Amy Winehouse Morreu

23 de julho de 2011

Amy Winehouse morre em Londres, aos 27 anos

A cantora Amy Winehouse, de 27 anos, foi encontrada morta neste sábado em sua casa no norte de Londres. As causas da morte ainda são desconhecidas. O Serviço de Emergência da cidade informou à BBC que foi acionado e enviou duas ambulâncias para o endereço de Amy, mas os médicos já a encontraram morta.

Overdose? Jamais poderia imaginar que a Amy pudesse morrer de overdose…

***

Reveja o último show da Amy drogada na Sérvia

228 pessoas já comentaram

  • Dondiego disse em 23/07/2011 | 04:26.

    É muito difícil ver uma pessoa decair como foi o caso dela… triste…

    Responder

    • Dion disse em 23/07/2011 | 06:05.

      A mais nova integrante do clube dos 27, TENSO O.O

      Responder

      • Vini disse em 23/07/2011 | 08:28.

        é, até que ela durou bastante!

        Responder

      • @bIA_ALOKA disse em 24/07/2011 | 01:38.

        A mais nova integrante do clube dos 27²
        Triste! =(… Não deveria ter sido assim! Essa é a sensação que tenho!
        A primeira vez que vejo uma pessoa com um taleto incrível, iniciar uma carreira grandiosa e degredar-se … e fim!
        Palmas para Amy!

        Responder

      • antonio leal disse em 24/07/2011 | 03:07.

        Jimi Hendrix, Brian Jones, Janis Joplin, Jim Morrison, Kurt Cobain…

        Responder

    • Johnny disse em 25/07/2011 | 11:00.

      Iniciou e finalizou a carreira.
      Do pó ao pó.
      Se cremarem o corpo dela, quem estiver perto foi ficar doidão e quem cheirar o pó dela fica muito louco.

      Responder

  • Monge disse em 23/07/2011 | 04:26.

    Bizarro e eu estava almoçando..
    Uma pena a perda. Party like a rock star da nisso..

    Responder

  • Sakura Kawaii disse em 23/07/2011 | 04:47.

    Até que demoro o.o

    Responder

  • Inky disse em 23/07/2011 | 04:49.

    o dó vei!!!!!
    ela era um genio da musica!
    drogada,… mais un genio drogado
    AUHSUAUSHUAH
    o foda é q todomundo sabia q mais cedo ou mais tarde ia acontecer

    Responder

    • thiago disse em 23/07/2011 | 06:07.

      Gênio da musica???????? Acho que não Inky… N passava de uma voz mais ou menos, isso sim

      Responder

      • Rah disse em 23/07/2011 | 07:47.

        Voz mais ou menos o caralho, a mulher cantava pra porra!

        Responder

      • letícia disse em 24/07/2011 | 01:03.

        faz melhor –

        Responder

      • Jean disse em 24/07/2011 | 02:30.

        Não fala besteira, cara!
        Vc não deve entender nada de música, estensão vocal, afinação e senso melódico pra falar que ela tinha uma voz mais ou menos!! Humpf!

        Responder

      • meia disse em 24/07/2011 | 09:23.

        não precisa saber muito de música pra saber q a mulher era muito talentosa, tem q ser burro pra não ver isso.
        A banda era muita boa, a batida certíssima, e não era só intérprete, compunha também.

        Responder

      • Astrobaldo disse em 25/07/2011 | 06:48.

        Você já vendeu quantos milhões de CD’s pra tá falando isso…?

        Responder

      • Astrobaldo disse em 25/07/2011 | 06:50.

        Para o thiago : Você já vendeu quantos milhões de CD’s pra tá falando isso…?

        Responder

    • @bIA_ALOKA disse em 24/07/2011 | 01:41.

      Que merda é essa de voz mais ou menos… Thiago você deve ser daqueles que fica ouvindo funk alto pelo celular na condução!
      #luto

      Responder

  • Carmen disse em 23/07/2011 | 04:51.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    colocaram a pior foto dela!
    (tirando aquela que ela ta fazendo uma maratona)KKKKKKKKKK

    Responder

  • LuizSpena disse em 23/07/2011 | 04:54.

    abcdefghijl nopqrstuvxz

    perdemos M

    :(
    o alfabeto nunca mais sera o mesmo:(

    Responder

    • but what that hell disse em 23/07/2011 | 06:29.

      piada sem graça…vc q invento champs?

      Responder

  • Zillig disse em 23/07/2011 | 04:56.

    Porra Amy, chuto o balde a noite heim,

    Responder

  • Arthur Aragão disse em 23/07/2011 | 05:08.

    Amy morreu?? antes ela do que eu!

    Responder

    • Haída disse em 23/07/2011 | 07:28.

      Amém, falou tudo! XD
      Pra falar a verdade, eu já esperava isso. Sinceramente, deve ter sido até melhor… não sei se ainda tinha esperança pra ela…

      Responder

      • rosi disse em 24/07/2011 | 12:28.

        Isso aí… Acho que todos ja esperavam esse final. Tem tantos exemplos de artistas bons que se foram desse mesmo jeito.

        Responder

      • antonio leal disse em 24/07/2011 | 03:09.

        nossa, mais triste que a morte dela é ler esses comentários

        Responder

      • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:08.

        F…-se Antonio, foi tarde mesmo, se não gostou vai lá confortar os pais dela.

        Responder

      • antonio leal disse em 24/07/2011 | 09:42.

        ok troll, vai gritando ai enquanto eu aumento o som aqui… “I TOLD I WAS TROUBLE, YOU KNOW THAT I´M NO GOOD!!!”

        Responder

  • Atinel disse em 23/07/2011 | 05:50.

    Isso já era esperado, que pena ela tinha uma voz linda …

    Responder

  • Iza disse em 23/07/2011 | 06:00.

    Morreu com 27 anos como diz a maldiçao …a Lady Gaga tem 25….só faltam + 2 aninhos hein….te cuida L.G!!!!!

    Responder

    • Vini disse em 23/07/2011 | 08:30.

      tambem estou no aguardo da vigesima setima primaveira da srta gaga!

      Responder

  • thiago disse em 23/07/2011 | 06:05.

    Já foi tarde essa desgraça…. péssimo exemplo pra juventude. Ainda bem que morreu logo, assim os jovens podem ver o que acontece com quem usa DORGAS……..

    Responder

    • Dondiego disse em 23/07/2011 | 06:12.

      Creio que ela VIVA era um ótimo exemplo do que não se deve fazer… Não vejo vantagem alguma na morte de uma pessoa. Certamente ela tomou as decisões erradas, mas vc consegue garantir todas as suas?

      Responder

      • só B disse em 23/07/2011 | 06:26.

        Afirmação e quetionamento perfeitos Dondiego.
        Parabéns.

        Responder

      • Bel Salles disse em 23/07/2011 | 07:04.

        Endosso o que o Thiago disse e respondo a sua pergunta antes que faça a mim também. Eu vivo minha vida com responsabilidade, me amo, me cuido e ela que cavou a própria cova.

        Ela viva ou morta é um exemplo de como não deve se fazer. Triste é ver td mundo aplaudindo uma pessoa que se vicia, dando aplausos a quem só faz merda.

        Morreu pq quis e não deveria ser vista como admiração. Triste é ver que essa juventude que não tem cérebro, veem exemplos de artistas assim, logo farão o mesmo achando que são legais, modernos e etc.

        Vamos dar valor a quem se dá valor.

        Responder

      • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:11.

        To contigo e não arredo Bel, cada um cuidando da própria vida já arruma problemas suficientes, não dá pra ficar se preocupando com os outros e tendo dó de quem não faz jus ao direito de viver. FOI TARDE.

        Responder

      • Emily disse em 25/07/2011 | 10:26.

        Boa!

        Responder

      • Emily disse em 25/07/2011 | 10:27.

        meu coment foi para oq vc disse DonDiego

        Boa!

        Responder

      • Paula Campos disse em 25/07/2011 | 08:06.

        O que se deve fazer?

        Escola, faculdade, escritório, família, seguro de vida, sexo monogâmico, igreja, caixão?

        Tipo isso?

        O que é certo e o que é errado?

        Responder

      • Masterson disse em 25/07/2011 | 10:10.

        O certo é morrer Paula, trepar com todo mundo, pegar um monte de doenças, fumar tudo que se pode enrolar, cheirar até detonar o nariz, beber até o fígado mandar vc se f…, e mais um monte de coisas. Isso é certo, morrer cedo mas tendo um monte de prazer que nada mais nesse mundo nos pode proporcionar. Responsabilidade? Ah, isso é muito chato… bobeira

        Responder

      • Paula Campos disse em 26/07/2011 | 10:40.

        Ah, tá…
        Eu pensei que o certo seria fazermos o que bem entendermos.

        Responder

      • Masterson disse em 27/07/2011 | 12:24.

        Quem quer quebrar paradigmas que quebre Paula, só não cometa a burrice de morrer por esta decisão. Essa aí morreu em vão, e deve ter decepcionado muito seus pais. Valeu a pena? Falando sério, vc acha que valeu a pena a morte dela?

        Responder

    • Martha disse em 23/07/2011 | 10:29.

      DORGAS? que é isso? Além de escrever errado, quer dar lição de moral?

      Responder

      • Luis disse em 23/07/2011 | 10:41.

        digamos que DORGAS é uma gíria da internet tia Martha..

        Responder

      • Porc@miséria disse em 24/07/2011 | 01:44.

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Responder

      • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:13.

        Nussaaa, tia Martha KKKKKK tiazinha mesmo, nummanja nada de internet

        Responder

    • Astrobaldo disse em 24/07/2011 | 12:37.

      Você deve ser perfeito pra falar assim dos outros né … Lugar de santo é no céu, o quê você tá fazendo aqui na terra, Hein “santinho”… ???

      Responder

    • Astrobaldo disse em 24/07/2011 | 12:39.

      Para o thiago : Você deve ser perfeito pra falar assim dos outros né … Lugar de santo é no céu, o quê você tá fazendo aqui na terra, Hein “santinho”… ???

      Responder

    • JP disse em 24/07/2011 | 02:10.

      Que coisa, né? Falar de moralidade de desejar a morte alheia, como se fosse um urubu prestes a comer a carne em putrefação. Mundo estranho…

      Responder

      • Tinho disse em 24/07/2011 | 03:02.

        Ela fez muita coisa errada e mesmo assim milhões de pessoas estão sentindo falta dela. Duvido que alguém alem da sua família vai sentir falta de você. Sabe por quê? Por vc ser mediocre como ela nunca foi, como a maioria é.

        Responder

      • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:16.

        Entrando na conversa: Ela nunca foi medíocre? defina o que é ser medíocre então, é muito melhor ser um desconhecido vivo do que um babaca drogado famoso e MORTO.

        Responder

      • Esquilo disse em 26/07/2011 | 03:54.

        Masterson, não tenha pena dos mortos, tenha pena dos vivos.

