seja natural.

    Pesquisem, procurem, vejam quantos seres humanos extraordinários que deixaram um legado impressionante para humanidade eram ou são homosseuxuais. E grande maioria vocês nem devem ter imaginado algum dia. Pessoas maravilhosas que, dentre centenas de aspectos, também eram homo ou bissexuais.

    Confesso estar cansada já, escrevi muito. Mas a vontade é de continuar, tentar esclarecer, discutir de forma civilizada, sem agressões com todos que se interessassem. E depois continuarmos a viver nossas vidas, completas, de forma mais justa, igualitária e humana, como devemos fazer todos os dias.

    Responder

  • rbfalchi disse em 31/08/2011 | 11:45.

    ahhh
    é claro…
    gente contra gay por causa da religião
    e por causa da desculpa esfarrapada de que não podem gerar filhos…
    ahh por favor…
    até parece q a raça humana está e extinção!
    devemos procriar mais e mais?
    eu acho que primeiro deveria melhorar a vida de MILHÕES de pessoas no mundo que já estão vivas e não têm nem um lugar descente pra cagar e limpar a bunda, quanto mais comer…

    Responder

  • ‘Rafael disse em 15/09/2011 | 11:28.

    Pessoas simples se confortam com que lhe dizem, os sábios procuram averiguar a verdadade.

    Responder

  • vagner disse em 04/08/2012 | 05:44.

    Quando também um homem se deitar com outro homem, como se deita com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles. Levítico 20:13
    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
    Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos,
    nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus.
    1 Coríntios 6:9-10

    ####################################################3
    E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. Romanos 1:27
    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
    SOCIEDADE HIPOCRITA
    , QUE SE DIZ CRISTÃ E ACEITA AQUILO QUE O PROPRIO DEUS CONDENA , NÃO ESTOU FALANDO DE RELIGIÃO OU OPINIÃO RELIGIOSA ,ESTOU FALANDO DE DEUS O CRIADOR QUE DEIXOU INSTRUÇOES NA BIBLIA SUA PALAVRA

    Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; 2 Timóteo 3:16

    Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade. João 17:17

    Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo. 2 Pedro 1:21

    E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as. Efésios 5:11

    E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2

    HIPOCRITAS , RAÇA DE VÍBORAS

    Responder

Comentar

Mas leia antes estas três regras:
  1. O Flavio Lamenza tem sempre razão
  2. Os campos marcados com * são obrigatórios
  3. Em caso de dúvida, ler a regra no 1