Assustador: Documentário sobre a Libéria

20 de julho de 2011

Para começar, vamos situar vocês:

A Libéria, é só o país mais corrupto do mundo. Ela começou mal, porque foi colonizada pelos Estados Unidos e depois que acabou a escravidão lá nos EUA, eles mandaram todos os ex-escravos de volta pra Libéria com a idéia de que eles pudessem ensinar o povo da Libéria a agricultura e os trabalhos manuais que foram forçados a aprender…

Adivinhe só o que aconteceu? Os ex-escravos que entendiam de agricultura escravizaram o povo! hehe nada fazia sentido desde o início.

O documentário é extremamente bizarro, pois fala com os ex-generais das guerras civis que rolaram no país, mostra uma favela sem eletricidade onde as pessoas usam a praia como banheiro público, mostra que na guerra civil eles comiam crianças e lutavam pelados com o general Butt Naked (Bunda Pelada) porque isso os tornava invencíveis e tantas outras bizarrices…

Por exemplo, eles queriam entrevistar um dos ex-generais, só que ele estava preso. Então eles foram na delegacia, pagaram os policiais e eles soltaram o cara! Assim, fácil! E nada de pensar que este ex-general ficou assustado, ele ficou tranquilão, saiu pela porta da frente e tudo…

Isso sem falar do canibalismo que é super normal.

Apesar de bizarro o documentário não mostra cenas de tortura ou violência…

 

Não consegue ver o vídeo? clique aqui.

92 pessoas já comentaram

  • Felipe Ibraim disse em 20/07/2011 | 05:26.

    bom a hora que eu tiver num pc com uma net boa eu vejo
    first

    Responder

  • Renan disse em 20/07/2011 | 05:38.

    O vídeo não está carregando aqui e nem no link do site que você passou.

    Responder

  • Nicelle disse em 20/07/2011 | 05:51.

    Um pouco pesado demais esse vídeo(contradição)… Até abriu no meu pc, mas ficou falhando! Valeu a intenção!

    Responder

  • caio disse em 20/07/2011 | 06:03.

    tinha que ser da Vice =P

    Legal, Flavio =D

    Responder

  • bacurin disse em 20/07/2011 | 06:20.

    esse “general Bin Laden” não me pareceu ser verdadeiro, pra mim esse pessoal que fez esse documentário foi enganado.

    Responder

  • Magellan disse em 20/07/2011 | 06:28.

    Algumas praias do brasil tbem são usadas como banheiro publico.

    Responder

    • Stanislaw disse em 20/07/2011 | 06:39.

      A maioria delas, a diferença é que o esgoto vem a rodo.

      Responder

    • nicholas disse em 20/07/2011 | 08:04.

      Sim são. O problema, é que o povo da Libéria não tem escolha.

      Responder

      • Rogerio disse em 21/07/2011 | 07:27.

        toma

        Responder

  • litruss disse em 20/07/2011 | 06:34.

    Caso existir, gostaria de uma legenda pois não entendo inglês.

    Responder

  • Sazo disse em 20/07/2011 | 06:45.

    E tem gente que ainda reclama que o Brasil é uma merda pra se viver…

    Responder

    • LOL disse em 20/07/2011 | 07:16.

      Um fato não anula outro. Todos tem o que merecem, nada menos nada mais.

      Responder

      • Henrique disse em 20/07/2011 | 08:41.

        É dificil definir o que você diz por “merecer”, não vi o video mas pelos comentários do Sr. Chongas o povo da Libéria foi escravizado por americanos e depois pelos próprios Liberianos(?), é uma sociedade que nasceu, cresceu e provavelmente vai morrer na merda. Não acho que eles tiveram escolha para você concluir que eles merecem estar nessa situação.

        Responder

      • deco disse em 20/07/2011 | 08:50.

        discordo cara.. ninguém merece isso, defecar no mesmo lugar em que vivem e comem, esgoto pelas ruas, literalmente sem saneamento básico, estupros, prostituição, consumo de cocaína e heroína, guerra, canibalismo…

        o que a falta de educação não faz à sociedade.

        Responder

    • Buldogão disse em 22/07/2011 | 03:22.

      O Deco tem razão.
      E comparar Libéria com o Brasil para concluir que aqui não é tão ruim não tem nada a ver! Neste caso, se fizessem um documentário mostrando o modo de vida na Suécia, concluiríamos que aqui é o pior lugar do mundo pra se viver.

      Responder

  • but what that hell disse em 20/07/2011 | 06:52.

    comer crianças 0_0…ta loko…ja ouvi dizer que algumas culturas comiam os inimigos pa absorver o poder deles,e os gregos lutavam nus,mas ta loko em?mtu bizarro issu ae

    Responder

  • caio disse em 20/07/2011 | 07:19.