        Responder

      • Masterson disse em 26/07/2011 | 12:19.

        Pena? De onde vc tirou que eu tenho pena de alguém? Ter pena de alguém é o mesmo que subjugá-la.

        Responder

    • Dumb disse em 24/07/2011 | 10:49.

      Bel, ninguém aplaudia ela por usar drogas, e sim, aplaudia pela música.

      Responder

  • RafaelD disse em 23/07/2011 | 06:08.

    sempre vai ter um rockeiro talentoso q se entrega a imagem de doidão e pra confirmar a imagem faz questão de morrer cedo!! se ela nao tinha pena dela propria, nao sou eu q vou ter!!

    Responder

    • Bel Salles disse em 23/07/2011 | 07:05.

      Justíssimo Rafael. Penso o mesmo.

      Responder

      • Astrobaldo disse em 24/07/2011 | 12:44.

        Pensa mesmo ? Concordando com o comentário do thiago nem cérebro você tem, onde já se viu desejar o mal de quem nunca te fez nada ? E ainda diz : “Eu vivo minha vida com responsabilidade, me amo ” pelo seu comentário concordado com o thiago você só deve amar a você mesmo e o mundo que se exploda… ainda bem que vocês são minoria…

        Responder

      • RafaelD disse em 24/07/2011 | 10:21.

        ih irmãozin… ninguem falou em maldade… vc tá se remoendo aí a toa!
        ela nao morreu em um projeto social, nao tava ajudando países devastados por desastres, e nnao tava protegendo a amazôniza brasileira… vc quer q apoiemos essa trajetória inútil dela? Tudo pra q vc tenha musiquinhas legais pra curtir no seu mp3 na escola? acorda prezado…

        Responder

      • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:20.

        Só o Astrobaldo não se toca que as opiniões dele são muito clichês, se liga maluco, as pessoas aqui pensam e são racionais, ninguém aqui tava desejando que ela morresse, só não estamos com pena, ela que se preocupasse com a vida dela, quis ser irresponsável e o mundo não tem obrigação de apoiá-la.

        Responder

    • Paula Campos disse em 25/07/2011 | 08:08.

      Quem tá querendo a sua pena?

      O sentimento de pena é nulo.

      Responder

    • Astrobaldo disse em 28/07/2011 | 06:35.

      Para o RafaelD : você diz : “ela nao morreu em um projeto social, nao tava ajudando países devastados por desastres…” e alguém aqui nesse blog faz isso ??? Você faz isso ??? Dorme prezado …

      Responder

  • sara ellen disse em 23/07/2011 | 06:18.

    talves nao tenha sido por overdose mesmo :)
    ela ja estava muito debilitada devido tudo que ingeriu
    seu figado e tal, ja estavam bem estragados, logo logo ela ia morrer mesmo, ainda mais que ela nao cuidou mesmo sabendo dos risco!

    Responder

      • Porc@miséria disse em 24/07/2011 | 01:46.

        Cheirou, bebeu, picou e fumou… TOOOOODDDASSSS !!! é o que eu acho !

        Responder

      • Porc@miséria disse em 24/07/2011 | 01:50.

        … e Sara… PQP vc é muito gata… SUA LINDA !

        Responder

      • Esquilo disse em 26/07/2011 | 03:56.

        gata é pouco, SUA LINDA!

        Responder

  • disse em 23/07/2011 | 07:00.

    Q pena q a Amy se perdeu na bebida e drogas.Ela nasceu maravilhosa,suas musicas maravilhosas,se pudessemos dominar nossas vidas seria muito bom,mas a bebida e mais as drogas acabaram com ela.Amy descanse em paz.

    Responder

  • cida disse em 23/07/2011 | 07:25.

    tou muito triste e muito triste ver uma pessoa tao talentosa como ela morrer por causa da maldita draga

    Responder

  • Murici disse em 23/07/2011 | 07:25.

    E tem trouxa, babaca, idiota querendo legalizar as drogas. Acaba assim, campeão. Ela era milionária, já foi bonita e talentosa. E vocês que defendem a legalização da maconha? Um bando de pobres coitados. Ela certamente começou “só na maconha”, certamente também achava que podia controlar, etc. Todo papo de drogado começa assim. E termina do mesmo jeito.

    Responder

    • Luiz disse em 24/07/2011 | 01:40.

      mais um coitado com a mente pequena. Esse papo que a maconha é droga de entreda é papo da década de 50, porque não dizem que o álcool é a droga de entrada ou o tabaco…ou hoje o trio açucar/sal/gordura (provado hoje como sendo tão viciante quanto a cocaina).

      vamos proibir a bebida também, 30 milhões de viciados só no Brasil.

      a Amy era um caso perdido, dinheiro + acesso a drogas + vida desregrada = DEATH

      outra que vai no mesmo caminho é a Lindsey Lohan

      Responder

    • Paula Campos disse em 25/07/2011 | 08:09.

      “Certamente”?

      O que mais acontece “certamente”?

      Certamente, você não sabe o que diz.

      Pense muito.

      Responder

  • Elaine disse em 23/07/2011 | 07:27.

    Fiquei com dó, por varios motivos, por ela ter morrido tão cedo, por ter se envolvido com drogas e não ter conseguido sair dessa… Por ter sido perseguida pela mídia como uma fracassada e principalmente pelo mundo ter perdido um vozeirão… Mais um talento que morre aos 27…. que pena…

    Responder

  • Elcio disse em 23/07/2011 | 07:55.

    Tem gente que não tem jeito. Se proibirem tudo quanto é droga, o cara vai fazer suco de OMO com água sanitária e mandar pra baixo. Vai fumar bosta de cavalo seca com pólvora acesa. Nasceu pra enfiar o pé na jaca. NÃO TEM JEITO. Artistas são mais propensos a esse fenômeno.

    Responder

    • Astrobaldo disse em 28/07/2011 | 06:27.

      Verdade, mas também acho que ela não soube lidar com a fama…

      Responder

  • marcos disse em 23/07/2011 | 07:58.

    engraçado todos falando do talento dela….
    ela podia até ter “para alguns”
    mais não tinha muito cerebro e o pouco que tinha fez questão de diluir….
    tenho dó dos brasileiros que trabalham o ano inteiro e nao tem direito a nada…..
    morreu cheia de grana…..
    e os babacas que gostam do seu “talento” comem OSSSO DURO….
    a famila vai chorar um pouquinho e depois vai gastar a grana da “talentosa”.
    só espero que com usem com sabedoria e não como ela….

    Responder

  • Johana disse em 23/07/2011 | 08:14.

    Se a morte de pessoas famosas por overdose servisse de exemplo ´para os jovens não se drogarem e nao encherem a cara todo final de semana, não haveria tantos jovens enterrados no cemitério mortos tão precocemente causando tanta tristeza aos pais. O pior é que a maioria desses jovens só seguem o exemplo do famoso vivo, no auge, não vêem esse lado feio, acham que a doideira da droga é uma delicia depois qdo querem voltar já é tarde e não conseguem mais, daí é só esperar pela morte mesmo.

    Responder

  • none disse em 23/07/2011 | 08:22.

    mais uma artista porra loka que virará lenda!

    Responder

  • marine disse em 23/07/2011 | 08:48.

    os jovens tao se acabando nas drogas.tinha muita pena dela,mas cedo ou mais tarde ia acontecer isso.

    Responder

  • dani disse em 23/07/2011 | 09:24.

    gente, tenham um pouco mais de cuidado ao falar de uma Pessoa . todos fazemos escolhas erradas em algum momento, mas na maioria das vezes conseguimos perceber a tempo de concertar …
    ela pagou um preço pelas escolhas que fez….
    não cabe a nós ficar julgando…
    e quanto a descriminalizar a maconha , eu concordo !!! e o fato da liberalização é outra coisa !
    pequeno é o pensamento de que quem fuma maconha , usa cocaína e outras coisas através dai.
    pensem mais antes de falar…
    isso que a maioria diz é preconceito! e pre-conceito é opinião sem conhecimento .
    lamentável a morte dela sim! uma voz extraordinária que se cala !
    ninguém é obrigado a gostar dela como artista , nem como pessoa e muito menos concordar com o que ela fazia da vida dela , mas respeitem o ser humano !
    foi uma pessoa mal compreendida e mal amada. no verdadeiro sentido da palavra.
    ela não suportou viver tudo isso aqui.
    e não é todo mundo que suporta não.
    vamos parar e ser mais gratos pelas coisas que temos e dar mais valor as coisas que nos fazem ter vontade de continuar…
    desculpem por falar tanto!
    obrigada!

    Responder

    • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:27.

      Do jeito que vc fala até parece que conviveu com ela neh? Ela se drogou, sim, mas teve muita ajuda, poderia ter parado. Preferiu continuar e duvido que não tinha consciência do fim que a esperava. Preconceito? sem conhecimento? a vida dela era pública, todo mundo sabia o que acontecia, esse papo de não julgar é balela, todo mundo julga todo mundo o tempo todo, hipocrisia é negar isso.

      Responder

  • Bruno Borges disse em 23/07/2011 | 09:27.

    Melhor comentario ate agora foi o da Dani Bananinha: “Perdemos uma grande artista pra essa Droga que se chama Droga”… que jogo de palavras! quanto QI! kkk

    Responder

  • taynara silva disse em 23/07/2011 | 09:59.

    nossa muito ruin saver disso, que acontesel com amy ela era uma otima cantora pra que isinte droga gente vamos cabar cdom isso…

    Responder

    • 0h1sn disse em 24/07/2011 | 04:00.

      Eu acho que antes de filosofar tem que aprender a escrever, assim que é bom

      Responder

    • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:29.

      Some daqui mulher, vai aprender a escrever e depois volta aqui para um teste. Que saco ter que ler comentário de gente burra.

      Responder

  • taynara silva disse em 23/07/2011 | 10:00.

    odei drogasssssss
    droga nunca
    fica com DEUS
    AMY ONDE VC ESTIVER….

    Responder

  • Eliane disse em 23/07/2011 | 10:09.

    Ela aproveitou bem a “carreira”
    .
    .
    Foi uma “carreira” curta.
    .
    .
    Bela e brilhante “carreira”
    .
    .
    Já foi tarde !!

    Responder

    • Luis disse em 24/07/2011 | 10:13.

      E vc é uma idiota…

      Responder

      • bryan disse em 24/07/2011 | 05:08.

        Humor negro não é para todos, é só fazer uma piadinha que já se indignam!

        Responder

      • Caroline disse em 24/07/2011 | 05:29.

        fazer “piadinha” com a recente morte de alguém obviamente vai gerar indignação, não importa como essa morte ocorreu.

        adoro humor negro, mas tem que saber como aplicá-lo. e a “piada” não foi o que gerou indiginação, e sim a frase final “Ja foi tarde”. quem são vocês pra julgar se uma pessoa merece ou não morrer? -_-

        não importa se ela usava drogas ou não. uma vida humana chegou ao fim, se não gostava da cantora, se acha que ela merecia morrer, guarde sua opinião hipócrita pra você, e o mínimo que se deve fazer é respeitar.

        imagino se fosse alguém da sua família que tivesse falecido.. seja de overdose, câncer, atropelamento.. aí a piada não seria tão engraçada, né?

