Curta: The Arctic Circle

11 de janeiro de 2011

A história da ganância. Um sentimento muito feio, mas que domina a mente de muitas pessoas.

Pode ser um caminho sem volta. Este curta foi, inclusive, elogiado pelo Tim Burton!

24 pessoas já comentaram

  • Nanny disse em 11/01/2011 | 05:30.

    Muito inteligente.

    Responder

  • Alfredo disse em 11/01/2011 | 05:59.

    Muito Bom!

    Responder

  • lucy disse em 11/01/2011 | 06:10.

    muito bom,

    Responder

  • larissa disse em 11/01/2011 | 06:49.

    legal!!

    Responder

  • Nana disse em 11/01/2011 | 07:58.

    Não acho que aproveitar oportunidades e procurar maneiras mais eficientes de se conseguir as coisas seja ganância.

    Já se contentar com pouco e nunca procurar melhorar, pode ser chamado de mediocridade. :P

    Responder

    • orlando disse em 12/01/2011 | 08:21.

      não é questão de se contentar com pouco, o problema é querer demais algo que você não precisa, sem necessidade. Ele precisava de apenas uma, teve um montão e ainda assim desejava mais e mais… A pegunta: O que ele faria com tantas frutas, se nem mesmo quis compartilhar ?

      Responder

      • Fábio Sartorio disse em 12/01/2011 | 12:10.

        Beleza, você tem um emprego, recebe cerca e 2,5 por mês, tem um apezinho alugado e um celtinha na garagem. Ta bom já, né? Da pra viver, porque você iria querer mais?

        Responder

      • Buldogão disse em 02/02/2011 | 08:50.

        As frutas são perecíveis, Orlando… E quando as que ele conseguiu na árvore acabassem? Sem a Caixa, dá-lhe tocar a manivela de novo! Gostei mais da história da menina Alma.

        Responder

  • Paulo disse em 11/01/2011 | 09:03.

    Já se contentar com pouco e nunca procurar melhorar, pode ser chamado de mediocridade[2]

    Responder

  • Fábio Sartorio disse em 11/01/2011 | 11:42.

    A Nana está completamente certa, e a respeito da animação, não achei nada produtiva e não da lição alguma em relação à ganância.
    O homem queria apenas capturar a caixa, ele até expressa sua rivalidade com o tal vizinho, mas esse é apenas um traço de sua personalidade.
    A questão é: não foram qualidades ou decisões dos personagens que ditaram o rumo da história. Caso o homem tivesse chamado seu vizinho para ajuda-lo a capturar a caixa, estariam realizando um ato de parceria, e no final um deles acabaria “morrendo”. E ai? a moral da história seria “não confiar nos outros”?
    Depois de ver o vídeo 2 vezes e ler os comments só pensei uma coisa: histórinha besta =X

    Responder

  • Jimmy disse em 12/01/2011 | 12:17.

    BORED !!!!
    EXTREMELLY BORED !!!

    Responder

  • Rafael disse em 12/01/2011 | 04:00.

    chongas, você te precisando de visitantes mais inteligentes para seu site.

    Ninguém entendeu o vídeo, e nem vou explicar porque gente burra nasce burra e morre burra.

    Responder

    • orlando disse em 12/01/2011 | 08:21.

      concordo!

      Responder

    • Fábio Sartorio disse em 12/01/2011 | 12:07.

      Não vai explicar porque? Explica ai, por mim a animação foi de fato nada produtiva e não passa nenhuma lição sobre ganância, como explicado anteriormente, qual a sua teoria?
      E essa parada de alguém nascer burro e morrer burro é um equivoco, nascemos aproximadamente com as mesmas capacidades.

      Responder

      • Drew disse em 13/01/2011 | 12:42.

        Puxa, cada ponto de vista é a vista de um ponto. Eu queria saber do Fábio o que ele acha, então, o que é ganância…
        Fábio Sartorio o que é ganância pra você? Eu sei que pra mim ganância é o que é mostrado no video, mas me parece que há muitas outras ganâncias. Pode me falar? Talvez eu mude de opinião.

        Responder

  • piu disse em 12/01/2011 | 09:10.

    eu axei q ele soh precisace de mais visitantes

    Responder

  • Anna’ disse em 12/01/2011 | 08:03.

    Nossa gente pra que esse estardalhaço?
    Cada um tem uma opinião, então respeitem-nas..
    A qualidade do curta é excelente e a história é muito interessante.

    Responder

  • Chubidubah disse em 13/01/2011 | 12:09.

    Ahhh…sensacional!!!
    Por que nós humanos não podemos nos contentar somente com o necessário!?

    Responder

  • guilherme disse em 13/01/2011 | 01:38.

    a mensagem do video se resume a uma observação da satisfação das necessidades…

    ao girar a manivela a personagen trabalhava para conseguir seu sustento, o cubo como uma oportunidade ou um acontecimento positivo tinha por objetivo contemplar, ou seja, privilegiar esses trabalhadores com essqa dadiva, todavia quando viu que poderia abandonar o esforço em troca dessa dadiva, ou seja explora-la, ele abrira mão do trabalho, no fim quando percebe que precisa se livrar dessa energia ele tenta concede-la para a arvore (que a canalisa) mais proxima

    o video retrata a ganancia pois fala do sentimento de conseguir tudo facil, ate que isso lhe consome e ai vc um dia percebe que as dadivas são algo para se compartilhar, aproveitar oportunidades e conseguir tudo facilmente são ompletos opostos, oque pelo visto muitos não entenderam.

    Responder

    • Chubidubah disse em 13/01/2011 | 08:21.

      Xato!

      Responder

      • observador disse em 14/01/2011 | 12:22.

        nem só de circo vive o homem

        Responder

  • Ma Caznok disse em 17/01/2011 | 12:44.

    Explica o problema da humanidade em 3 minutos…to realmente impressionada! excelente trabalho

    Responder

  • TONGO disse em 21/01/2011 | 09:13.

    NÃO ENTENDI , ERA UMA CAIXA DE MAÇÃS ?

    Responder

Comentar

Mas leia antes estas três regras:
  1. O Flavio Lamenza tem sempre razão
  2. Os campos marcados com * são obrigatórios
  3. Em caso de dúvida, ler a regra no 1