    CARA! SERIO! WTF!

    WHAT

    THE

    FUCK!
    MY MIND WAS RAPED

    Responder

  • Roberta disse em 20/07/2011 | 07:58.

    Otimo,amo docs…but não tem legenda?

    Responder

  • gilbrother disse em 20/07/2011 | 08:00.

    isso parece mais fim do mundo que fallout

    Responder

  • Bukowski disse em 20/07/2011 | 08:00.

    Sou da Libéria e me senti extremamente ofendido com o post.

    Rááá, pegadinha do malandro! Eu sou de Goiânia e fiquei com inveja dos Liberianos.

    Responder

  • Alexandre disse em 20/07/2011 | 08:19.

    Belíssimo documentário. Muito corajosos todos aqueles que participaram da sua confecção.

    Responder

  • Marcelo disse em 20/07/2011 | 09:21.

    A Africa tem muitas dessas situações. A colonização e a divisão dos países, feita pela Europa, não levou o lado das tribos em consideração. Essa é uma das grandes causas de tantas guerras civis por lá. Eu já tive a oportunidade de visitar a Tanzânia, que por sorte nunca esteve em guerra. Então, apesar da pobreza que se ve em todos os lugares, com exceção de algumas ilhas de riqueza, o povo tem uma certa dignidade.
    De qualquer maneira, aorendi a dar mais valor pro meu país depois de ter ido lá.

    Responder

  • Roberta disse em 20/07/2011 | 09:23.

    Meu deus,que chocante.Não posso acreditar numa coisa dessas,que país mais sem dignidade e justiça.Eu já amava meu Brasil agora amo ainda mais.

    Responder

  • Thiago Pagliarin disse em 20/07/2011 | 09:33.

    Somando ao que o Alexandre disse, é simplesmente belíssimo o documentário e a coragem dos caras. Infelizmente é uma realidade que está longe de se modificar, mas vale a pena do início ao fim. Não tinha visto o tempo do vídeo, mas assim que dei o play não consegui parar até que terminou agora após 50 e poucos minutos. Por sorte minha net não deu problema e o video foi carregando enquanto eu assistia.

    Está em Inglês, com algumas legendas em inglês também, mas está bom para se entender.

    Responder

  • Níkolas disse em 20/07/2011 | 10:30.

    Achei muito interessante mas tinha que ter legendado. Alguém sabe se tem?

    Responder

  • Felipe disse em 20/07/2011 | 10:45.

    é claro que a libéria tem diversos problemas e tal. mas acho que os “documentaristas” estavam mau preparados e foram influenciados pelos ditos ‘generais’ nas entrevistas. pra falar a verdade eu não gostei.

    Responder

  • RRR disse em 20/07/2011 | 11:44.

    Esse é pior host para vídeos com qual já tive contato…enfim…

    Responder

  • SStorm disse em 21/07/2011 | 12:03.

    aaah a humanidade, sempre reforcando a minha feh nela.

    Responder

  • Z3hr0_C00l disse em 21/07/2011 | 12:55.

    Se ao menos fosse inteiramente legendado em ingles, tava bom. Qual nome do documentario?

    Responder

    • Fabricio disse em 21/07/2011 | 12:47.

      Como é o nome do documentário?

      Responder

    • blob disse em 22/07/2011 | 02:55.

      da play no video que vc descobre ;)

      Responder

  • Diego Castro disse em 21/07/2011 | 01:22.

    Um puta documentário. Faz você parar pra pensar.

    Responder

  • J. Henrique disse em 21/07/2011 | 02:00.

    Putz!!!! Que cabuloso… Moro em Cuba em uma republica estudantil e as vezes fico pensando quantas pessoas no mundo devem estar passando por uma situação semelhante a minha (com relação a falta de recursos que existe). Assistindo esse documentario é triste pensar que muitos estão vivendo essa mesma vida que mostra o documentario neste exato momento…

    Responder

  • JP disse em 21/07/2011 | 07:43.

    Às vezes fico pensando que certas sociedades não têm jeito. Não é só miséria a causa de tanta desgraça. É coisa de QI mesmo, sei lá. Não é possível que seres humanos dotados de inteligência vivam como animais, se sujeitando à sujeira total, à desorganização, além da crueldade dos comandantes e corrupção. Isso faz me lembrar de um certo Brasil…

    Responder

    • Dementador disse em 26/07/2011 | 12:10.

      Fica lá sem dinheiro nenhum pra ver se vc num faz até pior o que eles fazem …

      Responder

  • Murdock disse em 21/07/2011 | 07:46.