        Responder

      • bryan disse em 24/07/2011 | 07:28.

        Não estou julgando se ela merecia ou não morrer, tanto faz. Só estou dizendo que não há problema em fazer piada, essa é a moral do humor negro. Humor negro foi feito para ser inadequado.

        Responder

  • jaws disse em 23/07/2011 | 10:14.

    Vivia alcoolizada cheirado pó, e fumava crack.

    Para os que odeiam drogas…
    Alcóol é droga.

    RIP.

    Responder

  • Caroline disse em 23/07/2011 | 10:56.

    a Amy morreu há algumas horas e já fazem piada, patético, no mínimo.

    era bem previsível que ela teria uma overdose, óbvio, todos sabem que ela tinha problemas com drogas. mas isso não desmerece o talento que ela tinha, tanto em relação a voz quanto suas composições. quem diz que ela não era talentosa, ou é burro, ou não conhece nada de música, ou é fã de Lady Gaga e essas “cantoras” horríveis atuais, que só fazem sucesso com auto-tune ou fazendo polêmica.

    muito antes de começar com essa loucura de drogas, com o primeiro álbum “Frank”, era visível que a voz dela seria uma das mais intensas do século XXI.

    se você não tem pena dela (e até entendo, ela que se afundou usando drogas), pelo menos respeite sua música de qualidade.

    Responder

  • danniel disse em 23/07/2011 | 11:01.

    tentaram mandá-la para a “rehab”, mas ela disse “no, no, no”.

    Trololololó lololó lololó, trolololololóóóó….

    Responder

  • eduardo disse em 23/07/2011 | 11:06.

    Olha sabe o que eu mais gostava na Amy é que ela era original única no estilo dela não tinha ninguém do mesmo jeito e de cantar também, eu não era super fãn dela não mais a musica dela sempre será lembrada com uma das vozes mais linda do século vinte e um.

    Responder

  • Luana disse em 23/07/2011 | 11:11.

    FOI TARDE…. E TOMARA QUE ACONTECA O MESMO COM OS OUTROS QUE SÃO IGUAIS A ELA. TEM TUDO NA MAO, TEM TUDO… E NAO DÁ VALOR. FOI TARDE MESMO.

    Responder

    • 0h1sn disse em 24/07/2011 | 04:02.

      CAPS LOCK FOREVER AND EVER AND EVER.

      Responder

    • Astrobaldo disse em 25/07/2011 | 08:27.

      Luana : você também irá tarde demais …

      Responder

  • Rayane disse em 23/07/2011 | 11:45.

    aaaaaaaaaaaa Man caleem a bocaa
    naum faleem bostaa naum se elaa xerava pobrema é delaa Ok
    deixa mina morre em paaz fica falando mal della depois de morta tenha respeito
    Vaa em PAZ MINHA QUERIDA

    Responder

    • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:32.

      “Morrer em paz”, irônico, quando ela mesma não se permitiu isso.

      Responder

      • Astrobaldo disse em 25/07/2011 | 08:35.

        Masterson você é um idiota e deve ser o moderador disso aqui por isso não respeita a opinião e o sentimento dos outros, sabemos que ela se entregou aos vícios, que ela mesma se afundou nas drogas, ninguém está dizendo que ela era santa, só estamos lamentando a morte dela, sendo que ela tinha tanto sucesso e talento pela frente. Ela não pensou em si mesma e é isso que nós estamos comentando, seu idiota }:(

        Responder

  • Hêmily Ramos disse em 23/07/2011 | 11:52.

    Ela definitivamente não tinha tudo…. Faltou maturidade, amor próprio, paz de espírito, etc…. Lamento sim a morte de Amy. Um grande talento no mundo da música. Quem somos nós pra achar que “foi tarde” ??? Melhores do que ela??? Porque??? Porque alguns de nós conseguimos esconder/camuflar nossas fraquezas??? Vá em paz Amy.

    Responder

  • Hannah disse em 24/07/2011 | 12:23.

    Estou profundamente triste, tinha esperanças q ela se recuperasse. Adorava a Amy parecia a Ella Fitzgerald. Outra como ela não tinha.

    Responder

  • Astrobaldo disse em 24/07/2011 | 12:32.

    Os que falam mal dela é pura inveja por ela ter uma voz incrível, linda … O problema dela começou ou aumentou com o “marido” que a viciou em drogas pesadas, mas ele vai pagar por tudo o que fez concerteza .
    O mundo da música perdeu uma voz linda ! É uma pena ela ter se entregado, lamentável . Mas eu não vou dizer “foi tarde”, não sou nem me acho melhor que ninguém pra dizer “foi tarde”…
    Pelo contrário fiquei triste porque um grande voz se calou.

    Responder

    • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:36.

      Ahh, com certeza, tudo que eu queria na vida era ter uma voz igual a dela, me corroía todos os dias só de pensar que eu nunca seria como ela, mas agora que ela morreu tudo será diferente, sem ela no meu caminho poderei ocupar seu lugar. Já perceberam que sempre que alguém é muito fã de algo e ouve uma crítica à seu ídolo sempre manda esse comentário: vcs dizem isso pq tinham inveja. Ahhh, vai dar meia hora de c. rapaz

      Responder

      • RafaelD disse em 24/07/2011 | 04:48.

        masterson, ja pensou na possibilidade desse astrobaldo ser uma criança? hahahaa
        vendo os comentários foi a conclusão q eu cheguei… uns 8 anos talvez… e vc manda ele dar meia hora… hauyhauyhauyh

        Responder

      • Astrobaldo disse em 25/07/2011 | 06:58.

        Para o Masterson : vai você que já está acostumado kkk .

        Responder

      • Masterson disse em 25/07/2011 | 08:20.

        Olha a resposta que o cara manda…. deve ter uns 8 anos mesmo.

        Responder

      • Astrobaldo disse em 28/07/2011 | 06:19.

        Se eu não respondi como deveria é porque tenho educação .

        Responder

  • Isa disse em 24/07/2011 | 12:45.

    Tem um monte de gente criticando ela, falando varias coisas….Ela era uma cantora, qnto a isso (acredito eu) que nesse forum ninguem tenha duvida de que ela cantava muuuito. Agora o povo vem até aqui para falar que ela nao era bom exemplo, dar lição de moral…aposto que quem esta criticando não é voluntario ajudando crinças doentes, ou participa de alguma ong para ajudar alguém….se ela não era exemplo, você também não, é só mais um. Tirem o ódio do coração!!

    Responder

    • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:38.

      Isa, guarde esta frase: muito ajuda quem não atrapalha.

      Responder

      • Isa disse em 24/07/2011 | 05:26.

        Masterson, aqui ninguém ta querendo santificar ninguém, porém aqui também não é nenhum tribunal para julgar ninguém, apenas estamos lamentando a morte de uma cantora. Para de ser chato!!!!

        Responder

      • Masterson disse em 24/07/2011 | 07:21.

        Isa, todo lugar aberto a opiniões vai gerar opiniões de todo tipo, inclusive realistas. Sinto muito se tem gente que diz o que pensa.

        Responder

  • Flor disse em 24/07/2011 | 01:03.

    eu acho que tinham que ter posto uma foto mais linda da amy apos de tudo a gente nao morre todo dia e nesse dia deveriamos recordar as coisas boas dela como a bela voz e suas belas musicas… uma grande mais pro inferno do 27! descance em paz amy, vc sempre estara no meu play list!

    Responder

    • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:41.

      Eu sou contra esse negócio de ficar santificando quem morre. Quer ter boa reputaçao depois de morto? Faça isso em vida. Como se o fato de alguém ter perdido a vida anula qualquer julgamento de seus erros. Isso é pra qualquer um, não só pra famosos não.

      Responder

  • Paula Campos disse em 24/07/2011 | 01:22.

    Para os ignorantes e preconceituosos de plantão: “usar drogas” é bem diferente de “usar muitas drogas”. Cada um faz o que bem quer com o seu corpo, sua vida. Por favor, gente, vamos estudar um pouco antes de falarmos besteira.

    Um vídeo bem bacana sobre o uso de drogas é o da entrevista da professora Gilberta Acselrad para a Globo News. Procurem.

    Leiam e se informem.

    Sobre Amy… é isso aí. Vivendo e morrendo.

    Responder

    • RafaelD disse em 24/07/2011 | 04:52.

      Paula.. é bem por aí!!
      usar drogas é relativo.. e a população brasileira q se entope de lexotan, rivotril..é chamado de droga tb!! As pessoas nao tem o minimo de experiência e devem culpar a maconha por isso… pra amy pode botar aí algo entre ópio e heroina…

      Responder

  • Alexandre Abrantes disse em 24/07/2011 | 01:49.

    27 ANOS
    Para Amy Winehouse
    27 anos. Onde está a heroína?
    Onda anda a fama sem calçada?
    A rua tem fome de nada.
    Apenas 27. A nódoa e o dano.
    O tempo não tem pena.
    27 aninhos, abandono.
    Assim foi Jim, assim foi Janis,
    e a Jimi se junta Amy.
    Aos 27, unidos no estado,
    na forma de passar da vida
    para o mito, o canto e o fado.
    Que destino é esse?
    Que blues tão cinza?
    27 velas queimando.
    Apenas 27.
    Trinta nunca mais.
    Talvez trezentos
    em chamas tremeluzentes.
    Talvez numa casa,
    num vinho perfumado,
    como uma rosa que morre
    ainda exalando o aroma.
    Talvez fizesse o dia durar
    27 horas, quem sabe?
    É o preço, ir tão cedo?

    Natal, 23 de julho de 2011

    Alexandre Abrantes

    Responder

    • Bia DM disse em 24/07/2011 | 04:03.

      ó! botei fé! hahahahahahaha

      Responder

    • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:44.

      A heroína? A Amy levou com ela KKKKKKK

      Responder

  • mais um disse em 24/07/2011 | 07:37.

    Varios comentarios sobre o fato dela usar droga, como se isso tirasse algum merito dela.

    Se for criticar quem usa droga, saibam que vcs tambem tão ofendendo varios outros artistas,intelectuais etc… E tenham certeza que todos esses ”drogados” chegaram num nivel que vcs, comentaristas de blog, jamais chegarão.

    Acredito tambem, que voces devam pensar no fato de que as musicas dela, a arte dela, tenha feito muito bem, das mais varias maneiras, pra varias pessoas.

    O mais patetico ainda é que quem vcs tanto criticam, esta tento mais antenção em sua morte, do que voces um dia terão.
    Saibam que, todo comentario sobre suas proprias morte, sera feito por algum membro de sua familia de plastico, cheio de podres escondido no passado, que serve o falso moralismo naquele almoço de domingo com sorrisos falsos.
    Essas são as pessoas que iram comentar sua morte. Tão sujos quanto a drogada.
    E pode ter certeza, 2 gerações sera o suficiente pra vcs serem esquecidos.
    E tudo que sobrou de voces, (um retrato) estara no lixo.