    Já tinha ouvido falar sobre o Butt Naked em um documentário sobre canibalismo. Ele é um dos que acreditam que comer carne humana antes das batalhas o deixava invencível então ele ia à luta pelado para provar isso. Se não me engano foi ele que se converteu ao cristianismo e largou esse mundo de comer criancinhas. Ou não…

    Responder

  • Castellan disse em 21/07/2011 | 08:16.

    Bem pesado.. aposto que o pessoal trocou muito cueca durante a gravaçao.. hehe..

    Mas falando serio… onde esta a ajuda real pra essas pessoas?? vejo todos os dias na TV (moro na irlanda) comercial pedindo doaçoes pra ajudar esses paises miseraveis, e que a UN esta mudando esses lugares.. pois eh, teoria nunca se compara a pratica nesses casos..

    Responder

  • Padre disse em 21/07/2011 | 09:16.

    olha eu num, mas se tiver vampiro por la é só me chamar…

    Responder

  • Herege disse em 21/07/2011 | 09:56.

    Assisti o documentário ontem e vez ou outra me pego pensando sobre a situação das pessoas daquele país.
    É realmente um belíssimo documentário.

    Responder

  • SStorm disse em 21/07/2011 | 10:15.

    q lugar lindo e maravilhoso, acabei de ver o documentario e jah sei aonde vou passar as minhas ferias depois q eu morrer e for pro inferno.

    Responder

  • Sean Salinas disse em 21/07/2011 | 10:32.

    O grande problema do continente africano e a falta de democracia. Aqueles que controlam a população ou usam as armas ou usam a religião. Esta mais do que claro que o “ex-general” Butt-Naked/Joshua que controlava sua area com a violencia e hoje controla através da fe. Se ele tem total conciencia disso e um ponto a ser pensado, embora nao acredito que seja esse o caso. Países como a Liberia nao vao sair do buraco que hoje estão sem uma descentralização do poder e o combate a corrupção e a diminuição do poder da igreja no pais.

    Responder

    • Herege disse em 21/07/2011 | 11:49.

      Rapaz, cada país tem o seu R.R. Soares.

      Responder

  • max disse em 21/07/2011 | 10:34.

    não consigui entender muito porque meu ingles é ralo..

    tem traduzido

    Responder

    • Herege disse em 21/07/2011 | 11:49.

      Não só o inglês…rsrs

      Responder

  • Elcio disse em 21/07/2011 | 11:11.

    Bom mas muito longo. Não deu pra ver tudo. Fiquei pulando.

    Responder

  • Rodrigo disse em 21/07/2011 | 11:22.

    Parabéns aos produtores do documentário e ao Chongas por nos trazer mais informações a respeito de tudo , conhecimento e informação é sempre importante ! Valeu !

    Responder

  • Luiz Perez disse em 21/07/2011 | 11:30.

    Espetacular o documentário, Flávio!

    Demais, demais mesmo!

    Responder

  • Alex disse em 21/07/2011 | 11:46.

    Michael Jackson também adorava comer umas criancinhas… PEI !

    Responder

  • NaNDaa disse em 21/07/2011 | 11:54.

    Mto inteligente Flávio. Está de Parabéns.. adorei o documentário.!! Isso nos faz pensar em mtas coisas..e temos que sempre agradecer á Deus pela vida.. meio q mal.. mas temos estudo,moradia.. pais (separados ou não) e uma coisa importante : banheiro para fazer nossas necessidades!! Meus Deus.. q horror fazer as coisas numa praia.. ali pra todos verem… credo!!
    Parabéns pelo conteudo!!

    Responder

  • Edson disse em 21/07/2011 | 12:27.

    É muito complicado acreditar nas mudanças que os entrevistados afirmam ter sofrido. Não sei dizer se isso é oportunismo ou se é arrependimento mesmo. O fato é que nesses documentários sempre existe algo para se pensar. Talvez essa seja sua maior contribuição: a reflexão.

    Responder

  • gabi disse em 21/07/2011 | 01:31.

    Sempre entro no chongas mas nunca comento… Adoro documentários e achei o post muito bem feito… chongas também é cultura hahahaha

    e tem gente que reclama do Brasil!!

    Responder

    • Henrique disse em 21/07/2011 | 02:07.

      Não é por quê a maioria dos paises estão na pior que o Brasil se torna um bom lugar.

      Responder

      • gabi disse em 22/07/2011 | 11:25.

        Sim, o Brasil não é o melhor lugar do mundo mas vendo esse vídeo me faz pensar que reclamamos de barriga cheia ;D

        Responder

  • Bruno disse em 21/07/2011 | 01:47.