    Responder

    • Masterson disse em 24/07/2011 | 04:55.

      Mais um, veja bem: uma pessoa artista e intelectual geralmente é considerada inteligente não é mesmo? Se ela é inteligente então pq ela usa drogas se sabe que isto não faz bem? Sabe pra que? Para compensar a vida vazia que levam, são bem sucedidos em uma área e fracassados em outra. Agora isso vai do que alguém julga ser mais importante na vida. Morrer cedo mas famoso? Será que é tão importante essa necessidade de ser lembrado? Meu amigo, quem leva uma vida com responsabilidade, cultiva amizades e cuida de sua família, pode ter certeza que este será lembrado, e se não for pouco importa, contando que sua passagem nesta terra não tenha sido para atrapalhar a dos outros. E lembrando: pessoas racionais não se precupam em serem lembradas, simplesmente são realistas e pouco dão atenção ao que vão dizer depois de sua morte, sabem que se fizerem o certo outros não terão nada negativo para dizer.

      Responder

  • mais um disse em 24/07/2011 | 07:45.

    Ah!
    E tem sujeito que ainda acha que tem moral pra criar videozinho entitulado ”Na internet, pega leve” ne, Flavio?

    Responder

  • Daniel disse em 24/07/2011 | 09:21.

    Dizem que o ex-presidente Collor também finge que é aspirador…. PORRA MORTE, pq vc ñ levou o “Fernandinho do Pó” primeiro?

    Responder

  • tato disse em 24/07/2011 | 09:36.

    Saudades eternas de uma pessoa que viveu a vida intensamente , e não conseguiu se livrar das drogas……Amo de paixão a AMY descanse em paz … sabendo que você deixara muitas saudades… ainda bem que você veio no Brasil e pude ver todos os seus 4 shows….. SE você realmente deseja algo , sabera certamente encontra-lo….Bjos Amy te amo

    Responder

  • tato disse em 24/07/2011 | 09:38.

    Por favor coloquem uma foto dela melhor dela …..

    Responder

  • Roberta disse em 24/07/2011 | 10:24.

    Amy Winehouse…Drogue-se em paz R.I.P

    Responder

  • Diego disse em 24/07/2011 | 10:46.

    Sempre tem um ou outro hipster para justificar e poetizar a burrice alheia…

    BTW, sobre a discussão “usar pouco” vs. “usar muito”:

    Sempre tem uma ou outra pessoa que fuma um baseado, cheira uma carreira de cocaina, ou até alguma coisa mais pesada (crack, metanfetamina, etc) e consegue parar e manter tudo sob controle.

    Mas a maioria são aquelas pessoas que perdem totalmente o controle e se fodem, muito, e fodem a vida alheia também, não raro. Ensino de uso consciente é o caralho, para essas pessoas não tem meio termo.

    E aí, vai querer experimentar para saber em qual grupo você se insere?

    Ps. Ao pessoal pró-maconha, fica a dica: dizer que maconha é menos perigoso que gordura/alcool/tabaco não é um argumento pró-maconha, é um argumento CONTRA gordura/alcool/tabaco. E coloca o consumo da maconha na mesma escala que o consumo de gordura/alcool/tabaco antes de dizer qual é mais perigoso.

    Responder

    • Paula Campos disse em 25/07/2011 | 07:52.

      “Perder o controle” não é algo restrito ao uso de drogas.

      Ensino do uso consciente das drogas é, sim, a saída mais viável. Porque, por mais que se proíba e se condene o uso das chamadas substâncias ilícitas, sempre, eu disse SEMPRE vai haver isso.

      Não posso dizer coisas do tipo “crack é mais perigoso que álcool”, “álcool é mais perigoso que maconha”. O que é “perigoso”? Os riscos que cada um assume são válidos apenas para sua pessoa e isso varia. A medida das drogas, claro, varia e, com essa variação, aumentam-se ou diminuem-se os riscos de morrer por causa de uma overdose ou em decorrência de algo direta ou indiretamente relacionado ao uso das drogas. Mas, aí, mais uma vez, isso é da conta da pessoa.

      É uma escolha, gente. Não há como negar isso.

      Acredito, sim, na educação – aberta e consciente – para o uso de drogas. Porque a única coisa que podemos fazer é oferecermos informação para quem quer. Agora, tirar alguma coisa da mão de alguém usando a própria mão – que, julga-se, é mais consciente que a de outra pessoa – já não cabe mais.

      É tempo de esquecer a culpa e os julgamentos e tirar, das costas, essa cruz que tantos carregamos.

      Responder

  • Angélica disse em 24/07/2011 | 12:48.

    Acho que tem poucos comentários que se aproveite…é uma pena que existe muita gente ignorante no mundo…Não podemos julgar as pessoas, ela foi induzida a entrar nos vícios pelo próprio marido…assim como a cantora Whitney Houston também foi viciada pelo próprio marido,são divas que infelizmente vão pela cabeça dos maridos e acabam se perdendo nas drogas….mas não sabemos sua trajetória de vida, suas tristezas e suas dores…Amy, era inglesa…um país monárquico onde é cada um por si, as pessoas são frias….o certo está em tudo,não era fã da Amy e nem gostava de suas músicas, mas torcia pela sua liberdade do mundo das drogas, torcia que ela não fosse embora tão cedo, torcia por uma pessoa sair do inferno e não ser vencida pelo diabo….pq Amy Winehouse foi feita por Deus, filha de Deus – único criador!!! Enquanto tem gente que fica falando asneiras em um comentário…DEUS e JESUS CRISTO sofrem pela perda de sua filha talentosa, ao qual ele deu todo talento e perfeição…Deus projetou ela pra ser uma diva, uma estrela, por isso deu á ela aquela voz marcante…Mas infelizmente o diabo roubou a alma dela, através das drogas…ele conseguiu levar mais uma filha de Deus pro inferno…Ele é cruel e covarde!! Hoje ele rir de vcs que escrevem besteira no comentário,ele rir pq todos aqui somos filhos de Deus!! E pq tem alguns aqui que ficam aplaudindo a vitória de Satanás? Não podemos ser coniventes com a desgraça das pessoas….pq toda desgraça vem do maligno…Peçam perdão a Deus!!! Pq ele chora hoje…ele perdeu sua filha pra satanás…SAbe pq ele perdeu? não é pq ele é mais fraco que o diabo…é pq ele é digno e deu o livre arbítrio as pessoas…é pq talvez Amy nunca o procurou e contou suas dores e pediu sua ajuda…Não julguem um filho de Deus!! Pq vc pode acabar caindo na armadilha do mal….

    Responder

    • blob disse em 24/07/2011 | 03:58.

      1. “Amy, era inglesa…um país monárquico onde é cada um por si, as pessoas são frias” dizer que os ingleses são pessoas frias não é julgar as pessoas? como o fato da inglaterra ser uma monarquia influenciou Amy a usar drogas?
      2. Muito coerente esse seu deus né? ele nos ama, mas mesmo assim não ve problema algum em nos deixar sofrer ETERNAMENTE por causa dos erros que cometemeos em vida. Como alguem pode achar que isso é amor ou justiça?
      3. As pessoas fazem suas próprias escolhas. Culpar o diabo por toda a maldade e desgraças que acontece no mundo é algo muito estupido de se fazer.
      4. Pare de buscar a aprovação de um ser imaginario e aproveite sua vida :)

      Responder

    • Masterson disse em 24/07/2011 | 05:02.

      Quer por Deus na conversa, então aqui vai: Deus criou os homens, dentre eles os escolhidos e até os ímpios para o dia do juízo. Não podemos definir quem são os escolhidos e os ímpios, mas sabemos que existem os dois. Tem gente que já nasce condenada.

      PS. Não estou dizendo que a Amy vai pro inferno, quanto à esse assunto eu não julgo ninguém. Quem for inteligente entendeu o que eu quis dizer.

      Responder

    • Gustavo disse em 28/07/2011 | 01:51.

      Nossa quanta bobagem

      Responder

  • Com ffs disse em 24/07/2011 | 01:17.

    Galera vem aí pra justificar e idolatrar a morte dela, mas não sabem que foi ela mesmo que acabou.. Antes ser desconhecido e curtir a vida com diversão e risadas do que se fuder com química pra morrer aos 27 anos.. Quem tem 27 anos vê que a vida só tá começando, ela ainda tinha no mínimo uns 40 anos pela frente..

    E essas fotos são só a verdade por tras da maquiagen e dos clipes..

    Aí vem bom samaritano, que só escutava Amy winehouse de vez em quando, dar uma de moralista fazendo agente pensar que é grande.. A dercy, quando era viva, “era boca suja”, quando morreu “falava o que pensava”.

    Ótima voz, sim, mas destruiu a si própria, e nisso não há méritos..

    Responder

    • Masterson disse em 24/07/2011 | 05:04.

      Pois é, as pessoas sempre querem santificar os mortos. Bando de hipócritas.

      Responder

      • bryan disse em 24/07/2011 | 05:33.

        Sou fã de nirvana e sei que o Kurt fez merda. Não da pra santificar o cara porque eu gosto das músicas dele.

        Responder

      • Caroline disse em 24/07/2011 | 05:40.

        é muita hipocrisia essa atitude que muitos têm, de santificar os mortos.
        mas acho que muitos aqui apenas querem demonstrar sua decepção ao ver uma pessoa talentosa desperdiçar sua vida assim. a Amy não era santa viva, não é porque ela faleceu que vai virar uma.

        o fato dela usar drogas não invalida seu talento, é uma burrice enorme não admitir que ela era talentosa, qualquer pessoa com o mínimo de noção musical percebe que ela tinha talento . não precisa gostar da música dela, de sua voz, nem seu estilo.. apenas reconhecer que ela era talentosa e que sua morta foi uma perda enorme para a música atual.

        Responder

      • Masterson disse em 24/07/2011 | 07:33.

        Nisso eu concordo, tanto é que em nenhum comentário meu eu critiquei o talento dela. O que me deixa doido é essa coisa de santificar a garota depois da morte, quando nem ela mesma se respeitava, o que aconteceu poderia ser considerado até suicídio.

        Responder

      • Astrobaldo disse em 25/07/2011 | 08:26.

        Ninguém está santificando ninguém, só estamos lamentando o fim trágico que ela teve .
        Você fica julgando se achando um santo mas tenho certeza de que não é }:(

        Responder

      • Masterson disse em 25/07/2011 | 10:16.

        Astrobaldo, senta ali no cantinho vai, e engole esse choro.

        Responder

  • eli disse em 24/07/2011 | 01:28.

    é uma pena a morte dela, ela era talentosa. as drogas é um caminho sem volta!

    Responder

  • Porc@miséria disse em 24/07/2011 | 01:32.

    A julgar pelas fotos e pelo histórico, mais uns dois ou três anos e ela se transformaria no “Gollum”.

    Responder

  • Luana Campos Fernand disse em 24/07/2011 | 01:38.

    Concordo plenamente com Angélica e assino em baixo! Neste momento o diabo ta aplaudindo tudo o ke aconteceu!

    Responder

  • zang disse em 24/07/2011 | 02:17.

    Poxa, tava vendo uns videos do inicio da carreira dela, ela era muito bonita, tinha tudo pra ter uma carreira de sucesso mas vai se meter com droga, acaba nisso.

    Responder

  • Ana lara disse em 24/07/2011 | 04:46.

    se ela ta assim imagina como ela esta agora no inferno!:(

    Responder

  • marco disse em 24/07/2011 | 05:11.

    sinto muito por termos perdido mais uma pessoa com um dom divino incrível. Mas também consigo compreender os motivos dela. qualquer pessoa que viva sua vida direitinho como manda o figurino deve ter um pouco de sangue de barata correndo em suas veias. nos dias de hoje o normal e aceitável é não expressar sentimentos, não amar, não gritar contra os inconvenientes, não lutar contra o governo, contra o sistema mediocre, contra os impostos, contra as filas, seguir como se fosse uma ameba. mostre ao que veio e o que quer, expresse seus sentimentos, diga a verdade na lata do teu vizinho pra ver o que te acontece. talvez seja o melhor caminho viver 10 anos a mil, que mil anos a dez. Viva Cássia, Cazuza, Janis, Ami…

    Responder

  • neide disse em 24/07/2011 | 05:37.

    a heroína está deformada,olha só pra cara dela.

    Responder

  • Anderson disse em 24/07/2011 | 05:53.

    Já tava na hora né? Caramba drogada e bebada! Ninguém é de ferro! Bom então R.I.P.

    Responder

  • Marcos disse em 24/07/2011 | 07:23.

    Bebeu a vida e fumou o ar…

    já vai tarde…

    tvz aprenda na próxima, não tenho pena.
    O saco é tocarem só uma musica dela o tempo todo.
    Mozart fez milhares de músicas, enfim, nem vou falar

    tchau bruaca …

    Responder

  • Erika disse em 24/07/2011 | 09:03.

    vou parar de entrar no seu blog. tive um sonho erótico com o sr. chongas essa noite, e meu namorado não gostou nem um pouco!!! e olha q vc nem é bonito!

    Responder

  • Cindy disse em 24/07/2011 | 10:15.

    Triste… assim como ela, há muitos “anônimos” morrendo por aí!

    Responder

  • jaws disse em 24/07/2011 | 11:06.

    Alcóol a droga que mais matas pessoas no mundo a milênios.
    Droga cujo única utilização na medicina é matar micróbios assépcia.

    Maconha é uma planta.
    _\|/_

    Responder

  • jaws disse em 24/07/2011 | 11:07.

    Alcóol a droga que mais mata pessoas.
    Droga cujo única utilização na medicina é matar micróbios, assépcia.

    Maconha é uma planta.
    _\|/_ FOREVER.

    Responder

  • Caroline disse em 25/07/2011 | 12:15.

    é nessas horas que a gente mais percebe como o ser humano pode ser hipócrita e desrespeitoso..
    a cada 10 comentários aqui, no mínimo 5 contêm a frase “já foi tarde.. tinha que morrer mesmo!”.. isso me dá um nojo. quem são vocês pra julgar alguém dessa maneira tão cruel? sério mesmo.. sei que todos nós julgamos as outras pessoas, nem que seja de uma maneira inconsciente… mas falar que “já foi tarde”, ou dizer que ela merecia morrer, sem nem conhecê-la, é muito triste. é um comentário digno de uma pessoa infeliz e vazia..

    só queria entender o que leva alguém a desejar a morte de uma outra pessoa que nunca nem conheceu, e faz esses comentários baseados apenas no que sai na mídia.

    entendo quem diz não ter pena dela, e realmente, é um comentário que dá pra entender. quem morre de overdose, na minha opinião, pode ser considerado suicida. mas dizer que essa mesma pessoa merecia perder sua vida já é algo muito arrogante, principalmente porque nós não sabemos o que se passava na vida dela, ninguém deve julgá-la dessa maneira.

    e nós não sabemos o dia de amanhã. de repente alguém da sua família, um amigo próximo.. começa a usar drogas, fica dependente.. e você escuta alguém, que nunca conheceu esse viciado, falar que esse dependente químico merece morrer, simplesmente porque ele tem uma mente fraca, é facilmente influenciado, não tem auto-controle.. garanto que seria algo muito decepcionante de se ouvir.

    mas enfim, acho que nunca vou entender mesmo.

    Responder

  • dadinho disse em 25/07/2011 | 12:50.

    coitada

    Responder

  • Hêmily Ramos disse em 25/07/2011 | 01:41.

    Caroline, infelizmente, nesse mundo competitivo, cada vez mais as pessoas se odeiam “de graça”.

    Responder

  • Gustavo disse em 25/07/2011 | 02:49.

    O fato é que uma pessoa saudável consegue viver até uns 80 – 100 anos. Se ela quis viver do jeito que ela vivia, viveu bastante. Não é questão de merecer morrer, mas era óbvio a morte. No estilo de vida dela, não é morte prematura. Morte prematura é tu ter um enfarto, ser atropelado, levar uma bala perdida.

    Responder

  • Carlos Filho disse em 25/07/2011 | 03:08.

    Só quem tomou uns bons drink com Amy pode julga-la! beijos

    Responder

  • Fabius disse em 25/07/2011 | 09:02.

    Vai tarde essa!

    Drogas, contribuindo para a seleção “natural” desde sempre!

    Responder

    • Astrobaldo disse em 25/07/2011 | 07:55.

      Fabius : Você também irá tarde …

      Responder

    • Paula Campos disse em 25/07/2011 | 07:59.

      Seleção natural de que?

      De gente como o terrorista de Oslo, por exemplo?

      Por favor, meu filho.

      Responder

  • Osama disse em 25/07/2011 | 09:54.

    uma aberração dessa nem as larvas embaixo da terra acho que vao quere comer

    Responder

    • Astrobaldo disse em 25/07/2011 | 07:54.

      Olha Osama se você é santo deveria estar no céu, não acha? Ou será que você foi proibido de entrar lá ???

      Responder

      • Astrobaldo disse em 26/07/2011 | 06:13.

        Para o Osama: pelo menos ela tinha a voz e você o que tem ? Se não pode fazer melhor, não fique criticando, aprenda a respeitar as pessoas .

        Responder

    • Paula Campos disse em 25/07/2011 | 08:00.

      O que é uma aberração?
      E, me diga, o que não é?
      E, me diga, who the fuck are you?

      Responder

      • Osama disse em 26/07/2011 | 08:15.

        vcs tao defendendo um lixo de pessoa que a unica qualidade q tinha era a voz e mesmo assim nao conseguia terminar um show de tanta droga q tinha dentro dela já…
        me fala outra qualidade dela vai…

        Responder

  • Bebum disse em 25/07/2011 | 11:23.

    Jamais vou entender essa vida. Tanto comentarista desse blog pra morrer, e morre logo esse talento musical, etílico e contraditório chamado Amy WinevodcawhiskypóHouse . Um brinde à sua curta e proveitosa(?) forma de contestar o politicamente correto.

    Responder

  • brenda disse em 25/07/2011 | 12:55.

    Tô ansiosa pela morte do Masterson, o cara é um xarope que escreveu 480 comentários só pra este post ! Chato demais, os outros adjetivos prefiro deixar subentendido.

    Responder

    • Masterson disse em 25/07/2011 | 08:03.

      Quando eu morrer eu te ligo pra avisar, mas acho que vai demorar muitos anos viu, já que eu me cuido, não fico me entupindo de drogas. Se não gosta dos meus comentário não leia, se tá incomodada problema seu.

      Responder

    • Astrobaldo disse em 26/07/2011 | 06:10.

      480 comentários ? Esse cara é obcecado pela Amy, kkkkkkkkkkkkkkk .

      Responder

  • Carol disse em 25/07/2011 | 12:55.

    Acho engraçado…Algumas pessoas tem o prazer de olhar sempre o lado ruim, e como se não bastasse, dão enfase a isso. É gratificante ver a derrota alheia.
    Não sou uma grande fã da Amy. Mas admiro seu talento, e as vezes fico me peguntando o que leva uma pessoa acabar com sua vida dessa maneira. Nunca teremos essas respostas, acredito que cada um tenha seus próprios motivos.

    Enfim, so achei que o autor do blog, poderia ter postado fotos dela bonita, saudável…e não se desintegrando. Quando uma pessoa morre, é legal ter uma lembrança dessa pessoa com um semblante feliz, embora saibamos que nao foi assim que Amy morreu. Masss, é o que eu volto a dizer, algumas pessoas tem o prazer de ver a desgraça alheia.

    Responder

  • Zeh Henrique disse em 25/07/2011 | 01:08.

    Caroline tem toda razão…. lamentável as pessoas que parecem ficar felizes com a morte ou tragédia dos outros; uma morte , por maior futilidade ou imprudência da pessoa que seja, é triste e não deve ser julgada e dizer aos outros que foi bem feito, que ela mereceu e por ai vai…..
    No Sábado, 23/07/2011 uma estrela, que estava perdida nesse mundinho cruel cheio de inveja em que nós vivemos apagou seu imenso brilho aqui para brilhar muitas galáxias distantes daqui… onde o pensamento da grande maioria dos críticos desta página pode demorar muitos séculos para se aprimorar e notar que as coisas não acabam aqui e perceber que quem perdeu foi a gente, nesse planeta cheio de inveja onde se calou uma voz do jazz/soul que tinha o impacto de um trovão no palco…
    RIP Amy

    Responder

    • VJ. disse em 25/07/2011 | 01:48.

      Zeh Henrique você comentou o que Caroline disse com muito discernimento.

      A meu ver nós perdemos. Porque não sabemos fazer valer a realidade em que vivemos. Ainda somos capazes de ver alguém em uma situação difícil e achar que está tudo bem porque não é próximo de nós mesmos.

      Eu gosto da Amy. Nunca fui fã de ninguém. Mas posso dizer que fui tiete da Amy. Guardo suas músicas comigo. Tenho carinho pelo trabalho espetacular que ela desenvolveu. Sua voz. O timbre… Que magnífica! Gloriosa! Diva! Divíssima!

      E as letras falam de temas que muitos só admitem quando começa a anoitecer ou quando é noite profunda… Até ali… passam maquiados pela vida: Corajosa.

      Mas… perdeu-se no meio do caminho. A arte é uma ponte para explicar o inexplicável. E só. E este só é muito. Tem, o artista, que saber construir esta ponte para se beneficiar dela. Senão corre o risco de cair no abismo que acaba que constrói para si mesmo.