    Do jeito que essa AK ta ai ela nao atira em ninguem. ta com o mecanismo de segurança ligado…

    Responder

  • Jordana disse em 21/07/2011 | 02:20.

    Pô, mas em inglês?!!!

    Responder

  • Pedro disse em 21/07/2011 | 02:34.

    Fiquei de cara quando um ex-Warlord disse mais ou menos aos 30minutos de vídeo que sequestrava crianças e lhes cortavam as costas para arrancarem seus corações e dar de comer aos soldados lhes garantindo invencibilidade.Meu Deus do céu.Já ão dá pra viver mais e fingir que nada acontece no mundo.

    Responder

    • SStorm disse em 22/07/2011 | 12:09.

      mas funciona! eu comi e sou invencivel!

      Responder

  • flavia disse em 21/07/2011 | 03:47.

    Gabi , tb acesso tdo dia e nunca comento !! Pensei igual vc !! Me senti uma pessoa de sorte por ser brasileira !!! Chongas ta de parabens !!! Sempre

    Responder

  • N. Rodrigues disse em 21/07/2011 | 04:56.

    Flávio, gostei da matéria, e sem sacanagem, fiquei grato por ter conhecido um site tão bom como a VBS.TV aqui.
    Continua postando algumas notícias sobre crise mundial só pra deixar o pessoal mais informado.

    Show de bola!

    Responder

  • Leonardo disse em 21/07/2011 | 05:07.

    Excelente documentário. Mostra o quão abençoados somos no nosso país. E, sim, eu também fiquei de cara quando, como o Pedro disse acima, que mais ou menos aos 30 minutos de filme o general Butt Naked disse que pegava inocentes e os virava de costas, abria as costas e arrancava o coração ainda batendo, fatiava e dava pedaços aos guris para comerem. Sério! Muito sinistro!

    Responder

  • Monique disse em 21/07/2011 | 06:00.

    Não precisei de tradução, no começo do video parecia que a qualquer momento alguém ia pegar o jornalista e destroçar ele todo, como com os outros corpos que apareciam no video…to chocada. aquele menino com um coração na mão, literalmente…vixi…
    vi até o final, vale a pena olhar todo o documentário…se tiver estômago pra aguentar

    Responder

  • Dinei Rocha disse em 21/07/2011 | 06:15.

    Maluco… Não terminei de assistir ainda porque a partir dos 20 min começa a falar sobre canibalismo, comecei a ver corpos jogados no chão e comecei a chorar. Meu Deus…

    Responder

  • thays Lopes disse em 21/07/2011 | 11:28.

    Muito bom o documentário. Incrível como tanta atrocidade acontece num lugar só.
    Vcs podiam sempre colocar um doc por aqui né? =D
    e o video abriu legal.

    Responder

  • Gabriela disse em 22/07/2011 | 12:53.

    Estados Unidos mais uma vez FUDENDO com a vida de todo mundo (:

    Responder

    • Anderson disse em 22/07/2011 | 03:19.

      Já sei onde não morrar. E de onde me manter longe!

      Responder

  • keka disse em 22/07/2011 | 07:30.

    A Vice sempre faz reportagens muito fodas!!!

    Obrigada pela dica!

    Responder

  • Fábio disse em 22/07/2011 | 11:27.

    Sangue nos zoio!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

  • J.P. disse em 22/07/2011 | 11:51.

    Logo aos 40 segundos do documentário já aparece um fedelho do Demo segurando um coração de um general morto.

    Responder

  • thais disse em 22/07/2011 | 01:58.

    podia ser inteiro legendado (pelo menos) em inglês, né :)

    Responder

  • Fumz disse em 23/07/2011 | 04:21.

    Que CORAGEM destes caras de irem até lá!!!!

    Otimo Documentario, e WTF?
    Estupro, Canibalismo, Prostituição, um Psicopata como pastor?
    Apocalypse Now! E WTF Tirar o coração de crianças vivas pelas costas, comer o coração e beber o sangue…… nem num filme de terror daria pra imaginar isto….

    Responder

  • Brens disse em 24/07/2011 | 03:50.

    O cara do documentario ganhou um warleader como amigo e ainda tem a gratidão de uns 2 outros lá logo quando e se ele for parar no inferno ja tem com quem beber lá… na area vip!

    Responder

  • Dilson Junior disse em 24/07/2011 | 12:24.

    Vale a pena! Ajuda a repensar a sua visão de mundo como um todo… mto bom!

    Responder

  • Jean disse em 24/07/2011 | 07:04.

    mas q absurdo!!!!!!!!! AHUAUHUHA….nunca mais reclamo no Brasil!