      Tudo é muito forte, em termos de enfrentamento, quando se trata de se expor na mídia, entre outras colocações que fazemos.

      A cultura londrina segundo uma cantora que conheço e que por lá esteve trabalhando por muito tempo, é de muita droga, muita droga mesmo. Não há talvez… Todos usam muita droga. E crianças novinhas andam usando em demasia. Amy retrata esta cultura em que viveu. É só olhar as estatísticas. Amy retrata, como pessoa pública, que algo tem que ser feito. Algo tem que ser entendido e mudado neste contexto.

      Viver a vida de forma lúcida é muito bom. Às vezes me perguntam se eu já usei drogas, eu digo que não, _ e é a pura verdade _, e que se eu usasse eu seria careta. Muitas vezes já nascemos com muitos paradigmas para resolver, entendo que adquirir um de fora para trazer mais problemas para resolver é muita coragem… Já basta os problemas do dia-a-dia. Há muito o que fazer neste mundo para crescermos independente de drogas. Por este motivo, menos um.

      Abração a todos os que estão aqui, _independente de suas opiniões _, entendo que ninguém quer ter drogas em seus caminhos. Foi o que entendi. Excelente opção!

      VJ.

      Responder

      • Paula Campos disse em 25/07/2011 | 08:02.

        Quem não quiser drogas em seu caminho, mandem para o meu.

        Escute, o que é uma vida lúcida? Você é lúcido?

        Responder

    • Gustavo disse em 26/07/2011 | 02:18.

      Engraçado, nico NEM UM POUCO (nem um pouquinho MESMO) triste quando ouço que algum traficante/estuprador/assassino/ morreu…….Não consigo pensar outra coisa que não: “Bem feito”……..Sei la, vai ver eu que sou frio mesmo, não sei….Ou quem sabe tu que é frio, lamentando a morte dos mesmos, não sei….
      (esquecendo o fato da Amy, mas realçando o “nenhuma morte lelelele”)

      Na minha opinião, há várias coisas distintas:
      -Uma coisa é lamentar um artista morrer acidentalmente;
      -Outra coisa é lamentar um artista POR TER entrado e sucumbido no mundo das drogas, e tentar ajudar, sei la;
      -Outra coisa bem diferente é LAMENTAR a MORTE de um artista que há tempos vem se banhando de drogas e álcool. Lamentar a morte dela? Porra, vai pra segunda opção, mas não lamentar a morte dela. Se ninguém ajudava, ela não conseguia se ‘levantar’, vai lamentar o que? “Putz, coitada, uma mulher TÃO SAUDÁVEL, foi morrer. Que pena.” Ao invéz de ficar ai chingando e martelando que fala da morte dela, vai reclamar la do pessoal que ficava perto dela e não ajudou; dos fãs dela. Não vem encher o saco com esse papo de que a morte foi lamentável.
      A morte foi CONSEQUÊNCIA de uma TOMADA DE DECISÕES lamentável. A consequência não foi nada fora do esperado.

      Responder

  • VJ. disse em 25/07/2011 | 01:26.

    O mundo acaba de perder uma voz: Amy.
    A pessoa, Amy, já se foi há muito tempo.
    Às vezes me pergunto: Por que
    nós pagamos para ver
    pessoas doentes num
    palco?
    Como isto é concebível?
    Acho que toda a plateia
    deveria levar a pessoa
    para um lugar chamado
    “responsabilidade com
    a saúde de vez” e não
    deixá-la sair de lá
    enquanto não
    estivesse
    pronta
    para o
    retorno.

    Droga.

    Beijão feliz para os que se antecipam a ficarem atentos, conscientes, espertos quanto ao não uso da droga que for…

    Talvez este seja o mais precioso exemplo que Amy tenha deixado para os jovens: Repensem o seu caminho cuidem-se antes de perder a noção da realidade e não saber mais como voltar. A medicina é limitada quanto à eliminação do desejo, para quem já está dominado pelo vício, vir a sair dele. Dinheiro não é tudo quando se trata de limitação como tóxico-dependente.

    De que vale tudo o que construiu se descuidou de sua própria vida? São questões, no cotidiano, a todo momento portanto, que devemos relevar quando formos fazer nossas escolhas. E nem sempre é este tipo de droga explícita como foi o caso de Amy. Às vezes vai de um vestido à escolha de um namorado, uma viajem, um trabalho, uma carreira… A lista é interminável. Felicidades a todos. VJ.

    Responder

  • Zeh Henrique disse em 25/07/2011 | 02:06.

    P.S.
    Além de cheio de inveja, esse planeta sem ela e muitos outros que se foram outrora fica cada dia mais chato, politicamente correto e careta

    Responder

    • VJ. disse em 27/07/2011 | 10:04.

      Concordo.
      Apesar de ser careta.
      Fazer o quê?

      Acho que a chatice está no ponto em que nós não pensamos a realidade pelas vias das gretas. E só alguns é que tem esta capacidade: Os artistas feras. Estes nos mostram fundo o quanto a mediocridade se afundou entre nós.

      Basta ler Paulo Freire, por exemplo. A forma como ele olha a sociedade, a política e a educação nisto tudo. Foucault que ressalta o pensamento como forma de punir e estabelecer poder… Há tanto…

      Responder

  • Klaus Hermann Wirz disse em 25/07/2011 | 03:00.

    Mais um mártir do rock, vítima das drogas. Assim como Janis Joplin, Kurt Cobain, Jim Morrison, Brian Jones, Keith Moon e Jimi Hendrix, Amy Winehouse morreu aos 27 anos, no auge da carreira e com muita coisa ainda por fazer. Que mais essa morte sirva para finalmente abrir os olhos das autoridades do mundo todo para essa monstruosidade que são as drogas, que vem matando milhares de pessoas, por seus efeitos maléficos no organismo ou por assassinato dos viciados endividados pelos traficantes. O tráfico, sob qualquer aspecto, tem que ser tratado como ameaça à humanidade, crime altamente hediondo, e as penalidades para quem o pratica tem que ser revistas, com a adoção de penas severas como a prisão perpétua, a serem cumpridas em penitenciárias flutuantes no meio do oceano, impossibilitando a fuga ou a comunicação por celular, prática comum dos traficantes presos. Espero, sinceramente, que a morte da talentosa Amy não tenha sido em vão e sensibilize os poderes públicos em todo o mundo, para que sejam tomadas atitudes drásticas contra esse flagelo que ameaça nossos jovens, destrói tantas famílias e cala tantas vozes talentosas como a de Amy.

    Responder

    • Paula Campos disse em 25/07/2011 | 08:03.

      “Tráfico” e “uso de drogas” são coisas diferentes.

      Não existem vítimas, existem escolhas.

      Você não escolhe não usar drogas? Então… é por aí.

      Responder

    • Masterson disse em 25/07/2011 | 08:12.

      Mania de generalizar a culpa pra cima dos traficantes. Meu amigo, esse mundo é movido por dinheiro, enquanto tiver um monte de cabecinhas fracas dispostos a pagar pra compensar suas mediocridades, haverá gente pra ganhar dinheiro em cima. Note bem, traficantes são viciados em droga? Não neh, pq os caras não são burros, sabem que isso ferra com o cidadão. Então cara, nesta vida se dá melhor quem é mais inteligente, os burros morrem. Não estou defendendo o tráfico, só explanando um pouco da realidade. Agora quer discutir culpa? muito complexo meu caro.

      Responder

      • Paula Campos disse em 25/07/2011 | 09:25.

        Só usa droga quem é medíocre?

        Só os burros morrem? Essa é boa. Imortalidade garantida para quem tem QI acima de quanto?

        Mais uma vez, usar drogas é diferente de usar muitas drogas.

        Responder

      • Masterson disse em 25/07/2011 | 10:06.

        Sim, só usa drogas quem é medíocre, existe tantas formas de prazer saudável e a pessoa precisa de prazer que mata pra quê? Quando digo que só os burros morrem é no sentido de a pessoa usar sem limites essa porcaria. Quem é inteligente fica longe disso, medíocres buscam conforto em drogas pq não conseguem satisfazer suas necessidades de outra forma. Essa é minha opinião, se não concorda problema é seu, só acho difícil vc argumentar defendendo que é bom usar drogas, mesmo que controlado.

        Responder

      • Caroline disse em 26/07/2011 | 02:57.

        Masterson, você disse que só usa drogas quem é medíocre… Então quem bebe álcool no final de semana no barzinho com os amigos, ou quem está numa boate e resolve beber um drink etc… É medíocre também? (não estou falando daquelas pessoas que bebem até cair, ou até se esquecerem do que ocorreu na ocasião).
        Acho que usar drogas não faz com que alguém seja medíocre, e sim se afundar nelas, perder o controle de sua vida para uma substância química e eventualmente se matar fazendo uso dessas substâncias. E se você não bebe, o que acho difícil, bom pra você, é raro ver alguém que não faça uso de nenhuma droga, seja ela lícita ou ilícita, nem que seja no final de semana. Mas saiba que nem todos que bebem são viciados ou medíocres, o álcool, de uma maneira moderada, obviamente, faz até bem para a vida social, principalmente para pessoas introvertidas e tímidas. Conheço diversas pessoas que não conseguem manter uma conversa de uma maneira aberta e agradável se não beber nem que seja uma taça de vinho, ou fumar um baseado de maconha. É um fato que usar essas substâncias deixam as pessoas mais sociáveis, mais agradáveis… Claro que tem suas exceções, têm pessoas que bebem e ficam agressivas, perdem a racionalidade. Mas estou me referindo a maioria. E não me refiro a outros tipos de drogas, como cocaína, crack… Isso é lixo puro. Usa quem quer morrer ou destruiur seu organismo.

        Responder

      • Caroline disse em 26/07/2011 | 03:05.

        “Conheço diversas pessoas que não conseguem manter uma conversa de uma maneira aberta e agradável se não beber nem que seja uma taça de vinho, ou fumar um baseado de maconha.”

        Esqueci de fazer uma observação… Essas “diversas pessoas” que me referi até conseguem manter uma conversa, claro, se não seria um problema sério digno de visita ao Psiquiatra. Mas elas se sentem muito confortáveis a manter essa conversa agradável após uma bebida, ou após dar uns tragos num baseado. Claro que isso não é uma regra e nem uma necessidade, é apenas a sensação que a droga (lícita ou ilícita) desperta nessa pessoa mais introvertida, tímida, fechada… Têm pessoas que são completamente extrovertidas, abertas, conseguem revelar detalhes da sua vida para alguém que mal conhece. E têm pessoas que se sentem incapazes de serem tão honestas assim sem o uso de substâncias que as deixam mais “soltas”. Mas enfim… Acho que não estou fazendo muito sentido, mas espero que alguém entenda o que quis dizer. =P

        Responder

      • Masterson disse em 26/07/2011 | 01:12.

        Caroline, veja bem, eu entendi o que vc quis dizer. Bebidas são sim um tipo de droga, já que prejudica nosso organismo, ok. Ao contrário do que vc disse, eu bebo sim, socialmente, mas bebo (admito até que já tive alguns excessos, quem não teve? mas foram suficientes para me ensinar o quão ridículo eu me tornei e quão prejudicial é). Porém se formos considerar tudo que prejudica nosso organismo incluiríamos um monte de alimentos tbm. É aí que entra a mediocridade. Alimentos e álcool (social) fazem parte da nossa condição, vivemos em uma sociedade que consome isso o tempo todo, podem ser até maus hábitos mas por habitualidade nós consumimos. Agora a pessoa procurar substâncias que comprovadamente fazem um mau muito maior, ílicitas, tóxicas, que podem trazer prejuízos a curto prazo, isso já é se adequar a outra condição, e isso o torna medíocre. É muita burrice, com tantas coisas que já fazem mau para o nosso corpo, procurar outras ainda mais letais. Alguém que lê isso provavelmente vai dizer que por eu beber eu tbm sou medíocre, pode ser, pessoas com visões realistas como eu enxergam o fato, se eu faço parte eu tenho consciência disso. O que não concordo é a pessoa querer justificar atitudes burras como o uso de drogas, não tem justificativa, se usa é pq ta procurando conforto que não consegue de outra forma. Qualquer atitude que tomamos que pode nos matar é uma atitude burra e medíocre.

        Responder

      • Caroline disse em 26/07/2011 | 02:39.

        Ah sim, entendi seu argumento agora. No seu comentário anterior não ficou explícito o que você quis dizer, deu a entender que o uso de drogas (sejam elas quais forem), de maneira social é medíocre também, pois aí seria muita hiporisía. Mas como eu disse, agora sim ficou claro. E eu ia comentar sobre os alimentos que nós consumimos, mas achei que iria entrar em um outro tipo de discussão irrelevante.
        Concordo com o que você disse, ter atitudes patéticas e dizer que o uso de drogas é uma justificativa não faz sentido algum.

        Responder

      • Paula Campos disse em 26/07/2011 | 11:05.

        Ei, ai…

        Bom, eu me considero inteligente e uso drogas.

        Além de usar drogas, estudo filosofia, já fiz curso de história, trabalho, tenho meus projetos pessoais, escrevo poesias, pinto, desenho, tenho amigos, amo, sou amada, viajo, faço minhas coisas E uso drogas por que gosto de usá-las.

        Quem é inteligente, para mim, faz o que bem quer sem julgar a vida alheia. Morrer não é luxo de usuário de drogas. E as premissas do seu argumento estão erradas. Seria correto o seguinte:

        Premissa 1: Drogas matam.
        Premissa 2: Uso drogas.
        Conclusão: Eu morro.

        Mas, meu caro, existe uma medida necessária para morrer de overdose. Experimenta comer, durante alguns anos, somente frituras e me responda se você não irá morrer de algo derivado disso. E, entretanto, não posso dizer, com toda certeza “fritura mata”. É uma questão sobre a maneira com que você faz as coisas.

        E, mais, vamos todos morrer, sabia? De overdose, atravessando a rua para ir ao clube (talvez, esse seja um exemplo de “prazer saudável” para você) ou de tédio.

        Ninguém pode afirmar os motivos que levam alguém a fazer alguma coisa. Algumas pessoas, de fato, usam drogas e gostam tanto dos efeitos que perdem a medida que permitiria que ele continuasse vivo E usando drogas. Algumas outras pessoas, por exemplo, comem, até ficar obesas, quando estão tristes. Não os julgue.

        Mas, não são todas as pessoas que usam drogas buscando “conforto” (aliás, conforto, para mim, é que é coisa de gente morta. “Uma vida sem buscas não é digna de ser vivida”); isso é uma visão extremamente limitada baseada em jornalecos e novelas. Tem quem goste de drogas e ponto. Sem mais especulações.

        Mas as pessoas, simplesmente, não se conformam que outras vivam como bem entendem e parecem querer achar uma justificativa para dizê-las o quanto vivem errado e o quanto a sua própria vida está no caminho certo.

        Qualquer substância em excesso pode prejudicar um organismo. É preciso que cada um conheça o seu próprio corpo e funcionamento para saber qual é a medida que o permitirá consumir o que bem quer e continuar vivo.

        Mas, como já disse, vamos todos morrer. Não importa os motivos.

        Eu gosto de usar drogas e posso morrer disso ou de outra coisa. Sinceramente, não me importo com a minha causa mortis. Estou mais interessada nos caminhos que trilho ao longo da minha vida.

        Mediocridade é um conceito pessoal e que cabe, apenas, ao falar de sua própria vida.

        “Viver é muito perigoso”, já dizia Guimarães Rosa em seu tão famoso livro Grande Sertão.

        Que tal trilhar as suas veredas e deixar que todos o façamos cada qual à sua maneira?

        Acho que isso é um pouco mais inteligente do que apressar julgamentos.

        Responder

      • Masterson disse em 27/07/2011 | 12:39.

        Ok Paula, vc é muito inteligente, segue filosofando e chapando o coco. Eu continuo com minha vida e opiniões, aliás nem sei pq eu dispendi tanto tempo com esse assuto, não tenho pena de ninguém mesmo, não sendo eu e meus próximos se fud…. tá tudo tranquilo.

        Responder

  • wenddigo disse em 25/07/2011 | 03:21.

    O FODA É TER DE ATURAR OS PSEUDO “ARTISTAS BRASILEIROS”( MACAQUITOS) IMITANDO E HOMENAGEANDO ELA O TEMPO TODO!!!

    TÁ CERTO QUE ELA TINHA UM TALENTO E VOZ” DU KARALHO”, MAS NÃO DEVEMOS ESQUECER QUE ELA NÃO SERVE DE EXEMPLO A SER SEGUIDO PRA NINGUÉM !!!

    DEVERIAM DAR MAIS ÊNFASE NA PARTE”- TÁ VENDO O QUE ACONTECE COM QUEM USA DROGAS !”

    Responder

  • Cris disse em 25/07/2011 | 04:42.

    É.. como diria alguns, foi abraçar o capeta ….

    Responder

  • spirojow disse em 25/07/2011 | 06:02.

    porra vamo ter q aguentar o justin bieber por mais 10 anos ????

    Responder

  • Astrobaldo disse em 25/07/2011 | 07:46.

    Gostaria de entender a mente desses artistas que depois que consquistam o sucesso, se suicidam… Tantos foram ppr esse caminho …
    Fiquei triste com a morte da Amy, não chorei, mas fiquei chateado sim, com uma voz tão bonita se entregar aos vícios daquele jeito, fala sério !!! Isso é muito triste, com aquele vozeirão poderia ter gravado no mínimo 10 cd’s, gravou só dois e foi pro saco, lamentável .
    Ela não deu valor ao talento que tinha tanto que subia no palco bêbada e nem ligava para o que iam falar dela, o público querendo vê-la cantar e ela só baubuciava algumas palavras e ia embora, lamentável, muito lamentável… Ela não valorizou quem valorizava ela : o público, os fãns e pior, não valorizou a si mesma, amou mais aos vícios que a ela mesma.
    Mesmo assim não fico desejando o mal pra ela, sua voz era linda e ela tinha talento, aliás na minha opinião as vozes femininas mais diferentes era a dela e é a da Mariah carey, o resto é tudo “mais do mesmo”. Amy não precisava mostrar o corpo nos vídeo-clipes ( e antes de ter se afundado na drogas ela tinha um corpão), não precisava de danças maliciosas, de se fazer de “gostosona” nada disso, a voz dela já era boa e era perfeita pras músicas que ela cantava, e isso bastava .
    Agora que perdemos um artista de talento com um vozeirão daqueles, teremos que nos conformar com “certas” cantoras que tem umas vozes enjoadas … e outras que são apenas produtos…
    As pessoas ficam falando que ela era drogada e alcólatra e que não serve de exemplo pra ninguém, agora eu pergunto : Que artista não usa drogas, não bebe ou não fuma ??? Só se for os artistas envangélicos… O fato dela se drogar não tira seu talento, e eu não pretendo seguir os passos de sua vida pessoal : Drogas e bebidas, portanto isso pra mim, não diminui em nada o talento dela.
    A música perdeu uma grande cantora, mas sem dúvida quem mais perdeu com isso, foi ela mesma.

    Responder

    • Masterson disse em 25/07/2011 | 08:27.

      Janis Joplin era mais do mesmo tbm?

      Responder

      • Astrobaldo disse em 25/07/2011 | 08:39.

        Quando eu disse “mais do mesmo” estava falando de vozes muito parecidas de artistas atuais, mas você não vai entender nem respeitar porque não entende nem respeita o que os outros escrevem né…

        Responder

      • Masterson disse em 25/07/2011 | 09:59.

        Chora neném, chora…

        Responder

      • Astrobaldo disse em 27/07/2011 | 10:18.

        Você é “mais do mesmo”, aff !!!

        Responder

  • ADILSON DUTRA disse em 26/07/2011 | 01:42.

    UMA PERDA LAMENTÁVEL…………………ELA ERA MUITO BOA………….SOU FÃ!!!!!!!!

    Responder

  • Astrobaldo disse em 26/07/2011 | 05:55.

    Deveria ter morrido o Masterson isso sim, ô cara chato … kkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    • Masterson disse em 26/07/2011 | 06:45.

      Pa não tenta?

      Responder

      • Astrobaldo disse em 26/07/2011 | 10:33.

        Para o Masterson : Morre tã nã nã , Morre tã nã nã , Morre tã nã nã, kkkkkkkkk .

        Responder

      • Masterson disse em 27/07/2011 | 12:42.

        Certeza que vc é mulher, homem não faz comentários como os seus.

        Responder

      • Astrobaldo disse em 27/07/2011 | 10:21.

        mulher é a sua mãe kkkkkkkkkkkkkk, eu sou o filhinho da mamãe.

        Responder

  • Masterson disse em 26/07/2011 | 06:44.

    Pq não tenta?

    Responder

    • Astrobaldo disse em 27/07/2011 | 10:16.

      Para o Masterson : mulher é a sua mãe kkkkkkkkkkkkkkk, eu sou o filhinho da mamãe.

      Responder

    • Astrobaldo disse em 26/07/2011 | 11:01.

      Acabei de ler esse texto que você republicou, muito bonito …

      Responder

  • Brunna Araújo disse em 27/07/2011 | 10:40.

    É realmente muito triste , uma pessoa tão nova tbm foi muito bonita
    se acabar assim =/ ela tinha TUDO e ao mesmo tempo ela ja não tinha mais NADAAAAAA
    ela se acabou se destruiu e ela ja estava sendo motivo se risos para todo MUNDO . porque até em filmes de comédia la estava amy Doidona no programa panico na tv acabaram com ela . a unica coisa de boa que amy nos deixou foi mais um ex do poder que a droga tem de destruir uma vidaa ;
    Fãns de Amy não sigam o caminho que a diva de 27 anos seguiu kkkk ‘
    Beijo a Todos !