    Responder

  • Victor disse em 24/07/2011 | 07:48.

    Ótimo documentário. Como podemos ajudar?
    E eu gastando 50, 100 reais em balada. Vergonha. Este meu dinheiro poderia salvar vidas.
    Se eu achar alguma ONG que trabalha por lá posto aqui.
    Porra Flávio, me fudeu agora.

    Responder

  • Guilherme disse em 25/07/2011 | 10:21.

    Documentário interessantíssimo parabéns pela iniciativa em publicar esse tipo de vídeo, da medo do futuro que temos nesse país lendo alguns comentários postados aqui.

    Responder

  • Juliana disse em 26/07/2011 | 01:16.

    FLÁVIO, EXISTE ESSE DOCUMENTARIO LEGENDADO??

    Responder

  • Cris disse em 28/07/2011 | 04:29.

    E nós…. O que podemos fazer????
    Devemos começar no nosso país.
    Acredito que todos nós devemos conhecer o berço da nossa civilização.

    Responder

  • Arthur disse em 31/07/2011 | 03:33.

    Estive na Libéria este ano (2011). O país foi totalmente destruído. Não é só essa favela mostrada em Monróvia que não tem eletricidade. Lugar nenhum possui eletricidade, pois lá não possui nenhuma usina. Tudo é movido por geradores.
    Apesar de toda a miséria e desolação, a população é bastante receptiva e estão sempre com um sorriso no rosto.

    Responder

  • Emily disse em 01/08/2011 | 02:55.

    Acho que o país inteiro é uma favelona!
    Pelo jeito a filmagem foi numa capital, ou pelo menos em um lugar mais “desenvolvido” de lá …. ou não…?

    Responder

    • Adriel Batista Correia de Melo disse em 20/06/2014 | 05:08.

      Maceió,20 de junho de 2014

      Arthur.

      Você é muito corajoso em visitar a Libéria.Eu costumava escutar e escrever para a Rádio ELWA,emissora evangélica
      estaduinidense,que transmitia em muitos idiomas,e eu a es-
      cutava em francês.Na guerra de 14 anos,eles também a des-
      truiram.
      Adriel Batista Correia de Melo

      Responder

  • Herycko disse em 03/08/2011 | 02:57.

    qual o nome desse documentario?

    Responder

  • Romulo disse em 08/08/2011 | 11:26.

    A culpa toda é do dinheiro e da “canalhisse” dos homens por ele. Passa um documentário assim muita gente diz: “olha! as criancinhas morrendo de fome e miséria na áfrica!” Daí acaba o vídeo e o cara nem lembra que viu essa porra e não faz nada a respeito disso.

    ZEITGEIST na cabeça!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

  • LFiorin disse em 15/08/2011 | 02:55.

    Não é sempre que vemos postagens desse nível nos grandes blogs. Em meio a memes e montagens acho bem válido uma dose de cultura. Triste realidade do país, mas um documentario deveras interessante. Admito que muita coragem dos autores. Ótimo conteúdo Flávio.

    Responder

  • Emerson R. Cassiano disse em 09/12/2013 | 11:57.

    Documentário chocante e muito bem feito, vi diversos comentários perguntando se não exite legendado….é sério isso? porque eu assisti todos os oito episódios e todos estavam legendados, Valeu Flávio pelo post muito bom mesmo.

    Responder

  • André disse em 13/01/2014 | 04:46.

    Só vi esse post só agora, o link postado aqui não esta mais funcionando, pelo menos aqui…
    Então aqui tem o link com o documentário completo e legendado:
    http://www.vice.com/the-vice-guide-to-travel/the-vice-guide-to-liberia-1

    PS: Se a legenda não aparecer,cliquem no botão “cc”, mesmo esquema do Youtube.

    Pra quem queria saber o nome, o documentário faz parte de uma série de documentários chamados “The Vice Guide to Travel”, esse em particular se chama “VICE Guide to Liberia”.

    Responder

  • Danilo LaGuardia disse em 24/01/2014 | 10:23.

    Não carregou o vídeo e o link não leva a lugar nenhum… corrige aí, tou curioso… pesquisei no youtube, mas nada com legenda em português.

    Abração.

    Responder

  • richard spiess disse em 29/01/2014 | 11:41.

    oi Flavio, corrige o link aí. estou curioso para ver o video, mas nao encontro com legendas em portugues.

    abs

    Responder

Comentar

Mas leia antes estas três regras:
  1. O Flavio Lamenza tem sempre razão
  2. Os campos marcados com * são obrigatórios
  3. Em caso de dúvida, ler a regra no 1