    Responder

  • Astrobaldo disse em 27/07/2011 | 06:45.

    Não sei porque algumas pessoas tem tanta raiva da Amy, ela destruiu a si mesma, não destruiu o mundo… Acho que essas pessoas ficam com raiva porque sabem que ela tinha talento e mesmo assim desperdiçou com as drogas ou então devem achar que a culpa pelos problemas do mundo era dela, fala sério !!! Ela tinha talento independente de ser drogada…
    Vejam : “Amy Winehouse Grammy Performance”

    Responder

  • VJ. disse em 27/07/2011 | 09:46.

    De fato todos tem talento. E, há, de fato, também, muitas pessoas responsabilizando a Amy por não ter “salvo o mundo”. De fato, ainda, poderia mesmo tê-lo feito. Mas não o fez. Então vamos arregaçar as mangas, todos, e mostrar, cada qual a seu tempo, o seu talento. E com fazer valer o que a vida tem de melhor para oferecer.

    Responder

  • VJ. disse em 27/07/2011 | 09:48.

    Quero dizer… E com isso fazer valer o que a vida tem de melhor para oferecer.

    Responder

  • Carol disse em 27/07/2011 | 10:24.

    Nossa foi uma decadencia e tanto ………….tenho pena !!!
    Mais enfim cada um escolhe a vida que quer levar ………e infelizmente ela nao soube fazer uma boa escolha ,lamentavél a perda !!

    Responder

    • VJ. disse em 27/07/2011 | 10:42.

      Lamentável…

      O jeito é, cada um, procurar caminho diferente deste para não gerar este lamentável…

      Responder

  • VJ. disse em 27/07/2011 | 10:39.

    Paula diz: “Eu gosto de usar drogas e posso morrer disso ou de outra coisa. Sinceramente, não me importo com a minha causa mortis. Estou mais interessada nos caminhos que trilho ao longo da minha vida.”

    Ela diz algo de que: Frituras podem ou não matar. E conclui que: Qualquer coisa, então, pode ou não matar. Por outro lado, também, procura demonstrar de que não há um evidente interesse, então, também, na “causa mortis” que irá ter em seu obituário. No entanto, interessa “nos caminhos que trilho ao longo da vida”.

    Tem dicotomia aí, há tem.

    Quem se droga tem os mesmos interesses na vida das pessoas que não se drogam: Querem as mesmas coisas. Isto ficou claro, veja alguns exemplos que deu: Amor, poesia (graças a Deus!), filosofia e por aí vai a história… Só que do avesso.

    No fundo ficou claro que ela quer caminhar ao longo da vida. Ela quer ter a oportunidade de ter este prazer trilhado… Ao longo da vida. Não é um trechinho qualquer. É ao longo da vida.

    Portanto, Paula, tem interesse em viver muito. E com excelência!

    Respirar pode dar o mesmo efeito que as drogas. Respire. Quem usa droga quer o melhor da vida. Busque-o. Ou melhor ainda: Você está buscando aqui no “Chongas” “algo” que ainda não obteve em lugar qualquer do mundo. Continue buscando… Quem sabe!

    Repito: Tente respirar Paula. Isto pode doar a você o mesmo prazer, gosto que tem pelas drogas e de quebra vai lhe dar muita, mas muita lucidez. Seja feliz!

    Responder

    • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 05:22.

      “Ao longo da vida” quer dizer “enquanto eu viver”. Por enquanto, eu só conheço a vida e, portanto, só pode existir um “ao longo de” quando me refiro à vida. Quanto à morte, não faço idéia do que seja. Aliás, eu nem sei o que é a vida! Será que eu deveria ter dito “ao curto da vida” já que uso drogas e que, portanto, posso – ou não – morrer mais cedo do que alguém que não as usasse?

      Concordo que respirar dá onda (já nos ensinam isso há tempos com a meditação), mas isso não implica que SÓ respirar dá onda. :D

      A única coisa que busco no Chongas são fotos (embora eu já tenha descoberto quase todas as fontes usadas pelo Flávio) e vídeos bacanas, além de coisas engraçadas.

      Quanto aos comentários, tenho sido insistente porque muito me entristece saber que existem tantas pessoas falando de drogas como se fossem o diabo. Gosto de esclarecer temas pelos quais me interesso – e sobre os quais eu tenha algum tipo de conhecimento – quando me aparecem pela frente.

      E lucidez… bom… lucidez é uma coisa, né? haha! Estou brincando… me acredito lúcida, mas, isso, talvez, não passe de ilusão.

      Seja feliz você, também, “VJ”. Aliás, sejam felizes vocês todos!

      Om mani padme hum :)

      Responder

      • Paula Campos disse em 29/07/2011 | 05:25.

        Só para não deixar dúvidas:

        Viver dá onda, gente.

        Fumar, cheirar, injetar, beber, comer, rezar, beijar, amar, abraçar, odiar, estudar, trabalhar, cantar, respirar…

        Não importa… em cada trecho de pele e de ar, co-existem a vida e a morte.

        E ponto.

        Responder

  • renato seixas disse em 27/07/2011 | 11:51.

    oq niguem percebe q ela precisava de ajuda!!!!
    mas esperavam a morte de uma pessoa q fazia da musica arte
    ela foi so mais uma q morreu sem ter ajuda
    continuem com a mediocridade desuas vidas curtindo sertanejo meloso,tourada,lutas,baile funk e tudo que não acrescenta em nada na etica do ser humano!!!!!
    (politicos vão a merda)

    Responder

  • santos disse em 01/08/2011 | 06:58.

    Caramba… Sou uma vovó da internet e acredito que serei agredida por muitos de vocês acima. Em geral uso a internet para outros fins. Mas dessa vez não consegui ficar sem tecer alguns comentários. Apesar de vovó, curtia a Amy e reconhecia nela um talento que há muito não via surgir. Sentirei, sem dúvida, sua falta e aguardo o lançamento do seu terceiro (e último) cd. Sou de uma geração que viu muita gente partir pela mesma razão, anônimos ou não. Há pouco tempo perdi mais um amigo para o álcool. Chamava-se Paulo. Gente boa… Foi escolha dele? Não creio. Não se amava? Sei lá… Muitas vezes também me pergunto se me amo, afinal vivo trabalhando (em projetos sociais, inclusive!) e já desenvolvi três doenças auto-imunes (ver no dicionário) devido ao estresse. Faz tempo que não mais me atrevo a julgamentos, principalmente superficiais. Perda de tempo… Tenho uma filha adolescente (preferi ter filhos depois do doutorado) e conversamos muito sobre tudo que venha a ser objeto de sua ou minha curiosidade/necessidade. Na verdade, creio que é justamente isso o que sempre fez falta no mundo: o diálogo. Mas dialogar é trocar, saber ouvir, saber falar. Obviamente que todo diálogo implica em respeito. Mas o que vejo acima me amedronta. Será que Amy padecia do mesmo mal que muitos de vocês parecem padecer? A droga da falta de respeito, a droga da falta de diálogo, a droga da falta de projetos mais consistentes em suas vidas (que não precisam ser necessariamente sociais), a droga da falta de perspectivas mais amplas na forma de observar e pensar sobre algo, a droga da falta de um olhar menos etnocêntrico e/ou egocêntrico. Ou mesmo a droga do excesso (meu caso e talvez o dela também). Enfim… Jamais saberemos. Também jamais saberei o que disseram de minhas breves observações, pois não tornarei a entrar nesse endereço eletrônico. Desculpem-me se os ofendo, mas penso que, depois de tudo o que li acima, não me fará diferença. Vou escolher me amar, me poupar (atenção: trata-se de uma ironia!).

    Responder

  • Gabriela disse em 02/08/2011 | 10:02.

    Péssimo comentário sobre a morte da Amy.
    Hoje em dia não se respeita nem a morte de outras pessoas. Tudo precisa virar piada! É um absurdo!
    Nem descobriram ainda o motivo da morte dela, pode ser qualquer coisa…e mesmo que seja em razão das drogas, não se deveria fazer piadas sobre isso.
    Esse site até parecia engraçado, mas na verdade descobri que quem o escreve não possui qualquer caráter….então, fiquem feliz em saber que perderam uma leitora!
    Faço da leitora “Santos” as minhas palavras: “…Também jamais saberei o que disseram de minhas breves observações, pois não tornarei a entrar nesse endereço eletrônico. Desculpem-me se os ofendo, mas penso que, depois de tudo o que li acima, não me fará diferença”

    Responder

  • kime disse em 08/08/2011 | 04:18.

    era um puta vozerão, uma bela cantora, ela era o lado dark em constante demonstração, cantava muito bem, adoro as canções dela, pena que estava doente, usava drogas, consumia muito alcool, ela nao é a unica, nao podemos condena-la, ela passou do limite espiritual e fisico, acabou entrando no hall dos idolos que morrem aos 27 anos. mas sua musica era boa demais, agora o estranho é que a gente meio que tem um pensamento mesquinho e revoltoso, porque artistas sem nexo e talento como a tati quebra barraco por exemplo nao tem uma over dessas? porque estamos nesse planeta num teste terrivel, onde as coisas boas vão embora rapido demais e as ruins ficam como um tormento eterno….

    Responder

  • MANDRUVADOIDAO disse em 29/08/2011 | 01:52.

    Quem morreu?

    Responder

  • larissa disse em 10/12/2011 | 07:53.

    A amy era uma péssima cantora e único motivo que achavam ela boa era porque era porra-louca. mas enfim … ela virou aquilo que sempre cheirou: pó.

    Responder

  • Ederson disse em 14/06/2012 | 12:57.

    a mano vai todo mundo se fuder ela cheirava pra caralho, cantava porra nenhuma, essas porras só dava a buceta e metia o loko….vcs tem que conhecer musica de verdade, quem gosta tbm curte um pó, seus bandos de drogado VSF FDP.

    Responder

  • Rakel disse em 06/01/2013 | 09:10.

    Quer dizer, por uma apenas cantora, aí vocês lhe chamam de vagabunda?
    Desculpem, mas não quero que levem a mal, a Amy era muito talentosa, e ainda sabem a infância da Alicia Beth Moore? (P!nk)
    Vão à wikipédia.
    Ambas tem algo em comum, mas é pena que a Winehouse tenha falecido.

    Responder

  • naldo disse em 13/06/2013 | 12:23.

    É muito treste ver uma pessoa tao linda,terminar dessa formaR!
    Durante a nossa vida:

    Conhecemos pessoas que vem e que ficam,
    Outras que, vem e passam.
    Existem aquelas que,
    Vem, ficam e depois de algum tempo se vão.
    Mas existem aquelas que vem e se vão com uma enorme vontade de ficar…

    Charles Chaplin

    Responder

Comentar

Mas leia antes estas três regras:
  1. O Flavio Lamenza tem sempre razão
  2. Os campos marcados com * são obrigatórios
  3. Em caso de dúvida, ler a regra no 1